LOGO-NEWS-CARIRI

Acidentes de trânsito: 83% dos pedestres indenizados no Ceará ficaram com invalidez permanente

Foto: Reprodução Redes Sociais

Publicidade

Acidentes envolvendo pedestres e motocicletas lideram a lista de causas para pedidos do DPVAT até junho de 2020.

Nos primeiros seis meses de 2020, o seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT) indenizou 2.721 pedestres no Ceará – 2.279 deles por invalidez permanente. Esse número corresponde a 83,7% dos pedestres cearenses atendidos pelo seguro apenas neste ano.

A segunda maior causa de pagamento foi por morte, contabilizando 276 indenizações.

De acordo com relatório da Seguradora Líder, responsável pelo Seguro DPVAT, a maior causa de acidentes envolvendo pedestres são colisões com motocicletas. O número chega a representar 72,7% do número total de indenizações pagas a esse público, com 1.979 pagamentos.

O Ceará é o quinto estado que mais pagou indenizações a pedestres, ficando atrás apenas de Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso e Santa Catarina.

Segurança para pedestres

O professor do Departamento de Engenharia de Transportes da Universidade Federal (UFC), Mário Azevedo, pondera sobre a importância de mais projetos para garantir a segurança no trânsito, sobretudo para pedestres. “Por mais que você trabalhe nessa causa, vai ter que trabalhar muito ainda para ficar razoável”, aponta o especialista.

Dentre os afetados, a maior parte das vítimas está na faixa etária de 45 a 64 anos, correspondendo a 718 dos pagamentos feitos. Em seguida vêm pessoas entre 35 e 44 anos (581); e em terceiro lugar estão indivíduos de 25 a 34 anos, o que preocupa Mário Azevedo quanto aos impactos na dinâmica da comunidade.

“Você afeta a vida dessas pessoas, da família dessas pessoas e da comunidade como um todo”, pontua o especialista.

“Aquela pessoa tinha a sua função de produção. Exemplificando friamente e economicamente, ela contribuía para a economia e agora transformou-se em dependente. Então, o acidente, desse tipo, além de acabar com a vida de uma pessoa, ainda aumenta os custos para o sistema”, completa Azevedo.

Balanço geral

Entre janeiro e junho de 2020, foram pagas 10.191 indenizações em geral a cearenses pelo Seguro DPVAT, enquanto em 2019, no mesmo período, foram 10.695 – uma queda de 4,7%.

De acordo com a seguradora, para diminuir os impactos causados pelo período de distanciamento social, canais foram disponibilizados para que as vítimas possam dar entrada no seguro sem precisar sair de casa, como a central de atendimento (0800-022-1204) e o aplicativo do Seguro DPVAT para Android ou iOS.

Fonte: G1 / Ceará

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas