LOGO-NEWS-CARIRI

Justiça decreta prisão preventiva e namorado que confessou ter matado estudante no Recife segue para o Cotel

Paulo César foi preso por matar a namorada, Remís Carla, no Recife (Foto: Danielle Fonseca/TV Globo)

Publicidade

O juiz Abérides Niceas decidiu, neste domingo (24), pela prisão preventiva de Paulo César Oliveira da Silva, de 25 anos, acusado de matar esganada a universitária Remís Carla Costa, de 24 anos. Ele foi encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. A estudante estava desaparecida desde o dia 17 de dezembro.

De acordo com a Polícia Civil, o namorado confessou o crime e afirmou que estava sob efeito de drogas quando cometeu o assassinato. Ele foi preso em flagrante no sábado (23) por ocultação de cadáver, em Vicência, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, e vai responder também por feminicídio. Paulo enterrou o corpo de Remís a, aproximadamente, 400 metros da sua casa.

audiência de custódia começou às 13h50 e terminou por volta das 15h deste domingo (24). Segundo o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), houve, inicialmente, um arbitramento de fiança no valor de R$ 30 mil. A defesa chegou a pedir que o valor reduzisse pela metade, mas, com a decretação da preventiva, esse arbitramento de fiança foi anulado.

Durante coletiva de imprensa na manhã deste domingo (24), o delegado Élder Tavares, que comandou as investigações, explicou que o namorado mudou a primeira versão dada à polícia e admitiu que a briga foi devido a um a. A estudante queria levar o celular dele, após ele ter quebrado o celular dela no dia 22 de novembro. Na primeira versão, ele havia dito que ela foi embora depois da briga.

Fonte: G1

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

D11A263B-75AC-4AE9-BD5D-7AF9BC13F183
9FCD55DA-241A-4142-B7BD-393AC64E7B57

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas