Cagece intensifica trabalho de limpeza na rede de esgoto em Juazeiro

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) realizou nova limpeza na rede coletora de esgoto em Juazeiro do Norte. Ruas dos bairros João Cabral e do Centro da cidade receberam o serviço que tem como objetivo evitar ocorrências de obstrução e extravasamento de esgoto. O trabalho está sendo intensificado em Juazeiro e dá continuidade a uma ação preventiva.

A companhia realizou a primeira ação no último mês de setembro e nesta segunda etapa dos trabalhos foram percorridas as ruas São Francisco, São Pedro, Santa Luzia, Conceição, Santa Rosa e São José, no bairro Centro, e na rua Capitão Coimbra e nas avenidas Nossa Senhora Aparecida e Ailton Gomes, no bairro João Cabral. Nesta etapa, foi retirada meia tonelada de resíduos.

Durante os serviços, os técnicos da companhia retiraram entulho, areia, buchas e outros materiais plásticos. Na tubulação do centro da cidade, a principal matéria encontrada foi gordura. De acordo com a supervisora de tratamento de esgoto e meio ambiente da Cagece em Juazeiro, Juliana Filgueiras, este tipo de material retirado da rede prejudica o bom funcionamento do sistema e provoca as ocorrências de extravasamento de esgoto nas vias.

“A rede da companhia não é dimensionada para receber resíduos sólidos, ela deve receber apenas o esgoto coletado dos imóveis, que é transportado para a estação de esgoto e passa pelo tratamento. A presença desse tipo de material prejudica o bom funcionamento do sistema e atrapalha o processo de tratamento do esgoto, por isso é tão importante a colaboração da população”, explica.

A orientação da companhia é não despejar restos de comida e óleo na pia, não jogar lixo na rua e nem na rede de esgoto e não levantar a tampa dos Poços de Visita (Pvs), que devem ser manuseados apenas por técnicos da companhia.

Camilo faz visita a Barbalha nesta quinta

O deputado estadual Fernando Santana acabou de anunciar no seu Instagram que o Governador Camilo Santana desembarca no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes na tarde desta quinta-feira.

O parlamentar não adiantou detalhes sobre a agenda de Camilo no Cariri, mas revelou que o Governador veio apurar in loco informações a respeito de uma suposta tentativa da prefeitura de Barbalha de interromper a perfuração de poços artesianos pelo Governo do Estado.

“Quero repudiar qualquer atitude nesse sentido. Água é vida”, disse Fernando em video veiculado no Instagram.

Trabalhadores paralisam atividades no lixão de Juazeiro

POR AGÊNCIA NEWS CARIRI

Desde ontem, 24, cerca de 300 servidores terceirizados da MXM paralisaram as atividades no lixão de Juazeiro do Norte. Eles alegam que a interrupção foi inevitável em razão do acúmulo de lixo na área onde os resíduos são despejados.

Segundo apurado, o maquinário utilizado para espalhar o lixo no local está em manutenção há alguns dias. Sem o serviço, montanhas de detritos se acumulam em todo o espaço.

Hoje pela manhã o News Cariri confirmou a informação que os caminhões carregados de lixo, provenientes da coleta, não adentraram ao lixão. Os veículos estão estacionados na área externa. Até o fechamento desta matéria, a empresa responsável pela limpeza urbana de Juazeiro, a MXM, não se pronunciou oficialmente a respeito do assunto.

Dólar fecha no menor nível em dois meses e bolsa renova recorde

moeda norte-americana fechou no menor nível em dois meses e a bolsa de valores renovou o recorde no dia em que o Senado concluiu a votação da reforma da Previdência em segundo turno.  O dólar comercial encerrou esta quarta-feira (23) vendido a R$ 4,038, com queda de R$ 0,043 (-1,05%). A divisa fechou na cotação mais baixa desde 21 de agosto (R$ 4,031).

 A divisa iniciou o dia com pequena alta. Depois de passar boa parte da manhã vendido a R$ 4,08, o dólar começou a recuar quando o Senado anunciou o acordo para votar o último destaque pendente da reforma da Previdência. A cotação caiu ainda mais a partir das 13h30, quando o Senado encerrou a votação. Na mínima do dia, o dólar chegou a ser vendido a R$ 4,02.

O dia também foi de ganhos no mercado de ações. Depois de bater recorde ontem (22), o índice Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), repetiu o desempenho e fechou o dia aos 107.543 pontos, com alta de 0,15%. O indicador operou perto da estabilidade durante toda a sessão, alternando momentos de alta e de queda.

Além da aprovação da reforma da Previdência, que gerará economia de R$ 800,2 bilhões para o governo nos próximos dez anos, o mercado financeiro foi influenciado por notícias do exterior. O alívio nas tensões comerciais entre Estados Unidos e China e a suspensão das sanções contra a Turquia pelo presidente norte-americano Donald Trump contribuíram para a queda do dólar em todo o planeta.

Com informação: Agência Brasil

Fonte: Noticias ao minuto

Maia: “vamos enfrentar a reforma Administrativa”

presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, previu nesta quinta-feira, 24, que há a possibilidade de o País passar por uma reforma administrativa tão grande quanto a que foi feita na Previdência, votada na quarta-feira (23). “Enfrentamos a Previdência e vamos enfrentar reforma administrativa a partir da próxima semana. Estou confiante. Acho que há possibilidade de fazer reforma tão grande quanto na Previdência”, disse durante palestra no Brazil Institute, do King’s College, em Londres.

Segundo ele, haverá uma reunião na semana que vem com a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Carmen Lúcia para que os dois Poderes tentem colocar pontos que gerem mais conflitos jurídicos no futuro e que acabam sobrecarregando a Justiça.

Maia também disse que a maioria dos deputados sabe que o orçamento atual não atende aos desejos da sociedade e que a política é que “paga a conta”. Um dos pontos, segundo ele, é que a estabilidade no serviço público não pode ser algo que tenha validade infinita após uma pessoa fazer concurso público. Ele também citou que os salários são muito altos no setor público. Não há estímulo para que se chegue ao topo da carreira, e isso ocorre nos três Poderes”, comparou.

Para o presidente da Câmara, também é preciso acabar com estruturas verticais criadas no serviço público que impeçam o servidor de transitar para outras áreas. “Além disso, o governo é obrigado a carregar o servidor por 60 anos: o que ele trabalhou mais a aposentadoria.”

Sobre a composição do Orçamento, Maia defendeu que é preciso ter flexibilidade, pois demandas variam. “Ora é educação, ora é saúde”, citou. Ele comentou ainda que os professores também precisam ter mudanças de carreiras. O presidente da Câmara disse que este é um dos setores de maior lobby no Congresso atualmente e que muitos profissionais preferem se aposentar mais cedo do que ter salários maiores durante a carreira.

Maia tem reuniões com parlamentares britânicos ao longo do dia.

Fonte: Noticias ao minuto

Caixa adotará crédito habitacional pré-fixado em 2020, diz presidente

presidente da Caixa, Pedro Duarte Guimarães, disse hoje (23) que o banco vai adotar crédito habitacional pré-fixado, com taxa fixa, a partir de 2020. Guimarães fez uma palestra nesta quarta-feira na Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro.

 “Até junho do ano que vem queremos lançar o crédito imobiliário sem IPCA e sem TR. Ou seja, sem nenhum tipo de correção. E isto é importante, porque é o natural no resto do mundo. Quando você lança este tipo de financiamento é o mais fácil para poder securitizar e o mais fácil de poder, como cliente, comparar. Quando você tem uma taxa fixa, é muito mais claro para a sociedade e a minha impressão é que os demais bancos virão também [para este sistema]”, disse o presidente da Caixa.

Para Guimarães, o momento econômico do país é propício a quem deseja adquirir uma casa própria. “É um bom momento [para comprar imóveis], porque você tem redução de taxa de juros. Nós estamos já retomando [o crescimento], os indicadores todos dizem, e quando você tem uma economia mais aquecida, o preço do imóvel sobe muito. Então, este é o momento em que você tem crédito imobiliário e o preço dos imóveis ainda não reagiu”, disse.

Para o presidente do banco, as feiras regionais são uma boa oportunidade para se adquirir um imóvel. “A Caixa é o banco de todos os brasileiros. É o banco da habitação. A participação de feiras em todo o Brasil proporciona um ambiente de concretização de negócios no setor da construção civil, contribuindo para o desenvolvimento da economia e facilitando a realização da compra da casa própria”, disse ele.

No Rio, o Salão do Imóvel ocorrerá de sexta-feira (25) a domingo (27), no estacionamento do Shopping Nova América, na zona norte. O atendimento será das 14h às 20h, na sexta-feira; das 10h às 20h, no sábado, e das 10h às 19h, no domingo.

O banco estará presente nos eventos ofertando linhas de crédito com taxas efetivas a partir de 7,50% ao ano, mais TR, ou a partir de 2,95% ao ano, mais IPCA. Também será ofertada a cota de 90% para repasse de unidades financiadas pela Caixa.

A Caixa, com o apoio dos corretores credenciados, atenderá os clientes interessados nos imóveis de propriedade do banco. Serão disponibilizados imóveis nas modalidades de leilão, disputa aberta, disputa fechada e venda online, com possibilidade de compra de imóveis com preços e condições especiais em diversas cidades.

Guimarães disse que, em 2020, a Caixa estará presente em todos os municípios brasileiros. “Nós estamos em 5.415 municípios e vamos chegar aos 5.570 até o ano que vem. Com lotéricas, correspondentes bancários e eventualmente com agências”.

Segundo o presidente, uma das novidades será a utilização de pagamentos com cartões de crédito nas agências, por meio de um produto que será anunciado em breve.

Com informações da Agência Brasil

 Fonte: noticias ao minuto