Determinação Judicial visa fiscalizar presença de menores em bares e ambientes festivos em Crato

Por Marlon Torres / Agencia newscariri

O juiz da 2ª Vara Cível da Comarca de Crato, José Flávio Bezerra Morais, determinou que crianças e adolescentes só poderão frequentar eventos festivos em locais fechados, se os mesmos estiverem devidamente cadastrados no Juizado da infância e Juventude da referida unidade judiciária.

As casas e clubes de diversão terão 90 dias, a partir da publicação da portaria nº 2/2017, para se regularizar quanto à questão cadastral, por meio de registro no Núcleo de Agentes de Proteção da Infância e Juventude.

A medida reitera ainda que organizadores de eventos destinados ao público infatojuvenil , devem comunicar aos órgãos competentes, sobre a realização festiva com no mínimo 5 dias de antecedência, bem como a entrada de fiscais do órgão. O descumprimento da decisão implicará multa de 3 a 20 salários mínimos.

O juiz também proibiu também a entrada de crianças e adolescentes em ambientes que ambientes de cunho comercial aonde seja exclusiva apenas a venda de bebidas alcoólicas ou promovam jogos de azar.
Quanto à ambientes festivos, em ambientes noturnos, crianças menores de 10 anos só poderão estar presentes apresentando documento de identificação com foto e acompanhado de pais ou responsáveis.

Mesmo com redução de vagas, 31 cidades do Ceará tiveram saldo positivo de contratações em maio

Apesar da diminuição nas vagas de emprego no Ceará durante o mês de maio, 31 cidades do estado com mais de 30 mil habitantes conseguiram um saldo positivo de contratações, segundo dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), divulgado nesta terça-feira (20) pelo Ministério do Trabalho. Em valores absolutos, o destaque foi para o município de Eusébio, que teve um aumento de 133 vagas.
Em seguida, aparecem os municípios de Horizonte, com 118 novos postos formais de trabalho; Beberibe, com 87; Missão Velha, com 79; e Tianguá, com 72. Os números são do Cadastro Geral de Empregos (Caged), do Ministério do Trabalho, divulgados nesta terça-feira (20). Em todo o estado, foram fechadas 2.940 vagas em maio.
A localidade com maior aumento proporcional em maio, em comparação ao mês anterior, foi Viçosa do Ceará, cuja variação positiva foi de 5,40% no número de novos empregados. Missão Velha teve acréscimo de 3,49%, enquanto Beberibe contou com um aumento de 2,72%.
Saldo negativo
Fortaleza apresentou o maior saldo negativo do estado: 1.741 vagas a menos, o maior registrado em um mês de maio. Houve um total de 17.672 contratações, ao passo que 19.413 pessoas foram demitidas.
Juazeiro do Norte apresentou uma queda de 392 vagas, Crato perdeu 203 vagas e Paracuru contabilizou 189 postos de trabalho fechados. A cidade do Crato também sofreu a maior baixa em relação ao mês de abril, com queda de 9,18% vagas de emprego.
Balanço anual
Nos últimos 12 meses, o Ceará também registrou índices em queda, com um saldo negativo total de 29.811 vagas de emprego que deixaram de existir. Fortaleza aparece em relação ao desemprego com a diminuição de 18.163 vagas. Houve redução também em São Gonçalo do Amarante (-2.089), Maracanaú (-1.506), Aracati (-1.317) e Juazeiro do Norte (-1.241).
No entanto, há municípios que conseguiram manter novas vagas de empregos nos últimos doze meses. Missão Velha, por exemplo, teve um saldo positivo de 758 pessoas a mais empregadas. Horizonte aparece com 606 novas vagas; Maranguape, com 304; Tauá, com 283; e Itapipoca, com 272.

g1

Uber vai autorizar motoristas a receberem gorjeta pelo aplicativo

O Uber vai autorizar pela primeira vez que motoristas recebam gorjeta por meio do aplicativo, informou a empresa nesta terça-feira (20), como parte do esforço para melhorar o controverso relacionamento da empresa com colaboradores.
O recurso começa a funcionar nesta terça nas cidades de Houston, Minneapolis e Seattle, nos EUA. A novidade estará disponível para todos os motoristas até o fim de julho, disse o Uber.
Por anos, o Uber rejeitou a ideia de incluir no app um recurso para permitir a concessão de gorjeta, irritando os motoristas que argumentavam que a bonificação ajudaria a compensar a diminuição dos salários.
A permissão de gorjeta faz parte de um conjunto mais amplo de recursos que o Uber lançou para melhorar as condições de trabalho dos motoristas. Os novos recursos permite também que eles sejam remunerados pelo tempo de espera de passageiros.

G1

4 razões que fazem da insônia uma grande inimiga do coração

A insônia foi alvo de debate no congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), o maior do Brasil. Durante uma apresentação de quase duas horas sobre o impacto da saúde mental no coração, o psiquiatra Kalil Duailibi, da Universidade Santo Amaro, fez questão de ressaltar a importância de receitar boas noites de sono para evitar que os pacientes sofram com infarto e mesmo AVC, o popular derrame.

SAÚDE esteve presente nesta aula. E pinçou para você grandes motivos apontados por Duailibi — corroborados por outros especialistas — que explicam o porquê dessa associação negativa. Confira:

Hipertensão: dormir menos de cinco horas por noite, acredite, aumenta em cinco vezes o risco de ter pressão alta, um dos principais fatores de risco para o infarto. Por quê? Além do estresse, os vasos sanguíneos de quem não consegue se desligar por tempo suficiente ficam mais rígidos.

Obesidade: uma série de estudos mostra que a falta de descanso estimula a pessoa a comer mais. Pior: ela estimula que o alimento seja estocado na forma de gordura. Há, por exemplo, pesquisas sugerindo que, mesmo com uma ingestão idêntica de calorias, os sujeitos com poucas horas de sono tendem a engordar mais.

Diabetes: Duailibi citou um levantamento com 300 pessoas completamente saudáveis que, por algumas semanas, foram impedidas de relaxar adequadamente. Algumas eram acordadas antes da hora, outras tinham de escutar barulhos ao longo da madrugada…

Após tanto sofrimento, notou-se que essa turma — que antes apresentava exames normais — desenvolveu um princípio de resistência à insulina. E esse cenário, marcado por uma dificuldade de a tal insulina colocar a glicose para dentro das células, com o tempo abre as portas para o diabetes tipo 2.

Depressão: é uma via de mão dupla, na verdade. Se por um lado esse transtorno psiquiátrico pode dificultar o adormecer, a insônia mexe com a cabeça da pessoa a ponto de aumentar o risco de uma tristeza profunda.

Acontece que os quadros de melancolia moderada ou grave estão cada vez mais associados a repercussões pelo corpo inteiro. Isso porque substâncias produzidas em maior escala entre os pacientes deprimidos podem lesar os vasos sanguíneos.

Mais do que isso, a doença em si faz o sujeito se importar menos com a própria saúde. Ele para de se exercitar, começa a comer pior, abandona o tratamento de eventuais doenças… E quem sofre com isso é o coração, literalmente.

Editora Abril

Isis Valverde ganha ação de R$ 110 mil da revista Playboy

Isis Valverde pode comemorar vitória na justiça. Ela ganhou R$ 110 mil de indenização numa ação que moveu no STJ contra a Playboy, revista da Editora Abril, de acordo com a coluna de Lauro Jardim. Na cena final de “Paraíso Tropical”, da TV Globo, a personagem de Isis despencou dos Arcos da Lapa, no Rio de Janeiro, e morreu

A cena foi filmada à luz do dia, no centro da cidade, sem conteúdo sexual ou nudez. Um paparazzo, porém, conseguiu ângulo favorável e fotografou os seios da atriz.

Na seção da revista chamada “Clicks, Flagras Indiscretos da Fama”, a publicação divulgou a foto com a legenda “Isis Valverde, no Rio, dá adeusinho e deixa escapar o cartão de boas-vindas”.

O STJ concordou com o argumento do advogado Marcelo Cama Proença Fernandes de que pessoas públicas, ainda que em menor medida, também têm o seu direito de imagem, de privacidade e de intimidade assegurados , principalmente quando há exposição indevida e descontextualizada como, na visão do STJ, ocorreu neste caso.

noticiasaominuto

Crato recebe presente especial no aniversário dos seus 253 anos de emancipação

Por Marlon Torres / Agencia Newscariri

A cidade de Crato-CE,  recebeu neste dia 21 do empresário Rafael Branco, em homenagem ao seu aniversário, um presente importante, o qual identificará ás visitas nas fotos da cidade.

O letreiro com os dizeres “EU❤CRATO” tem 1,60m de altura e 12m de comprimento ficará na Praça da Sé, centro da cidade.

Várias cidades da região já aderiram a identificação e agora é a vez do Crato.

O presente feito em metal não será fixo, podendo ser deslocado para outras localidades.

Importação de etanol cresce 403% no primeiro trimestre do ano

O diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Aurélio Amaral, disse que para um país produtor de cana e maior produtor de açúcar do mundo, o Brasil importou muito etanol no primeiro trimestre. “Foi uma elevação de 403% nos primeiros três meses do ano”, disse Amaral. Na visão do diretor, o aumento chama atenção, mas, ele ponderou, que, por questões tributárias, que influenciam a formação do preço no mercado, e de infraestrutura, o Brasil virou um país importador de derivados.

“Estamos importando muita gasolina também em uma quantidade muito grande, quase 70% de aumento, porque o nosso parque de refino não dá conta. Temos grandes desafios de infraestrutura para resolver. É isso que a ANP vem trabalhando de forma a subsidiar, com estes estudos, o governo para que a gente possa formular política para ir buscar superar este gap [lacuna]”, disse após participar da apresentação dos dados do mercado de combustíveis no Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), no centro do Rio.

Amaral disse que os dados do segundo trimestre ainda não estão fechados, mas a tendência é de queda no patamar registrado entre janeiro e março. “A gente ainda não tem esse número [segundo trimestre]. Esse é um número do nosso boletim do primeiro trimestre, agora, como entrou a safra, houve um aumento da safra, entrou a produção e o etanol voltou a ser competitivo, a tendência desse número é reduzir um pouco em função do próprio início da safra e da produção do Centro-Sul, que entra forte agora neste período”, disse.

Libra

O diretor disse que ainda não é possível prever quando será concluído o processo de análise do órgão para o pedido de waiver, uma permissão para descumprimento das metas de conteúdo local, para a plataforma do tipo FPSO da área de Libra. “É uma análise muito complexa, depende muito de informações, mas é uma coisa que a gente deve definir pelos próximos dias”, disse, acrescentando que falta concluir as análises técnicas.

“Para se ter uma ideia do volume, são calhamaços e calhamaços de documentos. Se pega uma plataforma. A quantidade de itens que tem que avaliar, então, é uma análise muito complexa. A equipe está debruçada sobre isso e a gente espera concluir o mais rápido possível e que possa pacificar esta questão”.

Demanda

Sobre o aumento de demanda para o consumo de derivados, o diretor apontou que as previsões iniciais da ANP sempre estão associadas à evolução do Produto Interno Bruto (PIB). No início do ano a estimativa era de que o mercado manteria a tendência de ficar “mais ou menos estável” perto de zero. No ano passado houve uma queda geral em torno de 5%.

O presidente destacou que se o PIB crescer, em alguns combustíveis, como no caso da gasolina, pode haver um aumento. “Só a reação do PIB, principalmente no diesel, é que injeta energia para crescimento de consumo de combustíveis, está muito associado. Por ora, a gente mantém uma tendência de estabilidade, até porque a economia está patinando ainda, ela está tendo altos e baixos. Por ora, a gente ainda vê com viés de alta, mas os números são checado s mês a mês”, disse.

Amaral disse que a crise política não influencia a demanda. “Isso não está dentro do nosso dia a dia. Só economia, PIB, crescimento do PIB e de demanda”, disse.

Mesma demanda

O diretor da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), José Mauro Coelho, que participou do mesmo encontro, disse que o órgão espera para 2017 o nível de demanda de etanol e de gasolina semelhante ao nível de 2016. “A gente não vê uma mudança estrutural para 2017. Não dá tempo para mudar a indústria de etanol durante um ano”.

Para o diretor, como não há previsão de crescimento na demanda da gasolina, a EPE não estima grande importação do produto para este ano e nem para 2018. “Essa preocupação que se tinha de que o Brasil estava importando muito gasolina, a gente não tem”, disse.

Segundo Coelho, este cenário de demanda menor, tem relação ainda com o ritmo mais baixo de licenciamento de veículos leves, afetado pelo endividamento das famílias e falta de crédito, que no futuro deve ser alterado para melhor.

“Ninguém quer entrar em financiamento porque não sabe se amanhã vai estar empregado. Tem todas essas preocupações que ainda não foram vencidas, mas quando a gente olha o cenário macroeconômico, de mais longo prazo, acha que vai ser vencido aos pouquinhos e isso vai retomar”, disse, completando, que a retomada nos licenciamentos ainda está longe. “Em relação ao licenciamento de veículos leves a gente acha que o patamar de 3,6 milhões em 2012 só vai voltar a ser visto no Brasil lá para 2024 a 2025. É um mercado que vai andar mais devagar”. Com informações da Agência Brasil.