Crato terá ensino da Lei Maria da Penha nas escolas do município

Com o objetivo de diminuir os índices de violência doméstica no município, através da discussão no ambiente escolar, a Prefeitura do Crato, por meio da Secretaria de Educação, reuniu na tarde da última quinta-feira (20), órgãos como a Universidade Regional do Cariri, Delegacia da mulher, Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, Núcleo da Mulheres, a Procuradoria do Municipio e o vereador Amadeu de Freiras para discutir a implementação do ensino da Lei Maria da Penha nas escolas municipais.

A prefeitura irá providenciar um decreto que estabelece a inclusão do conteúdo relativo à Lei 11. 340/2006, conhecida popularmente como “Lei Maria da Penha”, no conteúdo do Ensino Fundamental II, em 26 escolas da rede pública. O projeto tem por objetivo tornar a temática de combate à violência contra a mulher uma componente curricular para abordagem do assunto em sala de aula.

A secretária de Educação, Germana Brito, destaca que a inclusão do tema nas escolas é um instrumento de educação para formar e conscientizar os jovens sobre o assunto. “Os números de violência contra a mulher ainda são muito alarmantes e esse debate também precisa ser feito no ambiente escolar, porque à medida que se trabalha esta temática entre os alunos, vamos estimular a reflexão, criar nova cultura de boa convivência e respeito, contribuindo para a formação de seres humanos melhores”, explicou.

De acordo com a secretária, será elaborado um projeto de formação, por uma equipe de professores da Universidade Regional do Cariri (URCA), através do Departamento de Educação, onde será iniciado um diálogo de como será aplicado essas questões no dia-a-dia dos alunos.

Bastante sensível às propostas apresentadas, o prefeito Zé Ailton ressaltou seu compromisso em não medir esforços para apoiar a implementação da lei nas escolas. “Só é possível um desenvolvimento por meio da educação, sem isso nós não avançaremos. Com a implantação da lei, podemos diminuir esses índices alarmantes em nossa cidade”, disse.

O próximo passo para a implantação será a elaboração do material pedagógico com os professores que serão capacitados. Em seguida, será transformado a Lei Maria da Penha num programa para que seja trabalhado na grade curricular para que essa proposta venha contribuir para a consciência das novas gerações.

PRF prende 34 pessoas, recupera 13 veículos e encontra 4 corpos em cinco dias de operação no Ceará

O órgão contou com um reforço de efetivo vindo de outros 18 estados e do Distrito Federal.

Pelo menos 34 pessoas foram presas e 13 veículos foram recuperados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Ceará até esta terça-feira (25), o quinto dia da Operação Saturno, iniciada na sexta-feira (21). Segundo o órgão, os policiais atuaram nas rodovias federais de todo o estado, em atividades de prevenção e ainda de combate à criminalidade.

O órgão contou com um efetivo de reforço de 18 estados e do Distrito Federal, deslocado para reforçar as ações de segurança pública, necessárias desde que parte da Polícia Militar iniciou um motim no Estado, reivindicando reajuste salarial.

De quarta (19) até segunda-feira (24), foram registrados 170 assassinatos no Ceará. O número de mortes registrado no motim deste ano é 37% maior que o verificado na paralisação de 2012.

Troca de tiros

Em uma das ocorrências nas estradas federais do Ceará, registrada na manhã desta terça-feira (25), agentes da PRF trocaram tiros com um homem suspeito de roubar o carro de um policial rodoviário federal aposentado.

Equipes da PRF que faziam o patrulhamento rodoviário avistaram o veículo e acompanharam o condutor, que foi até o bairro Sapiranga, em Fortaleza. Após perder o controle do veículo e provocar uma colisão, o suspeito trocou tiros com os agentes e escapou a pé. Conforme a PRF, o veículo e a ocorrência foram encaminhados à Polícia Civil da região. As buscas pelo suspeito continuaram.

Achados de cadáver

Durante os cinco dias de operação, equipes da PRF encontraram pleo menos quatro cadáveres. No domingo (23), denúncias apontavam que dois homens estavam realizando assaltos em Caucaia, na Grande Fortaleza. Durante as buscas, os policiais encontraram um corpo que, segundo relatos, foi atingido com tiros de arma de fogo por uma dupla em uma moto.

No mesmo dia, a PRF encontrou um cadáver às margens do quilômetro 5 da BR-222, também em Caucaia. No local, havia o corpo de uma mulher que teria sofrido lesões por arma de fogo.

Legislativo, Executivo e Judiciário criam comissão para tratar de paralisação de militares

Os poderes constituídos do Estado do Ceará – Executivo, Legislativo e Judiciário – informam que, por sugestão do Ministério Público do Ceará, está sendo criada uma comissão formada por representantes de cada poder, com a participação do MP-CE e acompanhamento do Exército, com o objetivo de buscar uma solução para por fim à paralisação de parte dos Policiais Militares do estado.