Prefeito Zé Helder entre os 35 melhores gestores do Ceará

O município de Várzea Alegre se destaca por sua gestão municipal, com a escolha de Zé Helder entre os 35 melhores prefeitos do Ceará, em eleição realizada pela PPE Eventos neste ano de 2017. A escolha foi feita em votação pela internet no site do responsável pela PPE Eventos, Roberto Farias (http://robertofarias.com.br/), e também mediante análise de uma comissão julgadora formada por jornalistas, reitores de universidades, políticos de destaque nacional, profissionais liberais e diretores de instituições financeiras.

Esse ano, a mesa julgadora se reuniu na Assembleia Legislativa, no último dia 26, fechando os critérios de escolha. A mesa foi formada por: Gabriella Antunes – Assessora de Imprensa do TCE (representando os Tribunais), Dr. Irapuan Aguiar – Diretor da FGF (representando as Universidades), Jornalista Antônio Viana – Grupo Cidade (representando a Imprensa), Leonardo Farias – Diretor da PPE e Dr. Walmir Rosa de Souza – Subprocurador da Assembleia Legislativa (representando as Casas Legislativas).

São avaliados avanços nos indicadores sociais, transparência nas contas públicas, a correta aplicação dos recursos municipais, realização de obras de infraestrutura, execução de projetos de saúde e educação, Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), meio ambiente, Selo Verde e Selo UNICEF com dados fornecidos por entidades oficiais.

Zé Helder, nas duas gestações à frente de Várzea Alegre, 2005 a 2012, recebeu o prêmio nos anos de 2006, 2007, 2008, 2009,2010, 2011, 2012. Em 2017, primeiro ano de sua terceira administração no comando da cidade, volta a receber a indicação e premiação, sendo esta sua 8ª premiação pelo desempenho de suas administrações.

A realização da entrega do prêmio Melhores Prefeitos do Ceará será no La Maison – Av. Engenheiro Luiz Vieira, 555, segunda-feira, dia 30 de outubro, às 19h30.

Outros municípios

Além de Várzea Alegre, foram escolhidos os municípios de Fortaleza (o mais votado) Camocim, Solonópole, Acaraú, Acopiara, Aquiraz, Campos Sales, Canindé, Cariré, Caucaia, Crato, Eusébio, Frecheirinha, Granja, Horizonte, Icó, Itatira, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Mombaça, Novo Oriente, Orós, Pacatuba, Pacujá, Parambu, Piquet Carneiro, Quixeramobim, Redenção, Russas, São Benedito, São Gonçalo do Amarante, Sobral, Umirim e Cedro.

Violência é marca de quadrilha presa no Grande Recife por assaltos e tráfico, diz polícia

Quatro mulheres e três homens foram presos, no Grande Recife, sob suspeita de integrar uma organização criminosa responsável por assaltos a residências, tráfico de drogas e porte ilegal de armas de uso restrito. A quadrilha tem como característica o uso de violência, segundo os investigadores.

“Eles aterrorizavam as vítimas. Em uma ação, um dos suspeitos usou panelas, uma faca, além de dar pontapés para machucar as pessoas”, afirmou o delegado do Cabo de Santo Agostinho, Viktor Melo.

A captura ocorreu depois de a quadrilha praticar uma investida a uma residência em Enseada dos Corais, no Cabo, na noite de segunda-feira (25). O caso foi apresentado, nesta quinta-feira (28), durante entrevista coletiva, na sede da Polícia Civil, no Centro da cidade.

Com o grupo, os policiais encontraram uma submetralhadora calibre nove milímetros e duas espingardas, bem como 13 quilos de maconha e crack. Foram localizados também veículos, colete balístico, munição e uma faca “Poderemos enquadrar o grupo por crime contra o patrimônio e também por tortura”, afirmou Melo.

Submetralhadora foi apreendida no Cabo de Santo Agostinho (Foto: Polícia Civil de Pernambuco/Divulgação)Submetralhadora foi apreendida no Cabo de Santo Agostinho (Foto: Polícia Civil de Pernambuco/Divulgação)

Submetralhadora foi apreendida no Cabo de Santo Agostinho (Foto: Polícia Civil de Pernambuco/Divulgação)

Na ocorrência de segunda-feira, no Cabo, o grupo levou objetos das pessoas que estavam na casa e agiram com muita violência. “Duas estrangeiras foram humilhadas por eles”, disse o delegado.

Segundo o policial, dois jovens lideram a organização. A polícia atribui ao grupo mais duas investidas contra residências em Muro Alto, em Ipojuca, no Grande Recife. “Eles praticavam as ações para usar o dinheiro e investir no tráfico de drogas. Dois suspeitos ainda estão foragidos”, afirmou Viktor Melo.

A delegada de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, Morgana Alves contou que a operação foi montada a partir de informações sobre a presença do grupo na localidade de Vila do Caju, na Praia de Gaibu, no Cabo. A equipe da Operação ‘Malhas da Lei’ cumpriria um mandado e se deparou com quatro suspeitos.

Policiais apreenderam 13 quilos de maconha no Cabo (Foto: Polícia Civil de Pernambuco/ Divulgação)Policiais apreenderam 13 quilos de maconha no Cabo (Foto: Polícia Civil de Pernambuco/ Divulgação)

Policiais apreenderam 13 quilos de maconha no Cabo (Foto: Polícia Civil de Pernambuco/ Divulgação)

Eles apontaram armas para os policiais e tentaram escapar, mas foram detidos. “Um dos homens é suspeito de sete homicídios. Um desse crimes foi contra uma grávida, em Maraial, na Zona da Mata Sul do estado”, afirmou.

Todos serão indiciados por tráfico, associação para o tráfico e porte de armas de uso restrito. Todos seguirão para a audiência de custódia, em Jaboatão dos Guararapes, na mesma região. Segundo a delegada, o grupo teria obrigado moradores a deixar a comunidade para intensificar o tráfico de drogas.

“Vamos aprofundar a investigação para saber quem teve participação e em qual crime. O importante é que esse grupo que atuava na região de Gaibu foi desmontado”, acrescentou o comandante do 18º batalhão da PM, tenente-coronel Carlos Ferraz.

Fonte: G1

Estudante de Direito está desaparecido há 10 dias e família relata quadro de esquizofrenia

Um homem desapareceu depois de sair da faculdade onde estudava em Salvador, no bairro do Garcia, no dia 18 deste mês. Nesta quinta-feira (28), dez dias após o desaparecimento de Josinei dos Santos Cedraz, de 37 anos, a família ainda não tem notícias de onde ele possa estar.

“Recebemos ligações informando o paradeiro dele, mas quando chegamos no local, ele já se deslocou. Nossa esperança é que ele pare algum momento para pedir ajuda. Acreditamos que pelos dias, ele esteja debilitado, com fome e sede, com a barba grande”, disse o irmão, Josivan.

A família registrou a ocorrência na Delegacia de Proteção à Pessoa (DPP) de Mata de São João, cidade ele mora, que fica a cerca de 56 km da capital.

“Ele tem problema de esquizofrenia desde os 20 anos. Não podia mais dirigir, a gente [família] só permitia que ele fosse para a faculdade se ele aceitasse se tratar. Acreditamos que o medicamento não estava mais fazendo efeito e ele teve um surto”, explica Josivan.

A família conta que no dia 18, segunda-feira, Josinei, que é estudante do 6º semestre de Direito, foi para a faculdade apresentar um seminário. Ele ia assistir às aulas sempre levado por um transporte contratado pela família, mas nesse dia foi para o entroncamento de ônibus sozinho, segundo o irmão.

Colegas da faculdade contaram à família que ele estava desestabilizado e chorava no dia do desaparecimento. De lá, Josinei seguiu para um hotel nas proximidades da rodoviária de Salvador, onde foi visto pela última vez. Lá, ele fez o check-in, mas não chegou a se hospedar.

“Nesse hotel, ele pediu um taxi e saiu. A gente não sabe quem foi o taxista e nem para onde ele foi. Acreditamos que ele esteja nas proximidades de Camaçari ou na [estrada] CIA Aeroporto.

Informações sobre a localização de Josinei podem ser dadas à polícia por meio dos números: (71) 3116-0357 ou (71) 99631-6538.

Fonte: G1

Como identificar uma infecção urinária em crianças e adolescentes

Mesmo se você não teve, com certeza conhece alguém que já sofreu por causa de uma infecção urinária. Trata-se, afinal, do problema de origem bacterianamais comum em todo o Brasil – e toda e qualquer pessoa, seja qual for seu gênero e idade, pode contraí-lo.

Justamente por isso, também é preciso ficar atento à saúde crianças e adolescentes nesse sentido. Entenda abaixo as especificidades desta doença, também chamada de cistite, nos pequenos.

Na infância

Como não controlam as idas ao banheiro, crianças pequenas ficam mais suscetíveis à infecção urinária. Se o problema for frequente, aliás, deve-se investigar a fundo para descartar uma eventual má-formação no aparelho urinário. Nos bebês, que usam fraldas, a atenção com a higiene deve ser redobrada – lembre-se de que bactérias do cocô adoram migrar para outras paragens.

“Estudos mostram que entre 5 e 10% das crianças que chegam ao pronto-socorro com febre sem sinais localizados estão com infecção urinária”, diz o pediatra Marco Aurélio Sáfadi, presidente do Departamento Científico de Infectologia da Sociedade Brasileira de Pediatria. Convém ficar de olho, portanto, na temperatura do corpo e em situações como perda de apetite e vômitos. Nos maiorzinhos, a dica é observar as idas ao banheiro. Se a criança fizer xixi pingadinho, deixar escapar ou se você notar que a urina estiver estranha, leve-a ao médico.

explosão dos hormônios sexuais eleva, por motivos diretos e indiretos, a probabilidade de uma infecção urinária aparecer. “A razão ainda não está clara, mas pesquisas associam a doença a mudanças hormonais em si”, observa Sáfadi. Os adolescentes também viram alvo mais fácil por causa da iniciação sexual.

“O sexo é um fator de risco, especialmente se os hábitos de higiene não são os melhores”, nota o médico Rodrigo Lima, diretor da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade. É que a entrada do pênis na vagina, mesmo com o preservativo, facilita o trânsito de bactérias que vivem na uretra e na região anal – daí a importância de assear bem o local após a relação e as idas ao banheiro. A Associação Europeia de Urologia recomenda não usar camisinha com espermicida, porque a substância pode desequilibrar a flora bacteriana e propiciar infecções depois.

Fonte: Editora Abril

No auge do sucesso, Pabllo Vittar recusa convite e alto cachê

Recusar convites e um alto cachê já faz parte da rotina de Pabllo Vittar, que virou sensação no Rock in Rio. O último “não” do cantor foi estrelar a campanha publicitária de uma famosa rede de lanchonetes. Há quem pense que o sucesso subiu para a cabeça, mas o artista explicou por que não aceitou a proposta.

Segundo informações do Extra, Pabllo disse que foi por falta de identificação e que também está seguindo um plano de carreira projetado para os próximos meses. A gravação seria nesta semana, mas ele levou falta.

O dinheiro oferecido para a campanha não deve ter sido menos de R$ 80 mil. O cachê de Pabllo disparou e se o valor para participar de um evento ou ser garoto propaganda de alguma marca for abaixo desse montante, nem adianta, porque, possivelmente, ele não sairá de casa.

Fonte: Noticias ao Minuto