Carnaval 2018: Olinda anuncia programação com 1.500 desfiles de agremiações e mais de 230 atrações

Olinda anunciou, nesta quarta-feira (17), a programação oficial do carnaval 2018. Com o tema “Terra de Gigantes”, a cidade oferecerá aos foliões mais de 230 atrações artísticas, 80 cortejos itinerantes, 300 orquestras de frevo, 60 agremiações e 1.500 desfiles de blocos, trocas, maracatus, afoxés, caboclinhos e clubes.
Em toda a cidade, serão 13 polos para animar a festa, entre os dias 8 e 14 de fevereiro. A abertura fica a cargo de Alceu Valença, no Polo Parque do Carmo. O encerramento será comandando pela Nação Zumbi, no Polo Rio Doce.

Entre as novidades deste ano anunciadas durante coletiva, na sede da prefeitura, estão a saída da Mulher do Dia do Clube Atlântico e o desfile do Clube Lenhadores, que volta a fazer parte da programação. De acordo com a Prefeitura de Olinda, 99% das atrações são pernambucanas.

O folião vai encontrar uma musicalidade que vai do maracatu ao brega, passando pelo samba, caboclinhos, coco e ciranda. O frevo, que comemora 111 anos neste carnaval, ganhou uma programação especial, no dia 9 de fevereiro, no Carmo.

Fonte: G1

Cinco pessoas da mesma família são mortas a tiros em estrada na Bahia; grávida está entre vítimas

Cinco pessoas de uma mesma família foram assassinadas na noite de terça-feira (16), na BR-101, trecho de Mucuri, extremo sul da Bahia. Entre as vítimas, duas mulheres e três homens. Uma das mulheres tinha 22 anos e estava grávida, segundo a polícia.
A polícia suspeita que o crime tenha sido praticado por vingança com relação a tráfico de drogas. O principal alvo foi Jalperaz do Espírito Santo Rocha, que estava preso e havia sido solto no mesmo dia do crime. Ele foi atingido várias vezes pelos tiros.
Conforme a polícia, Jalperaz, conhecido como “Soca”, foi o autor da chacina que deixou quatro mortos e quatro feridos em Prado, em 2012, e era líder do tráfico de drogas na região.

A esposa de Jalperaz, Dilma Maria dos Santos Oliveira Rocha, de 40 anos, e os filhos, Jalperaz do Espírito Santo Rocha Júnior, 17, e Gabriela Oliveira Rocha, 22, que estavam no carro, foram atingidos pelos tiros e morreram no local.

O genro, Alan Cláudio de Sousa Felipe, 22 anos, também foi ferido e não resistiu aos disparos. Ele dirigia o veículo, de acordo com a polícia.

Testemunhas contaram à Polícia Rodoviária Federal (PRF) que homens encapuzados, dentro de um carro, aproveitaram o momento em que o veículo reduziu a velocidade para passar em um radar e atiraram no carro várias vezes.

Fonte: G1

Balança registrou superávit de US$ 67 bilhões em 2017, diz FGV

A superávit da balança comercial atingiu o montante recorde de US$ 67 bilhões em 2017, segundo os dados do Indicador do Comércio Exterior – Icomex, divulgado nesta quarta-feira, 17, pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Diferentemente do que ocorreu nos anos de 2015 e 2016, quando o superávit foi liderado por uma queda nas importações acima do recuo das exportações, o resultado de 2017 foi puxado por um aumento das exportações (17,6%) acima da elevação das importações (9,6%). Para 2018, o superávit será menor, com aumento das importações e menor crescimento das exportações, previu a FGV.

O índice tem como objetivo contribuir para a avaliação do nível de atividade econômica do País, por meio da análise mais aprofundada dos resultados das importações e exportações.

No ano passado, as 23 principais commodities exportadas pelo Brasil contribuíram em 77% para o aumento das exportações em relação a 2016 e representaram 52% do total exportado. As exportações de não commodities tiveram crescimento de 8,8% em valor, inferior ao das commodities. Segundo a FGV, o bom desempenho das commodities é explicado tanto pelo aumento nos preços (13,8%) como do volume (10,5%).

Em volume, as exportações cresceram 9,4%, lideradas pelo setor agropecuário (24,3%), e os preços subiram 9,5%, com destaque para a indústria extrativa (aumento de 34%).

O setor agropecuário aumentou suas importações de bens de capital em 39,7% em 2017. As importações de bens intermediários pela indústria de transformação, que estavam em queda desde 2013, voltaram a crescer (7,4%) confirmando a recuperação da indústria.

Quanto ao petróleo e derivados, os preços aumentaram 32% em 2017 e o volume, 19,6%. Desde 2010, não tinha sido registrada variação positiva conjunta dos dois índices.

“Não se espera que os preços e o volume das commodities registrem aumentos como de 2017, que foi uma recuperação em relação aos níveis baixos de 2015/2016, em especial para o minério de ferro e o petróleo. O aumento do volume depende do crescimento do comércio mundial que deverá ser menor em 2018 do que o previsto para 2017 (ao redor de 3,5%)”, avaliou a pesquisadora Lia Valls, do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

Fonte: Notícias ao Minuto

Petrobras anuncia queda de 0,50% no preço da gasolina

A Petrobras anunciou um novo reajuste para os combustíveis, com queda de 0,50% no preço da gasolina nas refinarias e aumento de 0,20% no do diesel. Os novos valores valem a partir da quinta-feira, dia 18.

A nova política de revisão de preços foi divulgada pela petroleira no dia 30 de junho de 2017.

Com o novo modelo, a Petrobras espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores. Com informações do Estadão Conteúdo.

Fonte: Notícias ao Minuto