Pimenta brasileira para combater superbactérias

Publicidade

Quem diria que uma pimenta de sabor adocicado, comum em beiras de rios, pode ser uma boa forma de contra-atacar o Staphylococcus aureus (MRSA), um micróbio perigoso e resistente à penicilina. A descoberta é da Universidade de Emory, nos Estados Unidos — ela só foi possível porque os pesquisadores observaram que curandeiros usavam a planta para tratar infecções de pele e de outros tecidos, como o muscular.

Pelo visto, um composto achado na tal aroeira-vermelha é capaz de reprimir um gene importante da bactéria MRSA. “Basicamente, ele a desarma, prevenindo que solte as toxinas que usa como arma. Assim, o sistema imunológico tem mais chances de curar uma ferida”, disse Cassandra Quave, líder do estudo, em um comunicado.

veja

Publicidade

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

1B43CDFE-AB4F-4807-8EA1-D2DF9298EEB3
25AFD2D6-B201-4EB9-AB79-497BD30A6E8B

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas