LOGO-NEWS-CARIRI

Fundação oferece bolsas de estudo na Alemanha para profissionais de diversas áreas

Student reading a book and writing the notes

Publicidade

Para quem está sem emprego e pretende mudar de área, passar um tempo estudando em outros países, com tudo pago, pode ser uma opção interessante. A Fundação Alexander von Humboldt oferece bolsas de estudos para que profissionais de várias áreas possam desenvolver projetos na Alemanha, com um parceiro escolhido pelo próprio bolsista. A oportunidade está aberta para áreas como política, economia, mídia, administração e cultura. (Veja vídeo acima)

A fundação concede, aos bolsistas, a oportunidade de realizarem um projeto de pesquisa sobre questões mundiais como convidados em cooperação com uma instituição-anfitriã da Alemanha. As inscrições podem ser feitas pela internet até o dia 15 de setembro.

Segundo a cônsul da Alemanha no Recife, Maria Könning Siqueira, a bolsa é destinada a jovens talentos de cinco países, entre eles, Brasil, China, Índia, Rússia e Estados Unidos. “O anfitrião pode ser uma instituição, um artista, uma administração ou serviço público. Depois devem identificar um projeto de pesquisa, aprendizagem ou arte. É possível levar a família e a bolsa depende, também, da condição pessoal dessa pessoa”, disse.

A bolsa de estudo tem duração de um ano, começando no dia 1º de outubro do ano seguinte. A ajuda mensal para os aprovados varia entre 2.150 euros e 2.750 euros, dependendo das qualificações. Cursos adicionais de alemão, suporte para a família acompanhar o bolsista e as despesas com viagem estão previstos na bolsa. Quem já está na Alemanha por seis meses (período contado do início da bolsa pra trás) não pode concorrer.

Em um programa inicial de quatro semanas em Bonn e Berlim, é estabelecido contato com outros bolsistas. Durante o período da bolsa, o grupo se encontra para outros eventos. Juntos, os bolsistas são convidados para uma recepção na chancelaria, para viajar pela Alemanha e ser recebido em instituições públicas e empresas importantes. Além disso, o curso intensivo de alemão facilita o ingresso no cotidiano alemão.

Confira abaixo os requisitos para participar do programa:

  • Um projeto para ser desenvolvido na Alemanha
  • Uma instituição-anfitriã da Alemanha
  • Formação superior completa (bacharelado), mas a data da formatura não pode passar de 12 anos
  • Fluência em inglês ou em alemão
  • Apresentação de uma carta de recomendação de um mentor para a pesquisa (pode ser de instituição de ensino privada ou pública)
  • Potencial para liderança

fonte: G1

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas