LOGO-NEWS-CARIRI

Clínicas particulares do Ceará negociam entre US$ 32,71 e US$ 40,78 a dose da vacina indiana contra a Covid-19, diz jornal

Clínicas particulares entram em negociação pela vacina indiana contra Covid-19 (Foto: Barbara Moira)

Publicidade

A ABCVAC e a importadora Precisa Medicamentos concluíram as negociações para a compra das 5 milhões de doses da Covaxin, da farmacêutica indiana Bharat Biontech, e agora partem para acordar a venda do imunizante com as clínicas privadas

As clínicas particulares do Ceará, que participam da negociação conjunta de 5 milhões de doses da vacina indiana Covaxin com a Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC), poderão comprar mínimo de 2 mil a 7,2 mil doses do imunizante, cujo valor unitário da compra ficaria por US$ 40,78. Caso optem por adquirir entre 7.201 a 12 mil doses, a unidade sairia por US$ 38. De 12.001 a 50 mil, sairia por US$ 36, entre 50.001 a 100 mil, o custo é de US$ 34,43 e, acima de 100 mil, sai por US$ 32,71.

preços atuais, os valores em reais para adquirir cada dose ficariamaproximadamente entre R$ 176,96 e R$ 220,61. Lembrando que estes valores ainda não são os que serão comercializados ao consumidor final.

Os dados foram divulgados pelo jornal Valor Econômico, que teve acesso exclusivo a um comunicado da entidade aos seus associados, enviado no último dia 23. A publicação informa que a ABCVAC e a importadora Precisa Medicamentos concluíram as negociações para a compra das 5 milhões de doses da Covaxin, da farmacêutica indiana Bharat Biontech, e agora partem para acordar a venda do imunizante com as clínicas privadas.

Ainda acrescenta que as clínicas têm somente até esta sexta-feira, 29, para fecharem seus pedidos com a importadora e precisam pagar 10% do valor do contrato como adiantamento para reservar seu lote, sendo que a quantia será devolvida caso o imunizante não seja aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ou ocorra outro percalço. No período de aprovação pela Anvisa e de liberação da licença de importação, serão cobrados mais 50% e os 40% restantes serão pagos na entrega da vacina.

“Todas as negociações são desenvolvidas dentro de um ambiente privado e cobertas por Termos de Confidencialidade e todas as estratégias e condições comerciais são discutidas exclusivamente dentro do ambiente legítimo, e cobertas por contratos entre as partes, envolvendo apenas clientes e fornecedores. A ABCVAC não comentará nenhum documento que esteja fora do ambiente formal das negociações”, informa a entidade em nota enviada ao O POVO.

Fonte: OPOVO

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas