Um risco desnecessário e perigoso ao fazer cirurgia plástica

Cirurgião plástico afirma que há um aumento de pacientes insatisfeitos com resultados desse tipo de operação. E aponta um motivo para isso

Por Dr Luis Henrique Ishida

Mito ou verdade? Tire suas dúvidas sobre dor de garganta
Existe uma reclamação cada vez mais comum em consultórios de cirurgiões plásticos. Pacientes insatisfeitas com implantes nas mamas buscam novas cirurgias pouco tempo após o primeiro procedimento. Os motivos variam muito, indo desde resultados diferentes da expectativa até complicações que não poderiam ficar sem uma nova operação. Mas existe um fator comum à maioria dos casos: a primeira intervenção foi realizada por médicos sem especialização em cirurgia plástica.

Questionadas sobre a opção, a maioria das pacientes tem a mesma resposta. Esses profissionais ofertam procedimentos a preços bem mais competitivos que a média dos cirurgiões plásticos em São Paulo. Como também são médicos, mesmo sem a especialização esperada, elas se sentem seguras o suficiente para fazer a cirurgia e acreditam estar fechando um negócio vantajoso.

Há dois anos, a mesma situação começou a acontecer com pacientes submetidos à bichectomia, cirurgia que retira gordura das bochechas e proporciona uma aparência de magreza ao rosto. O procedimento havia ganhado evidência na imprensa e, por isso, a procura aumentou. Eis que médicos sem especialização e até dentistas passaram a ofertar a bichectomia e, mais uma vez, são pacientes desses profissionais que procuram cirurgiões plásticos para corrigir eventuais complicações e aperfeiçoar os resultados.

Agora, estamos nos deparando com casos de plásticas de rejuvenescimento facial conduzidas por ditos cirurgiões plásticos faciais. Na realidade, não fizeram residência de cirurgia plástica e não possuem o respectivo título de especialista. Em geral são especialistas em otorrinolaringologia ofertando procedimentos numa das áreas mais delicadas da cirurgia plástica, em que até as menores sutilezas podem afetar a harmonia do rosto e provocar uma aparência artificial.

Claro que existem casos bem sucedidos. Mas a imagem da cirurgia plástica está sendo abalada por esses problemas. A cada complicação, a cada resultado insatisfatório, as pessoas comentam que fizeram uma cirurgia plástica e acabaram descontentes. Isso ecoa pela sociedade e, não raro, surgem pessoas que nunca fizeram uma operação dessas, mas temem complicações que dificilmente aconteceriam sob cuidados verdadeiramente qualificados.

Operar com um cirurgião plástico não isenta da possibilidade de complicações, porém a escolha do profissional é o passo mais importante para uma cirurgia bem feita. São inúmeros os cuidados que um cirurgião plástico estuda e observa ao conduzir qualquer procedimento estético. A formação nessa especialidade requer no mínimo 11 anos de estudo – e não é raro encontrar profissionais que passam a vida em constante atualização. Isso é fundamental para alcançar bons resultados, reduzir o risco de complicações e saber lidar com elas quando necessário.

*Luis Henrique Ishida é presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – Regional São Paulo (SBCP-SP)

Editora Abril

Crato: Cidadão faz protesto contra ação livre de camelôs nas ruas da cidade

Por Moises Rolim / Agência News Cariri

O proprietário de um verdurão na codade do Crato, mais conhecido como “Reginaldo do Verdurão” chamou a atenção da população no centro da cidade nessa manhã quando ocupou parte da rua com suas mercadorias em protesto a livre venda dos produtos feitas por camelôs nas ruas da cidade.

Reginaldo lamenta que o mesmo paga altos impostos e que não tenha essa mesma liberdade, uma vez que, todo mês a conta dos impostos chega.

Veja no vídeo a baixo a ação do comerciante:

Nota do editor:

Em Crato…

A situação dos problemas da atual administração do Crato, a cada dia vão se acumulando e as soluções para os mesmos, vão sendo colocadas em cima do bureau do gestor e dos secretários municipais. A praça da Sé invadida de camelôs, as ruas estão voltando a serem tomadas e a desobstrução das calçadas e ruas da cidade parecem não ter surtido efeito. Hoje foi a vez do comerciante Reginaldo, proprietário de um conhecido verdurão na cidade do Crato, localizado no centro de nossa cidade, que mostrou sua indignação, frente a omissão do Poder Público.

Em três dias, radar flagra 1.605 motoristas acima da velocidade permitida na Linha Verde

Uma operação da Policia Rodoviária Estadual (PRE) flagrou, por meio de um radar móvel, entre a sexta-feira (21) e o início da tarde de domingo (23), 1.605 motoristas dirigindo acima da velocidade permitida na BA-099, conhecida como Linha Verde, rodovia que liga a cidade de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, às praias do litoral norte do estado, terminando na divisa da Bahia com Sergipe. As informações foram divulgadas nesta segunda (24), pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA).
A chamada “Operação Intensificação” contou com viaturas espalhadas em pontos estratégicos, além de abordagens a veículos, com checagem de documentação, revistas, além da utilização do bafômetro.
No mesmo período, um homem foi conduzido para a Delegacia Territorial (DT) de Vilas de Abrantes, após ser flagrado no bafômetro. Outro condutor se recusou a fazer o teste e teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida, além de multa aplicada. Também houve seis veículos retidos por irregularidades nos itens de segurança e problemas com a documentação.

Fonte: G1

PRF registra acidentes em série na BR-101 e saque de cargas no Grande Recife

Carga de margarina que estava em carreta que tombou foi levada por moradores da área (Foto: WhatsApp) Carga de margarina que estava em carreta que tombou foi levada por moradores da área (Foto: WhatsApp)
Carga de margarina que estava em carreta que tombou foi levada por moradores da área (Foto: WhatsApp)
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou uma sequência de seis acidentes, na manhã desta segunda-feira (24), na BR-101, no município do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. Todos ocorreram em uma área de dez quilômetros. Em dois deles, houve saques de mercadorias transportadas.
Moradores invadiram a pista e levaram caixas de margarina de uma carreta e sacos de batata que estavam um caminhão. A Corpração acinonou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não notificou feridos graves.
A série de acidentes começou com o tombamento de uma carreta carregada de margarina, no quilômetro 112, no sentido interior/capital. Imagens enviadas para o WhatsApp da TV Globo mostram pessoas carregando caixas de produtos que estavam sendo transportados pela carreta. Em uma das fotos, é possível observar um homem, em uma moto, com várias embalagens nos braços.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu por volta das 6h40. O Trânsito ficou lento na região. De acordo com a PRF, depois do tombamento da carreta, muita gente invadiu a pista para pegar as caixas de produtos. Em virtude da presença de pessoas na rodovia, outros veículos acabaram se envolvendo em colisões.
Em seguida, outra carreta tombou, assim como um ônibus. Também houve acidentes com um caminhão de carroceria aberta. Todos tombaram. Um coletivo e um caminhão pequeno saíram da pista, mas não chegaram a virar. Até as 9h, todos os veículos permaneciam na pista.

Fonte: G1-Pe

Caixa tenta vincular saque do FGTS a produtos financeiros do banco

Atendentes da Caixa Econômica Federal têm oferecido serviços do banco como condição para liberar o dinheiro inativo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Trabalhadores também relataram que funcionários da Caixa estão atrelando produtos de forma inadequada, como informar que planos de previdência privada são isentos de taxas e impostos.

No entanto, o pagamento do FGTS, seja por demissão sem justa causa ou contas inativas, é um serviço público prestado pela Caixa e não pode ser vinculado a nenhum outro produto financeiro.

“A funcionária disse que o sistema só libera o FGTS se você adquire algum tipo de seguro. Eu adquiri para sair de lá. Eu sei que não é verdade”, disse Hadassa Praciano Matos, de 29 anos, informou a Folha de S.Paulo.

De acordo com o ProconSP, a prática de obrigar o consumidor que for sacar o FGTS a comprar ou contratar qualquer outro produto ou serviço bancário é abusiva.

“O banco pode até oferecer a contratação de um serviço, mas não pode vincular o saque do FGTS a essa contratação. O consumidor só aceita se for de seu interesse”.

Ao ser questionada, a Caixa disse que “os casos não coincidem com a política de atendimento do banco” e que “não vincula ou condiciona, sob nenhuma hipótese, a liberação dos recursos do FGTS à aquisição de outros serviços ou produtos financeiros”.

noticiasaominuto

Petrobras afirma que poderá reajustar combustíveis diariamente

Além do aumento das alíquotas de PIS/Cofins para combustíveis, o consumidor irá sentir ainda mais no bolso com o reajuste da Petrobras, anunciado neste sábado (22).

Segundo informações do Globo, a companhia aumentou os preços da gasolina (1,4%) e do óleo diesel (0,2%) em suas refinarias.

Na sexta-feira (21), a estatal já havia aumentado esses valores em 0,1% e 2%, respectivamente.

Com uma nova política de preços, a Petrobras prevê reajustes mais frequentes para os dois combustíveis. A companhia poderá até reajustar o preço diariamente para manter a paridade com as cotações internacionais, e também levando em conta a concorrência no mercado interno.

Pela nova regra, a Petrobras tem liberdade para promover as variações desde que fiquem dentro do teto de até 7% para cima ou para baixo.

noticiasaominuto