Camilo vai às ruas para reafirmar controle da segurança

POR AGÊNCIA NEWS CARIRI

Em um aceno à população para reafirmar o controle da segurança pelo Estado, o Governador Camilo Santana saiu às ruas nesta quarta-feira. Em vídeo publicado agora há pouco nas suas redes sociais, o chefe do executivo percorre vários bairros de Fortaleza e conversa com a população e policiais.

“Nas últimas horas intensificamos o policiamento nas ruas e a realização de várias operações com o objetivo de combater o crime e dar mais segurança aos cearenses. Até o início desta tarde nossas Forças de Segurança já prenderam 57 pessoas envolvidas em atos criminosos. O nosso trabalho será cada vez mais intenso na capital, RMF e também no interior”, garantiu Camilo.

veja o Vídeo

Em Altaneira, vereadores e prefeito fazem embate sem fim

Por Madson Vagner

Na última semana, o vereador Antônio Leite qualificou o prefeito Dariomar de mentiroso. As declarações têm sido uma constante nas sessões da Câmara do município.

O embate político entre o prefeito de Altaneira e a oposição, liderada na Câmara pelo seu presidente professor Adeilton, parece não ter fim. Sem maioria na Casa, mas com uma bancada suficiente para evitar uma cassação, os grupos se revezam entre acusações e denúncias. A Câmara faz crítica e denúncias, o prefeito responde e a Casa acusa o gestor de mentiroso.

Na última semana, o vereador Antônio Leite qualificou o governo de incompetente e o prefeito de mentiroso. Apesar de fortes, as declarações têm virado uma constante nas sessões do Legislativo. O vereador se referia à acusação do prefeito Dariomar Rodrigues, de que os vereadores queriam promover o fechamento do hospital e estariam atrapalhando a locação de veículos necessários às secretarias. Agora é saber quais os próximos capítulos dessa tensão sem fim.

Aluno de escola estadual cearense discursa em reunião do Unicef na sede da ONU

Driblar o nervosismo para discursar contra o trabalho infantil diante de uma plateia internacional formada por representantes de dezenas de países na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque (EUA). Esta foi a missão do cearense Felipe Caetano, aluno da Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Alda Façanha, em Aquiraz, durante a abertura da reunião do Conselho Executivo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), no último dia 11 de setembro.

O estudante foi convidado pela própria organização para participar como delegado durante o evento. Felipe representou não apenas os alunos cearenses, mas transmitiu a mensagem de todos os jovens do mundo com o objetivo de combater o trabalho infantil, uma pauta, que, segundo ele, ainda é um pouco esquecida. Além do estudante, apenas uma outra adolescente americana discursou sobre o meio ambiente.

“Meu discurso foi sustentado no combate ao trabalho infantil. Existe um nervosismo e tudo. Porém, a sensação de dever cumprido, de que eu estava ali falando para representantes de diversas nações sobre um problema que acontece em todos os países, foi muito maior. Fazer aquele discurso foi algo histórico, que nunca tinha acontecido. Foi bastante importante, principalmente, por permitir que os adultos ouvissem as nossas vozes”, avaliou.

Para Felipe, participar da reunião do Unicef também foi um reconhecimento da militância dele contra a exploração de milhões de crianças, que são obrigadas a trabalhar em todo o mundo. “Eu me senti representando, senti que a minha luta de combater o trabalho infantil vale muito a pena”, afirmou.

Em sua fala, o jovem de 17 anos agiu com a propriedade de quem já teve de trabalhar na infância. Aos 8 anos, ele catava latinha nas ruas com os primos. Aos 12 anos, ingressou no Núcleo de Cidadania dos Adolescentes (Nuca), ação do Selo Unicef e, então, mudou a trajetória de vida. “Só a educação e a participação cidadã de crianças e adolescentes serão capazes de mudar o mundo”, disse o cearense no discurso histórico.

Segundo Felipe, o convite do Unicef também é um incentivo para que ele continue com a missão de lutar pelos direitos das crianças e adolescentes. Aluno do 3º ano do Ensino Médio, ele pretende cursar a faculdade de Direito para, depois, ingressar no Ministério Público do Trabalho (MPT). “Eu pretendo seguir a carreira de procurador do trabalho. Então, esse convite foi muito significativo, pois me impulsiona a continuar trilhando esse caminho pelos direitos humanos, contra o trabalho infantil e pelo direito à Educação para todos”, afirmou.

Na busca pelos sonhos, Felipe ressalta o apoio da EEEP Alda Façanha. “Os professores apoiam bastante, desde sempre reconhecem a minha luta e a importância de se debater o trabalho infantil e se valorizar a educação. Então, eu tive muito suporte da gestão também, de todos os professores, toda a estrutura da escola, todos os profissionais, todos sempre em abraçaram, inclusive os próprios alunos, e eu sou muito grato por isso”, reconhece o jovem.

Sobre o incentivo dos colegas da escola, durante a missão no Unicef, ele disse que todos acompanharam a viagem em tempo real e ficaram muito felizes. “Eles disseram que ficaram bastante emocionados e representados com o discurso. Então, eu tenho a sorte de ter amigos que torcem por mim e que também compartilham dos mesmos pensamentos que eu”, elogiou.

TCE visita Câmara do Crato e convida vereadores para evento

Representantes do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE) estiveram hoje pela manhã na Câmara de Vereadores do Crato para convidar os edis a participarem da próxima etapa do programa “TCE no seu município”, que acontecerá no dia 10 de outubro no centro de convenções do Cariri e na faculdade de direito da Urca, no Crato.

Na ocasião, serão promovidos cursos de aperfeiçoamento e treinamento para agentes públicos do município. As inscrições para o evento podem ser feitas no site www.ipc.tce.gov.br. Informações são fornecidas através do telefone (85) 3488 4855.

”Véi da pisadinha” bomba no YouTube com o clipe do “Solinho Agressivo”

Originalmente do Cariri, o clipe “Solinho Agressivo” ou “piseiro” se tornou um dos hits mais vistos no YouTube nas últimas 24 horas. Gravado em um balneário de Missão Velha e lançado na plataforma ontem, o clipe já alcançou mais de 260 mil visualizações e está classificado nos vídeos em alta, sendo o 7º mais visto em todo o Brasil.

Cantado pela banda Forró cratense do HF, o “pizeiro” se notabilizou nas vozes de Anderson dos teclados e do “Véi da Pisadinha”. Em poucos dias, a música caiu no gosto de muitas pessoas pela batida característica ao som do forró e pisadinha.

O clipe lançado no You Tube promete alcançar mais pessoas nos próximos dias. O vídeo contou com a participação de Orlandinho, de Salgueiro, conhecido como o “Rei do Piseiro” nas redes sociais.

Educação Profissional favorece o ingresso de jovens caririenses no mercado de trabalho

Com o objetivo de ampliar as possibilidades de formação aos jovens estudantes da rede pública estadual, o Governo do Ceará segue investindo nas Escolas de Educação Profissional. A modalidade permite que os alunos aprendam as disciplinas da base comum curricular, ao tempo em que se preparam para exercer um ofício, durante o ensino médio, aumentando as chances de ingressar no mercado de trabalho logo após o término desta etapa.

A região do Cariri concentra 17 escolas com esta característica, distribuídas em 14 municípios, sob a abrangência das Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (Credes) 18, 19 e 20, que funcionam como extensões da Secretaria da Educação (Seduc) nesta área do interior do estado. Ao todo, cerca de 7.200 alunos são atendidos por estas unidades de ensino, que têm conseguido rendimentos acadêmicos considerados de excelência, segundo os principais indicadores educacionais, com índice médio de aprovação chegando a 98,55% no ano de 2018.

Jorddyan Weslley Cabral, de 17 anos, faz a 3ª série do curso técnico em Informática na Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Aderson Borges de Carvalho, em Juazeiro do Norte. A afinidade com o ramo escolhido veio da experiência vivenciada em casa, junto ao pai e ao irmão mais velho, que são técnicos em Informática. “Por causa disso, já sabia de algumas coisas antes de entrar no curso, mas escolhi fazer essa formação para conseguir mais conhecimento. Essa experiência é um aditivo a mais ao nosso currículo”, considera.

Jorddyan lembra que além dos conteúdos práticos, também tem aprendido na escola algumas regras de conduta profissional que podem ser decisivas para a contratação por uma empresa. “Aqui se prega muito a questão da postura apropriada ao mercado de trabalho. Somos incentivados a perder a timidez e, constantemente, simulamos entrevistas de emprego com nossos coordenadores, como se estivéssemos em um setor de recursos humanos. Tudo isso auxilia bastante a preparar a gente”, conta.

Diferencial

Vitor Rafael Silva Carneiro, de 17 anos, que está na 3ª série do curso técnico em Manutenção Automotiva da EEEP Maria Violeta Arraes de Alencar Gervaiseau, no Crato, acredita que esta modalidade de ensino é inovadora e necessária. “Ter a oportunidade de uma profissionalização na adolescência é algo de grande valia, porque poderemos engrandecer o nosso currículo e, consequentemente, a nossa carteira de trabalho, futuramente. Desde cedo vamos aprendendo sobre a profissão e o mercado, o que nos dá uma boa experiência e melhores chances de conseguir bons empregos mais cedo”, avalia.

“Pretendo seguir na área. É um setor que tem disponibilidade de vagas e oferece boa renda. Sei que se me dedicar e seguir em frente, poderei crescer muito”, projeta o jovem.

Além de Informática e Manutenção Automotiva, as Escolas Profissionais da Região oferecem cursos como Administração, Enfermagem, Design de Interiores, Agropecuária, Segurança do Trabalho e Contabilidade, entre outros.

Sobre a Educação Profissional

A partir de 2008, foram implantadas as Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEP). Antes, não havia escolas com essa modalidade de ensino. O programa começou com 25 escolas. No ano seguinte, foram mais 26 unidades. Atualmente, são 122 EEEPs em todo o Estado, que reúnem 50 mil alunos matriculados em 52 cursos, em 98 municípios.

Nessas unidades, é ofertado o Ensino Médio integrado à Educação Profissional, com duração de três anos, com funcionamento diário em tempo integral, das 7h às 17h. Durante o terceiro ano, o Governo do Estado propicia o acesso ao estágio curricular obrigatório e remunerado a todos os alunos.

Além das disciplinas da base comum curricular e da formação profissional, os alunos destas escolas têm acesso a componentes curriculares como Empreendedorismo, Projeto de Vida, Formação para a Cidadania, Projetos Interdisciplinares e Língua Estrangeira Aplicada. A carga horária total trabalhada ao longo dos três anos do ensino médio integrado à educação profissional é de 5.400h.

Vereador pede informações sobre a falta de transporte escolar em Juazeiro do Norte

O vereador Zé Barreto apresentou na última sessão ordinária requerimento verbal solicitando que o município ofereça ônibus regulares para os estudantes que percorrem muitos quilômetros até a sede do município para estudarem. Segundo relatou, a comunidade do Catolé pediu que o parlamentar intervisse na regularização da linha que faz aquele percurso, pois quando o ônibus fura o pneu, não vai, e por várias vezes os alunos ficam prejudicados, sem aulas.

De acordo com Zé Barreto, o transporte escolar é fundamental para os pais que não dispõem de meios para conduzir seus filhos às unidades de ensino. “A regulamentação garante o estreito cumprimento das normatizações vigentes, e propicia aos pais a tranquilidade para conferir a segurança na locomoção dos filhos, contudo, esse direito está sendo violado, deste modo, peço tomada de providências à Secretária de Educação, Maria Loureto de lima, e ao diretor de transportes da SEDUC, João da Clotran”, argumentou o parlamentar.

Governador determina intensificação de operações e reforço do policiamento nas ruas

“Não vamos arredar um milímetro para combater o crime organizado no Ceará. A possibilidade de regalias no sistema prisional é zero. Nossa determinação é intensificar as operações. Nossas forças policiais têm combatido essas ações e prendido esses bandidos, já são mais de 30. Todos os bandidos serão presos e punidos dentro da lei”, a declaração foi dada pelo governador do Ceará, Camilo Santana em suas redes sociais, após reunião realizada na tarde desta terça-feira com a cúpula da segurança pública.

Para aumentar o policiamento nas ruas, o chefe do executivo estadual autorizou a suspensão das férias dos policiais e que todos os agentes de segurança que estão prestando serviços administrativos sejam deslocados para o serviço de patrulhamento a fim de garantir a tranquilidade da população. Ainda como medida administrativa, Camilo Santana autorizou o aumento de horas extras para todos os policiais.

“Além disso, estamos fazendo parcerias com a Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Ministério Público, todas as forças de segurança, inclusive com a guarda municipal e a Autarquia Municipal de Trânsito, em Fortaleza, no sentido de intensificar e combater esses crimes. Blitz e ações serão realizadas em todas as cidades cearenses”, disse o governador.

Como forma preventiva e tática para manutenção do funcionamento do sistema prisional, a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) decidiu transferir 257 presos das unidades da Pacatuba, Quixadá e CTOC. “As lideranças serão transferidas para presídios federais. As vagas já foram autorizadas pelo departamento penitenciário nacional”, comunicou Camilo Santana.

O governador comentou também que conversou com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, para avaliar a possibilidade e a necessidade de reforço de tropas federais no Ceará.

Criança de 2 anos que presenciou morte da mãe vai prestar depoimento sobre o crime

A criança de dois anos que presenciou a morte da mãe Laysse da Silva Carvalho, em Nazária, a 30 km de Teresina, vai prestar depoimento sobre o crime. De acordo com a Polícia Civil, ela é a única testemunha que pode identificar o autor do homicídio. O suspeito do crime, preso horas depois, prestou esclarecimentos à delegada do caso nessa terça-feira (24).

“O menino será ouvida em breve por um psicólogo e o depoimento será incluído no inquérito policial. Ele foi encontrado dentro de casa, abraçado com o corpo da mãe no dia do crime. Segundo a família, ele diz que viu a mãe brigando com um homem de faca”, informou a delegada do caso, Luana Alves.

O crime aconteceu na sexta-feira (20), dentro da casa da vítima. Laysse da Silva Carvalho foi encontrada despida e com um corte profundo no pescoço em cima da cama, e o quarto revirado.

O suspeito Thalisson Francisco Araújo foi preso horas depois com o celular da vítima e autuado por receptação, mas liberado no dia seguinte durante audiência de custódia.

Nessa terça-feira (24), a Polícia Civil ouviu o suspeito de matar a jovem. De acordo com a delegada, o homem negou o crime e diz que comprou o celular da vítima de outra pessoa.

Suspeita de latrocínio

Ao G1, a delegada Luana Alves explicou que devido a comoção do caso, o crime passou a ser investigado pelo Núcleo de Feminicídio do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). Segundo ela, ainda não existem evidências que indiquem o crime de gênero.

“O suspeito e a vítima não tinham envolvimento amoroso ou qualquer outra relação de proximidade. O laudo do IML também não constatou violência sexual. A suspeita é mesmo de latrocínio, roubo seguido de morte. O Thalisson nega o crime e diz que comprou o celular da vítima por R$ 350, mas não sabe informar de quem”, disse.

Conforme Luana Alves, o suspeito deu várias versões contraditórias durante o depoimento. Ele também apresenta marcas de arranhões nos braços e nas costas, que denotam luta corporal.

“Ao ser questionado das marcas no corpo, ele diz ter se machucado na parede e outra hora conta de uma luta corporal, mas não sabe informar com quem. Ele deve continuar em liberdade, mas monitorado por tornozeleira eletrônica, até a conclusão do inquérito. Já ouvimos algumas testemunhas e as diligências continuam”, comentou.

Polícia descarta ex-companheiro

Inicialmente, a polícia chegou a suspeitar que o autor do crime fosse o ex-companheiro da vítima, pai da criança de dois anos. No entanto, ele prestou depoimento na Delegacia de Nazária e foi liberado em seguida.

Ele chegou a ser novamente ouvido nessa terça-feira (24), desta vez pela delegada Luana Alves. De acordo com ela, o ex de Laysse não tem envolvimento com o crime.

Fonte: Noticias ao minuto

Aluna da Uespi varre sala após greve dos funcionários da limpeza por falta de pagamento

Um vídeo mostra uma estudante varrendo a sala de aula da Universidade Estadual do Piauí, do campus Clóvis Moura, no bairro Dirceu, Zona Sudeste de Teresina, pela ausência de funcionários de serviços gerais, que paralisaram as atividades há uma semana por falta de pagamento. Além disso, a instituição enfrenta a falta de quase 600 professores em diversos cursos e problemas de estrutura.

Nas imagens, a aluna limpa a sala que se encontra bastante suja, enquanto a outra estudante responsável por gravar o vídeo reclama da ausência de funcionários para realizar a limpeza do campus. Durante o vídeo, elas relatam que os funcionários estão há meses sem receber salário e por isso não estão trabalhando.

As alunas alegam ainda, que funcionários terceirizados do serviço de segurança da universidade também ameaçam interromper as atividades pela ausência de pagamento. A Secretaria de Fazenda (Sefaz) informou que há atrasos e que está buscando resolver junto à empresa.

De acordo com o diretor social do Sindicato dos Terceirizados do Piauí, Tiago Reis Silva, os servidores estão três meses sem salários. Ao todo, 230 funcionários atuam nos dois campi da Universidade Estadual do Piauí em Teresina.

“Na verdade, estamos há três anos nessa situação, com pagamento sempre em atraso. Além dos salários, os servidores estão quatro meses sem receber o vale alimentação”, disse o diretor.

Ausência de professores e falta de estrutura

A Universidade Estadual do Piauí está com mais de 600 disciplinas sem professores em vários campus. Atualmente são 21.489 estudantes e 900 professores, mas a necessidades de mais 500 docentes.

De acordo com a Associação dos Docentes do Ensino Superior do Piauí (ADCESP), em São Raimundo Nonato são apenas dois professores no curso de geografia e em Bom Jesus são apenas três professores no curso de pedagogia. Em cada um desses casos seriam necessários pelo menos mais seis professores.

A coordenadora geral da ADCESP, Rosângela Assunção, informou que o governo não deu previsão de quando serão contratados novos professores e ainda quer distribuir os profissionais entre as disciplinas desfalcadas.

“Nós do sindicato, nos posicionamos contrários a decisão. Denunciamos que se fosse mandado o projeto para a Assembleia Legislativa do Piauí sem antes um discussão entre professores, colegiados e conselhos superiores estariam praticando um crime contra a autonomia da universidade”, disse.

Por conta da falta de professores, alunos estão tendo que pagar disciplinas junto de turmas de outros cursos para não ficarem sem aula. “A turma de agronomia está pagando uma disciplina de química, junto com minha turma por falta de professores. Nós estamos sem professor de matemática e não tivemos a mesma sorte, não conseguimos uma turma para pagarmos juntos”, disse a estudante de química, Raila Kelly.

Segundo o pró-reitor de Administração da Uespi, Pedro Antônio Soares, os ajustes no que diz respeito a problemas de estrutura estão sendo resolvidos.

“Vemos com muita preocupação a questão das disciplinas em aberto e estamos fazendo o possível para resolver essa questão. A solução inicial é a contratação de novos professores efetivos, mas limitações Lei de Responsabilidade Fiscal [LRF] nos impede. Há também a possibilidade de contratação de professores substitutos, mas há uma lei que impede a contratação para além dos 20% do total de efetivos. Hoje estamos com 21% desse percentual, portanto, estamos acima do que estabelece a legislação. Nesse sentido foi constituído uma comissão formada pelo Governo do Estado, administração superior e sindicato para discutir as possíveis saídas, uma delas é a possibilidade de alteração desse dispositivo da lei que estabelece os 20%”, explicou.

Fonte: G1.com