LOGO-NEWS-CARIRI

Bolsa cai 0,85% após recuo do governo sobre reforma da Previdência

Publicidade

A Bolsa brasileira fechou em queda de 0,85% e o dólar subiu nesta quinta-feira (6) após o governo Temer informar que o texto original da reforma previdenciária preparado pela equipe econômica sofrerá flexibilizações.

Com baixa de 0,85%, o Ibovespa fechou em 64.222 pontos. O volume negociado foi de R$ 7,1 bilhões.

Em entrevista à rádio Bandeirantes nesta quinta, o presidente Michel Temer disse que autorizou o relator da proposta de reforma da Previdência, Arthur Maia (PPS-BA), a fazer acordos com as bancadas federais para que seja mantida a idade mínima de 65 anos para a aposentadoria.

“Nós vamos flexibilizar a reforma previdenciária para atender aos reclames da população e atender aquilo que o Congresso Nacional tem estabelecido”, afirmou.

Também contribuiu para o mau humor do mercado o anúncio feito pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) de que suspendeu por até 30 dias da oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da companhia aérea Azul, após constatar que materiais de apresentação da operação foram divulgados na Internet, o que é proibido.

As ações da Usiminas lideraram as perdas do Ibovespa, com queda de 4,14%, seguido pelas preferenciais da metalúrgica Gerdau (-3,84%) e pelos papeis unitários do Santander (-3,79%).

Petrobras e Vale também fecharam o dia em queda.

No polo positivo do índice, registraram ganho significativo as ações ordinárias da Kroton (3,23%), da Estácio (3,00%) e da Embraer (2,67%).

O dólar comercial (referência para operações de comércio exterior) ganhou 0,93%, a R$ 3,1460. O dólar à vista (usado pelo mercado financeiro) subiu 0,89%, a R$ 3,1425. Com informações da Folhapress.

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas