Prefeitura de Juazeiro do Norte divulga sessões de votação para novos conselheiros tutelares

Está disponível neste site os locais de votação para novos conselheiros tutelares de Juazeiro do Norte, que acontecerá no dia 6 de outubro. Atualmente, 24 candidatos concorrem no processo de escolha unificada. No total, serão 28 sessões distribuídas em escolas da rede pública e privada do município.

Desde o dia 30 de agosto, os candidatos estão em campanha com monitoramento do Conselho Municipal de Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA). Vale ressaltar que a eleição para os Conselhos Tutelares de Juazeiro do Norte acontece em parceria com o Ministério Público do Estado do Ceará.

Serão dez vagas divididas para os dois Conselhos Tutelares do Município, assim como os seus respectivos suplentes. Qualquer pessoa que tenha título eleitoral atualizado até o dia 31 de maio está apta a votar.

Estudantes do IFCE Juazeiro paralisam aulas e exigem apostilamento

POR AGÊNCIA NEWS CARIRI

Estudantes do curso de Educação Física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), em Juazeiro do Norte, realizaram na manhã desta terça-feira (30) mais uma manifestação para cobrar a assinatura do apostilamento do curso, feita pelo reitor da instituição. Assim como ontem, o protesto ocorreu em frente ao campus. Os estudantes chegaram a interditar a entrada principal entre 7h30 e 9h00.

O apostilamento garante aos formandos e egressos de educação física da instituição o direito de exercerem a profissão nas modalidades licenciatura e bacharelado.

A medida foi aprovada pelo Ministério da Educação e depende da assinatura do reitor Virgílio Araripe, que deve se reunir com representantes do Centro Acadêmico de Educação Física nesta quarta-feira.

O modelo de apostilamento já é adotado na Universidade Regional do Cariri (URCA) e no Centro Universitário Dr. Leão Sampaio (Unileão), instituições que ofertam o curso de educação física na região.

Segundo os organizadores da manifestação, os estudantes do curso de Educação Física estarão com as atividades letivas paralisadas até a assinatura do apostilamento.

View this post on Instagram

Estudantes do IFCE Juazeiro paralisam aulas e exigem apostilamento Estudantes do curso de Educação Física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), em Juazeiro do Norte, realizaram na manhã desta terça-feira (30) mais uma manifestação para cobrar a assinatura do apostilamento do curso, feita pelo reitor da instituição. Assim como ontem, o protesto ocorreu em frente ao campus. Os estudantes chegaram a interditar a entrada principal entre 7h30 e 9h00. O apostilamento garante aos formandos e egressos de educação física da instituição o direito de exercerem a profissão nas modalidades licenciatura e bacharelado. A medida foi aprovada pelo Ministério da Educação e depende da assinatura do reitor Virgílio Araripe, que deve se reunir com representantes do Centro Acadêmico de Educação Física nesta quarta-feira. O modelo de apostilamento já é adotado na Universidade Regional do Cariri (URCA) e no Centro Universitário Dr. Leão Sampaio (Unileão), instituições que ofertam o curso de educação física na região. Segundo os organizadores da manifestação, os estudantes do curso de Educação Física estarão com as atividades letivas paralisadas até a assinatura do apostilamento.

A post shared by Portal News Cariri (@news_cariri) on

Hoje: Ana Ruth tenta classificação para a grande final do “The Voice”

POR AGÊNCIA NEWS CARIRI

Representante de Juazeiro do Norte no  “The Voice Brasil” da rede Globo, a juazeirense Ana Ruth, de apenas 18 anos, sobe mais uma vez ao palco do programa na noite desta terça-feira (01) para disputar a semifinal do programa . Ela irá se apresentar na etapa em que disputa a preferência do público e dos jurados para chegar à grande final. .

Nas redes sociais a mobilização já é grande para a votação na jovem juazeirense. Os sufrágios podem ser direcionados através do site G-Show, a partir do início do programa, previsto para ir ao ar às 22h30.

Estabelecimentos comerciais já anunciaram que irão disponibilizar telões para a exibição da apresentação de Ruth no The Voice. Foi o caso da Majestic Pizzaria.

Na semana passada, Ana Ruth avançou à semifinal ao ser escolhida pelo público com 44 % da preferência. Ela interpretou a música “Uma Brasileira”, da banda Paralamas do Sucesso.

Tamo junto Cariri: promoção garante ingresso grátis na compra de outro

Os organizadores da festa “Tamo Junto Cariri” deram início, nesta segunda-feira (30), a uma promoção que garante um ingresso grátis na compra de outro, desde que seja na modalidade social (inteira).

Os bilhetes para o setor arena custam R$ 35,00  para estudantes, R$ 70,00 inteira e R$ 50 social; na área vip estudantes pagam R$ 90,00, a inteira custa R$ 180,00 e a social R$ 100,00; já para camarotos os preços são R$ 120,00 para estudantes, social R$ 130, 00  e inteira R$ 240,00.

Os bilhetes promocionais podem ser comprados no Escritório Yury Paredão, localizado na rua Horácio Campelo, 500 – Limoeiro. A promoção se encerra ja amanhã, 02.

O “Tamo Junto” está programado para acontecer no dia 5 de outubro, e reunirá Xand Avião e Wesley Safadão no parque de exposição Pedro Felício Cavalcante. A festa carrega a marca do empresário Yury do Paredão, conhecido por promover grandes eventos musicais na região.

Petrobras devolve concessões de distribuição de gás natural no Uruguai

A Petrobras comunicou hoje (30) ter concluído a devolução das concessões da distribuidora de gás que a estatal brasileira mantinha no Uruguai ao governo uruguaio. Segundo nota, a subsidiária Petrobras Uruguay Sociedad Anónima de Inversiones (Pusai) transferiu suas ações nas empresas Distribuidora de Gas de Montevideo S.A. (DGM) e Conecta S.A. ao Estado uruguaio. Com isso, a Petrobras sai do segmento de distribuição de gás natural no Uruguai.

 Segundo a Petrobras, a operação ocorreu por meio de um acordo, em conformidade com as negociações realizadas entre o presidente uruguaio, Tabaré Vázquez, e o presidente da companhia, Roberto Castello Branco, conforme foi divulgado em 16 de julho.

A atuação da Petrobras no Uruguai começou em 2004, quando assinou contratos de concessão da Conecta, e, em 2006, assinou contratos com a DGM. Desde então, segundo informou a Petrobras, o cenário para o setor de distribuição de gás no Uruguai se alterou de maneira drástica, provocado por mudanças nas condições de importação do gás argentino, que se tornou única fonte de abastecimento para o país.

As alterações provocaram restrições ao abastecimento e desequilíbrio econômico-financeiro nos contratos das distribuidoras no Uruguai. O problema se agravou a partir de 2008, com o preço de importação do gás argentino para o Uruguai sendo multiplicado por oito no período de 2005 a 2015.

A situação piorou quando o governo abandonou o projeto de construção de uma planta regaseificadora, que poderia resolver o problema do abastecimento, segundo a Petrobras. A fábrica diminuiria as incertezas e riscos relacionados à importação do gás da Argentina. De acordo com a Petrobras, desde o início das concessões, as perdas somavam US$ 116 milhões.

A Petrobras informou que, em relação à arbitragem internacional envolvendo a distribuidora de gás Conecta S.A, a reivindicação da subsidiária da estatal contra o governo do Uruguai foi atendida somente em parte, na medida em que decidiu que o Estado uruguaio teria de revisar o contrato de concessão integralmente.

Os pedidos de rescisão antecipada do contrato de concessão feito pela Conecta foram rejeitados pela Corte Arbitral. Segundo o tribunal, as medidas tomadas pela Argentina a partir de 2004 levaram a um aumento no preço do gás natural e à redução nos volumes disponíveis para o Uruguai, constituindo “circunstâncias graves e imprevistas” que afetaram a equação econômico-financeira da concessão.

As operações da Petrobras no Uruguai, que começaram no setor de gás natural, incluíam a distribuição e comercialização de combustíveis, lubrificantes e combustíveis.

Com informação: Agência Brasil

 Fonte: Noticias ao minuto

Dívida bruta volta a crescer em agosto e encosta em 80% do PIB

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A dívida bruta do governo atingiu em agosto o equivalente a 79,8% do PIB (Produto Interno Bruto), superando a patamar recorde anterior, alcançado em abril deste ano (79,1% do PIB), segundo o Banco Central.

 Em relação a julho deste ano, houve aumento de 0,8 ponto percentual. 

A dívida bruta, que inclui os números do governo federal, INSS e governos estaduais e municipais, alcançou R$ 5,6 trilhões em agosto.

O indicador tem subido anualmente desde 2013. Em agosto daquele ano, estava em 53,5% do PIB.

Como o país deixou de ser superavitário em 2014 e começou a registrar déficits, o endividamento disparou nos últimos anos e se agravou também devido à recessão iniciada naquele ano e seguida por um período de fraco crescimento que perdura até hoje.

Somente em 2019, houve crescimento de 2,6 pontos na relação dívida bruta/PIB, devido a fatores como efeitos da incorporação de juros (aumento de 4,0 p.p.), emissões líquidas de dívida (aumento de 0,6 p.p.), ajuste decorrente da desvalorização cambial (aumento de 0,3 p.p.) e do crescimento do PIB nominal, que contribuiu para uma redução de 2,3 p.p. na dívida.

Devido às manobras fiscais realizadas no governo Dilma Rousseff, que criaram distorções nos dados da dívida líquida, analistas passaram a dar mais importância à dívida bruta para avaliar o nível de endividamento do país.

O nível próximo de 80% do PIB é considerado alto para países emergentes, que têm mais dificuldades para se financiar e pagam juros mais altos que nações desenvolvidas.

Em evento realizado nesta segunda (30) pela Abimaq (associação do setor de máquinas e equipamentos), o economista Felipe Salto, diretor-geral da IFI (Instituição Fiscal Independente), comentou o aumento da dívida bruta nos últimos anos, ao afirmar que ainda há quem afirme que o aumento dos gastos públicos não são um problema e que defenda que o governo deveria rever a regra constitucional do teto de gastos.

A dívida líquida do setor público alcançou em agosto 54,8% do PIB. Em 2013, estava próxima de 35% do PIB.

Os dados divulgados pelo BC nesta segunda-feira (30) mostram também que o setor público registrou déficit primário de R$ 13,4 bilhões em agosto, abaixo dos R$ 16,9 bilhões no mesmo mês de 2018.

Fonte: Noticias ao minuto