LOGO-NEWS-CARIRI

Região do Cariri deve ganhar novos serviços após Planejamento Regional

Publicidade

Dois dias intensos de reunião, muitas discussões e um só objetivo. “Melhorar a eficiência do setor saúde e garantir um maior acesso dos cidadãos aos serviços públicos”, assim destacou o secretário executivo de vigilância e regulação da Secretaria da Saúde do Ceará, Marcos Gadelha sobre a última etapa do Planejamento Regional do Cariri.

Realizado em Juazeiro do Norte, o evento contou com a participação de gestores municipais, gestores de unidades de saúde, prestadores de serviço e técnicos de saúde dos 45 municípios da macrorregião do Cariri, que representa cerca de 1,6 milhão de habitantes.

Nas fases iniciais do Planejamento, a Sesa interagiu com os diversos atores do SUS na região, ouvindo e debatendo sobre os principais problemas de acesso aos serviços, as dificuldades de financiamento da rede e estabelecendo prioridades e objetivos estratégicos comuns entre os entes municipais e o Estado. Nos dias 5 e 6 de dezembro foi o momento de elencar as prioridades na atenção primária, atenção especializada e atenção hospitalar.

“Nessa terceira fase foi o momento de consolidar e oficializar as prioridades discutidas nas fases iniciais, além de definir as atribuições de responsabilidades de cada um. Essa será a base para a construção de um contrato organizativo de ações públicas de saúde assinado pelos diversos entes da região”, destacou o secretário.

De acordo com os projetos apresentados, foram estipulados metas e prazos. Tendo as primeiras respostas sendo executadas nos próximos três primeiros meses de 2020. “A saúde é um assunto complexo que precisa estar em constante aprimoramento, nada mais justo do que o Estado ouvir a real necessidade da região para corrigir erros e proporcionar à população, serviços novos e melhorar os que já existem como leitos de terapia intensiva, Samu, oncologia. Então com essa pactuação, tem serviços novos sendo implantados na região. O trabalho em conjunto proporcionou uma reestruturação melhor, o que significa uma melhor atenção a população”, afirmou o representante do Hospital Alemão Oswaldo Cruz e apoiador do Conass, Ivan Coelho.

“O que se espera do processo de regionalização, é melhorar a integração dos diversos pontos de atenção da rede de saúde, melhorar a eficiência do setor saúde e garantir um maior acesso dos cidadãos aos serviços no menor espaço de tempo, possível”, finalizou Marcos Gadelha.

Regionalização

A Saúde do Estado é organizada em cinco regiões de Saúde, o Cariri foi a primeira a participar do Planejamento, as outras quatro regiões: Fortaleza, Litoral Leste/Jaguaribe, Sertão Central e Norte receberão as visitas ainda no primeiro semestre de 2020.

A regionalização é a descentralização dos serviços de saúde, ações e processos de pactuação entre municípios e Estado, definida pela Constituição Federal por meio do Decreto 7.508/11 e Lei 8.080/90. A regionalização garante à população um atendimento de qualidade mais próximo de casa.

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas