LOGO-NEWS-CARIRI

Reequilíbrio dos mercados de petróleo se acelerou nos últimos 4 meses

Publicidade

O ritmo de reequilíbrio dos mercados de petróleo globais se acelerou nos últimos quatro meses, após a extensão do acordo liderado pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para conter a produção da commodity, afirmou hoje o secretário-geral da Opep, Mohammed Barkindo.

“Está claro que os esforços da Opep e de países fora da Opep têm gerado frutos”, avaliou Barkindo durante uma conferência de energia na capital indiana, Nova Délhi.

A princípio, Opep e dez grandes produtores que não pertencem ao cartel haviam concordado em reduzir sua produção combinada em cerca de 1,8 milhão de barris por dia durante o primeiro semestre. Em maio, porém, o acordo foi estendido até março de 2018 e há especulação de que poderá ser renovado mais uma vez, até o fim do ano que vem.

Barkindo ressaltou, no entanto, que mais esforços serão necessários para sustentar o atual reequilíbrio dos mercados, inclusive medidas extraordinárias, como a admissão de novos integrantes na Opep.

No mês passado, os futuros de petróleo negociados em Nova York acumularam forte valorização com sinais de que os cortes da Opep e parceiros estavam finalmente começando a ter impacto no excesso de oferta global da commodity. O avanço dos preços, por outro lado, tende a estimular a produção de óleo de xisto nos EUA e pode levar alguns países participantes do acordo encabeçado pela Opep a não cumprir suas cotas reduzidas de produção.

Ainda na conferência, Barkindo disse que a Opep vem conversando com produtores de óleo de xisto dos EUA com o objeto de garantir o processo de reequilíbrio dos mercados.

“Trata-se de uma responsabilidade compartilhada por todos”, comentou o chefe da Opep. Com informações do Estadão Conteúdo.

Publicidade

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

FFC272FC-CA03-4A94-A7A0-38967487BE92
3FB15E2F-83D2-4049-A223-93DA1E6E9C5B

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas