Vereador Florisval Coriolano anuncia asfaltamento da rua Padre Cícero, no Crato

O presidente da Câmara de Vereadores do Crato, Florisval Coriolano (PRTB), anunciou nesta terça-feira que, a seu pedido, a prefeitura do Crato construirá o asfaltamento da Rua Padre Cícero, na vila Padre Cícero. A obra era motivo de frequentes solicitações da população ao vereador, que levou a demanda ao conhecimento do prefeito José Ailton Brasil (PP).

“Agora no começo de outubro o prefeito garantiu que estará começando o asfalto em toda a sua extensão”, anunciou Florisval, acrescentando agradecimentos ao gestor pelo atendimento de seu requerimento.

Bombeiros Militares do Ceará representam o Brasil em competição mundial na França

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), por meio do Batalhão de Socorro de Urgência (BSU), vai competir na categoria de Atendimento ao Trauma na World Rescue Challenger (WRC) – Seletiva Mundial de Resgate. Os dois militares embarcaram, no início da noite desse domingo (8), rumo à cidade de La Rochelle, na França. A competição ocorrerá no período de 11 a 15 de setembro, e contará com equipes de todo o mundo. Sendo a primeira vez que bombeiros militares cearenses representam o Brasil.

Os bombeiros do Batalhão de Socorro de Urgência do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará foram o 1° lugar na Seletiva Brasileira de Trauma, na categoria desenvolvimento; e 2° lugar geral da competição em todas as categorias. O Team Trauma Ceará (Equipe de Trauma do Ceará) é composta pelo tenente-coronel Francisco Albert Einstein Lima Arruda (técnico da equipe); o primeiro-sargento Márcio Lemos dos Santos e o soldado Francisco Antônio Rodrigues da Silva Júnior. “A nossa expectativa é sermos campeões mundiais de atendimento ao trauma”, ressalta o tenente-coronel Albert, comandante do Batalhão de Socorro de Urgência.

Na sexta-feira (6), os bombeiros militares que compõem o Team Trauma Ceará (Equipe de Trauma do Ceará) estiveram no Quartel Central do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, em Fortaleza, para entregar ao coronel comandante geral do Corpo de Bombeiros, Luís Eduardo Soares de Holanda, o uniforme e colete que a equipe usará durante a competição na França.

Clientes denunciam caos no atendimento da Enel em Juazeiro do Norte-CE

Por Agência News Cariri

Superlotação, filas intermináveis e demora. Essas são apenas algumas das reclamações dos clientes que procuram a agência da Enel em Juazeiro do Norte. Conforme relatos, a situação já se arrasta há meses, sem nenhuma providência à vista a ser adotada pela empresa, responsável por fornecer energia elétrica para todo o Ceará.

“Meu pai foi pra lá 7h30 da manhã e saiu 16h00 sem nada resolvido. Um absurdo. Pior empresa que já vi no Ceará no fornecimento de energia”, relatou uma cliente na fila de espera, que pediu para ter sua identidade preservada.

Conforme apurado, a maioria das reclamações se referem ao corte do fornecimento de energia em casos de clientes que não são titulares das faturas que chegam às residências onde moram. Em situações assim, mesmo com o pagamento da fatura em dia, a distribuidora tem efetuado o corte do do fornecimento, causando revolta aos usuários.

Em nota, a Enel reforçou que o risco de corte em casos de falta de titularidade já vinha sendo alertado aos clientes. Sobre a demora nos atendimentos, a empresa afirma que eventuais atrasos são ocasionados por instabilidade na rede de operadora de telefonia e internet.

Secretaria de Administração Penitenciária do RN fecha CDP e transfere 134 presos em Parnamirim

A Secretaria de Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte (Seap) desativou, em definitivo, o Centro de Detenção Provisória de Parnamirim, na Grande Natal. O fechamento aconteceu na noite desta segunda-feira (9), após a remoção dos 134 internos da unidade, que foram transferidos para a Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP). Segundo a secretaria, CDP foi desativado por causa da falta de estrutura e segurança do local.

“A Seap/RN se preocupa com a condição de trabalho dos agentes penitenciários, as condições de encarceramento, as condições de segurança das instalações e da região onde estão inseridas”, justificou a secretaria.

Com o fechamento do CDP, os servidores também serão mantidos no mesmo município. “Importante ainda para os familiares e sem criar dificuldade para a manutenção dos serviços no sistema prisional do RN”, acrescentou a Seap.

Unidades desativadas

Com a desativação do CDP de Parnamirim, agora são 15 as unidades deste tipo fechadas no estado como parte do processo de reestruturação do sistema prisional potiguar. Os primeiros foram desativados ainda em 2017.

CDPs desativados:

CDP de Santa Cruz, em Santa Cruz

CDP de São Paulo do Potengi, em São Paulo do Potengi

CDP da Zona Norte, em Natal

CDP de Pirangi, em Natal

CDP do Potengi, em Natal

CDP da Ribeira, em Natal

CDP de Patu, em Patu

CDP de Macau, em Macau

CDP de Nova Parnamirim, em Parnamirim

CDP de Parnamirim (masculino), em Parnamirim

CDP de Parelhas, em Parelhas

CDP de Assu, em Assu

CDP de Currais Novos, em Currais Novos

CDP de Pau dos Ferros, em Pau dos Ferros

CDP de Ceará-Mirim, em Ceará-Mirim

Fonte: g1.com

Paraíba tem 20 casos de malária confirmados

Ao todo, 20 casos de malária foram confirmados na Paraíba até esta terça-feira (10), de acordo com o Hospital Universitário Lauro Wanderley (HU), em João Pessoa. O 20º caso aconteceu com uma mulher de 21 anos, moradora do Conde, internada no HU no dia 31 de agosto. Ela deve receber alta ainda nesta terça.

O primeiro caso da doença no estado, este ano, foi constatado em uma mulher, de 35 anos, moradora do município do Conde, na Região Metropolitana da capital paraibana. Ela foi internada no mesmo hospital no dia 29 de março.

Outros 19 casos da doença já foram confirmados, além de um “importado”, ou seja, que não foi contraído na região, já foram identificados no estado. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o município do Conde é considerado como área de risco para a malária na Paraíba.

A malária não é uma doença comum no Estado mas ela é transmitida pela fêmea do mosquito Anopheles, que pode ser encontrado na Paraíba nas espécies An.aquasalis; An. albitarsis; An.bellator e An. Argyritarsis.

É necessário que o mosquito esteja infectado pelo protozoário Plasmodium nas espécies P. vivax, P. falciparum e P. malariae, que age na corrente sanguínea para causar a doença.

Além da transmissão por mosquito, a doença pode ser difundida por contato de uma corrente sanguínea com o sangue contaminado.

Fonte: g1.com

Incêndio atinge barracos de madeira e deixa moradora ferida em Fortaleza

Um incêndio atingiu dois barracos de madeira e deixou uma moradora ferida no Bairro São João do Tauape, em Fortaleza, por volta das 5h desta terça-feira (10). Segundo testemunhas, quatro pessoas residiam de forma irregular no espaço e uma delas foi socorrida para uma unidade hospitalar.

A mulher ferida, que teve o braço queimado, conseguiu escapar do fogo com o a ajuda do músico Felipe Bezerra. “Ouvi o grito da moradora pedindo socorro. Não pensei duas vezes, corri e fui socorrer ela. Foi um livramento de Deus”, relata.

Ainda segundo Felipe, os barracos eram feitos de madeira e o telhado de plástico. No local havia material inflamável, como restos de sucata, roupa e plástico.

O funcionário público Júlio César Rocha Lobo mora perto do local do incêndio e acordou assustado com as chamas. Ele conta que a cerca elétrica da sua casa chegou a disparar e, em seguida, também queimou. “Houve pequenas explosões, que jogavam resíduos de fogo no quintal e eu apaguei”, afirmou.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada ao local para apagar as chamas. Os outros moradores dos barracos não foram encontrados no local.

Fonte: G1.com

Maior açude do Ceará, Castanhão atinge segundo pior volume da história para setembro e abastecimento no Vale do Jaguaribe é ameaçado

O açude Castanhão, no Ceará, atingiu o segundo pior volume hídrico de sua história para o mês de setembro, chegando a apenas 4,48% da capacidade. O reservatório, o maior do estado, é responsável por abastecer municípios do Vale do Jaguaribe e da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Até o ano passado, o açude assegurava parte desse fornecimento por meio do projeto Eixão das Águas. Neste ano, no entanto, o baixo nível de água coloca em risco o abastecimento de cidades das regiões do Médio e Baixo Jaguaribe.

O volume reduzido é consequência do baixo aporte de água verificado na última quadra chuvosa, entre os meses de fevereiro e maio, na Bacia do Salgado, que alimenta o açude. Durante o período, o Castanhão teve ganho de apenas 5% de volume, três pontos percentuais a menos que o registrado em 2018, quando a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) contabilizou recarga de 8%.

A explicação para este cenário está na irregularidade das chuvas. Apesar de a pluviometria de 2019 estar acima da média histórica, a concentração de precipitações não foi uniforme, o que significa que algumas bacias tiveram bons aportes hídricos, enquanto outras, como a do Salgado, ganharam pouco volume.

As limitações do Castanhão ameaçam o abastecimento nos municípios de Tabuleiro do Norte, São João do Jaguaribe, Limoeiro do Norte, Jaguaribara e Russas. Essas cidades só têm água garantida até 1º de fevereiro de 2020.

Os demais municípios que antes dependiam de liberação de água do açude passaram a ser abastecidas por poços profundos ou por outros reservatórios.

Garantia de água

Além da região do Vale do Jaguaribe, os efeitos da baixa no reservatório também são sentidos na Grande Fortaleza, que teve abastecimento pelo Castanhão suspenso em abril deste ano. A paralisação é necessária para que o açude recupere parte do volume perdido.

O diretor de Operações da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) para o Interior, Hélder Cortez, afirma que a interrupção no fornecimento de água para a Região Metropolitana de Fortaleza não afetará a população.”Temos bastante água nos açudes Pacoti, Riachão, Gavião e em outros reservatórios da região. Essa reserva é suficiente para atender à demanda até junho de 2020″, justifica.

Apesar dessa garantia, o diretor ressalta a importância de uma boa recarga nos grandes açudes na próxima quadra chuvosa. Para garantir este abastecimento, o estado aguarda a conclusão do Projeto de Integração do Rio São Francisco (Psif). Após sete prazos não cumpridos, a expectativa é que as águas do Velho Chico cheguem ao Castanhão no primeiro trimestre de 2020. A expectativa é que a transposição dê segurança hídrica a 12 milhões de nordestinos.

 Fonte: g1.com