Grupos de tradição de quatro estados se encontram no Sesc Cultura de Raiz

No mês de setembro, no período da Romaria de Nossa Senhora das Dores, acontece mais uma edição do projeto Sesc Cultura de Raiz nas cidades de Juazeiro do Norte, Porteiras, Potengi e Barbalha. Na unidade do Sesc, em comunidade quilombola, em escolas públicas e em um museu orgânico, os grupos de tradição, tendo à frente mestres e mestras da cultura, se apresentam e conversam sobre os folguedos que mantém vivos em suas regiões.

 

O Sesc traz coletivos de quatro estados nordestinos para a ação “Brincantes e Romeiros, Tradição e Fé”, dias 12 e 13.  De Maceió, virão os grupos Guerreiro São Pedro Alagoano e Guerreiro Mensageiros do Padre Cícero; Maneiro Pau Santa Brígida é o grupo da Bahia, e, da Paraíba, se apresenta Estrela do Forró Mestre Zé Bil. O Reisado Renascer da Tradição representa Juazeiro do Norte.

 

Na comunidade Quilombolas do Souza, na cidade de Porteiras, o terreiro se anima no dia 14, às 17h, com o encontro temático “Artefatos da cultura negra”. A anfitriã é a Maria Josefa da Conceição, a Mestra Maria de Tiê, diplomada em fevereiro com o Tesouro Vivo da Cultura do Estado do Ceará. Seguindo o ofício de seu pai, Mestre Luiz Manoel de Souza, ela dá continuidade ao Maneiro-Pau e ao Coco dos Souzas.  Quem visita é o Coco Frei Damião, grupo formado por somente mulheres de Juazeiro do Norte e coordenado por Mestra Marinez.

 

Dia 18 está marcado o encontro de reisados no Sítio Sassaré, em Potengi, comemorando um ano de fundação do Museu Orgânico Casa Mestre Antonio Luiz. Participa o Reisado Rei de Congo do Mestre Aldenir, um dos brincantes mais antigos do Crato, em atividade há cerca de 60 anos e condecorado com o título de Mestre do saber e das artes do povo do Cariri. O segundo grupo é o Reisado São Miguel e por fim o Reisado de Caretas de Couro, tradição da localidade de Potengi. Na casa de Mestre Antônio Luiz de Souza, o Sesc fundou em 2018 o museu  orgânico em sua homenagem.

 

Escolas recebem mestres de cultura

 

“Muito Prazer Sou Tradição” é o encontro que o Sesc Cultura de Raiz promove entre os mestres da cultura e estudantes. Dia 30 de setembro, duas escolas públicas de Barbalha e a Educar Sesc, em Juazeiro do Norte, recebem da Banda Cabaçal Todos os Santos, o grupo Batuques de Rei, o Maneiro Pau do Mestre Raimundo e os integrantes da Dança do Capim da Lagoa. Além das apresentações, o mestre de cada grupo palestra sobre a história do folguedo.

 

Serviço

 

 12/9

Sesc Cultura Raiz – Brincantes e Romeiros, Tradição e Fé 

Horário:17h
Local: Unidade Sesc Juazeiro do Norte – Terreiro da Mestra Margarida
Apresentações

Banda Cabaçal Santa Edwirges

Banda Padre Cícero

Reisado São Luiz

Estrela do Forró Mestre Zé Bil – Campina Grande – PB

 

13/9
Sesc Cultura Raiz – Brincantes e Romeiros, Tradição e Fé 

Horário:17h
Local: Unidade Sesc Juazeiro do Norte – Terreiro da Mestra Margarida
Apresentações

Guerreiro São Pedro Alagoano – Maceió – AL

Guerreiro Mensageiros do Padre Cícero – Maceió – AL

Reisado Renascer da Tradição – Juazeiro do Norte – CE

Maneiro Pau Santa Brígida – Santa Brígida – BA

Estrela do Forró Mestre Zé Bil – Campina Grande – PB

 

Horário:19h

Local: Senac Juazeiro do Norte – Bairro São Miguel

Forró pé de Serra

 

14/9
Sesc Cultura Raiz – Artefatos da cultura negra

Horário:17h

Local: Quilombolas do Souza – Porteiras
Apresentações

Coco Frei Damião – Mestra Marinez

Coco dos Souzas – Mestra Maria de Tiê

 

18/9

Sesc Cultura Raiz – Aniversário Museu Orgânico Casa Mestre Antonio Luiz
Horário:17h

Local: Sitio Sassaré – Potengi – CE

Apresentações

Reisado Rei de Congo do Mestre Aldenir – Crato – CE

Reisado São Miguel – Juazeiro do Norte – CE

Reisado de Caretas de Couro – Mestre Antonio Luiz – Potengi – CE

Forró Pé de Serra

 

30/9

Sesc Cultura Raiz – Muito Prazer Sou Tradição

Horário: 9h

Local:Escola Antonio Costa (Distrito Arajara – Barbalha)
Apresentações

Cabaçal Todos os Santos

Batuques de Rei

 

Horário: 15h

Local: Educar Sesc (José Marrocos, 226,Santa Teresa, Juazeiro do Norte)

Apresentação
Maneiro Pau do Mestre Raimundo

 

Horário: 16h

E.E.F. Joaquim Duarte (R. Adão A Cavalcante, 115, Centro, Barbalha)
Apresentação

Dança do Capim da Lagoa

Jornalistas responsáveis: 85 3195 8738 (Ascom); (85) 987652184 Emília Morais; (85) 996266677 Sabrina Lemos

Padre Fábio de Melo fará penúltimo show da carreira no Crato

Por Agência News Cariri

A cidade do Crato, na região do Cariri, será palco do penúltimo show do Padre Fábio de Melo antes da despedida da carreira musical. Depois de ter deixado as redes sociais devido à polêmica causada com uma postagem sobre Alexandre Nardoni, o sacerdote anunciou que também abandonará a carreira nos palcos.

Entre os três últimos shows do Padre, dois estão programados para acontecer no Ceará. Em Fortaleza, no dia 16, e no Crato no dia 17. Depois Fábio de Melo se apresentará em Belo Horizonte/MG, no dia 14 de dezembro, sendo este o último de sua carreira como cantor.

A apresentação do Padre Fábio de Melo no Crato, será no no Parque de Exposições Pedro Felício Cavalcante. A produção fica sob a responsabilidade dos empresários Raphael Joca e Marcos Neves, ambos de Fortaleza.

“Meus queridos, vou ficando por aqui. Tenho uma saúde emocional a ser cuidada. Sei o quanto já provei a solidão provocada pela depressão, pelo pânico. Tomar remédios só faz sentido quando evitamos os gatilhos dos desconfortos. Este lugar deixou de ser saudável pra mim. Obrigado!”, escreveu o padre ao deixar as redes sociais no mês passado.

Começa nesta semana pagamento de R$ 500 por conta do FGTS

Começa nesta semana o pagamento de até R$ 500 de Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Segundo o calendário da Caixa Econômica Federal, os repasses começam na sexta-feira (13/9) e seguem até 30 de março de 2020, de acordo com a data de nascimento do beneficiário.
Os primeiros a receber serão os titulares de poupança da Caixa nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril. O calendário segue para os aniversariantes de  maio, junho, julho e agosto (depósito em 27 de setembro), setembro, outubro, novembro e dezembro (a partir do dia 9 de outubro).
Segundo a Caixa, cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança. Os clientes do banco que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais divulgados pela Caixa: site, Internet Banking ou aplicativo no celular.
De acordo com a Caixa, o crédito automático só será realizado para quem abriu conta poupança até o dia 24 de julho de 2019.

Mandato nas redes: veja o que repercutiu nas redes sociais dos deputados do Cariri no final de semana

O site News Cariri preparou um raio-x das atividades desempenhadas por parlamentares do Cariri neste último final de semana. Confira:

FERNANDO SANTANA

O deputado Barbalhense Fernando Santana (PT) cumpriu agenda política neste final de semana no Cariri. No sábado (07), esteve em Baixio, no sul Cearense. Durante a passagem pela cidade, o parlamentar participou de encontro político com D.Cassilda, esposa do ex-prefeito Dr.Nilton, que estava aniversariando no mesmo dia. “Todos me receberam com muito carinho e atenção. Tive uma votação expressiva no município e ter estado lá mais um vez foi uma forma de agradecer a confiança em mim depositada. Contem comigo”, teclou Santana em suas redes sociais.

NELINHO DE FREITAS

O deputado Nelinho de Freitas (PSDB), utilizou suas redes sociais, ainda na sexta, 06,  para divulgar reunião de trabalho com o secretário nacional de segurança pública, general Guilherme Theophilo, ex-candidato ao governo do Estado do Ceará. Segundo o parlamentar, o encontro teve o propósito de tratar sobre questões da segurança pública do Estado. “Em breve vamos levar o debate para a Assembleia Legislativa e para os municípios”, disse Nelinho em seu perfil do Instagram.

PEDRO BEZERRA

O deputado federal Pedro Bezerra (PTB) marcou presença no desfile de sete de setembro em Juazeiro do Norte, realizado no último sábado. O parlamentar esteve acompanhado do seu pai e prefeito da cidade, Arnon Bezerra. “Juazeiro do Norte colocando seu tijolo na construção de uma história de independência de um país que resiste diariamente. Viva a independência do Brasil!!!”, teclou o parlamentar no seu perfil do Instagram.

GUILHERME LANDIM

O deputado Guilherme Landim também se utilizou do seu perfil no instagram para reverenciar os 197 anos da independência do Brasil. No último sábado, o parlamentar veiculou um post, acrescido dos seguintes dizeres: “Hoje é uma data histórica, o dia em que o grito de liberdade ecoou nos quatro cantos do Brasil. Por mais difícil que seja o momento em que o nosso país vem vivendo atualmente, tenho certeza que juntos podemos construir uma nação cada vez melhor!”, escreveu. Sem maiores detalhes sobre a agenda parlamentar nas redes sociais, ao que tudo indica, Landim teve um final de semana sem compromissos oficiais e reservou o sábado e domingo para descanso com a família.

Projeto de faculdade constrói oficina de costura em comunidade quilombola no RN

Alunos de uma faculdade privada de Natal vão construir uma oficina de costuma na comunidade quilombola Acauã, que fica na cidade de Poço Branco, interior potiguar. Os estudantes do curso de Engenharia de Produção da Faculdade Estácio vão viabilizar a construção da oficina, batizada de “Fábrica dos Sonhos”, através de um projeto de extensão.

“Eu tenho um sonho de trabalhar com artesanatos para festas, mas me sentia limitada, pois outros tinham equipamentos e eu não. Agora, com a vinda do projeto, tenho perspectivas para o futuro, porque sei que poderei aprender mais e também teremos equipamentos de costura disponíveis”, relata Rosineide Santana, de 32 anos, natural do quilombo, que não tem emprego formal atualmente.

Rosineide, que até hoje sempre atuou como empregada doméstica, diz que não sente a valorização do trabalho das mulheres da comunidade, com os artesanatos e costura, e que as oportunidades de emprego são de difícil logística, pois se concentram na capital.

Estes fatores contribuíram para que as mulheres se acomodassem e ficassem ociosas na comunidade. O quilombo Acauã tem atualmente com cerca de 300 pessoas. “Agora teremos empregos aqui dentro, no quilombo, e isto é muito melhor. Teremos ocupação, poderemos ajudar na renda de casa e ainda ficaremos perto dos filhos”, acrescenta Rosineide Santana.

Segundo a Estácio, o projeto já conta com máquinas de costuras doadas à comunidade e um prédio também cedido para a oficina. Com o auxílio de uma equipe de professores e alunos do curso de Engenharia Civil, da mesma faculdade, foi elaborado o projeto de reforma, alinhado ao plano do processo de produção – para que a estrutura facilite a dinâmica da fábrica.

O projeto surgiu por meio do intermédio da ONG Semear Acauã, que já exerce atividades no quilombo. “Nossa ideia é estender este projeto, abrangendo outras áreas e locais”, relata o missionário da ONG, Ronaldo Macedo.

Projeto de extensão

O nome do projeto de extensão é Gestão da produção na comunidade quilombola Acauã. Ele é coordenado pela professora Larissa Almeida e tem com a participação dos alunos dos últimos períodos do curso de Engenharia de Produção.

Durante o primeiro semestre de 2019, o grupo de estudantes visitou periodicamente o local para avaliação da estrutura e planejamento das ações. Segundo a coordenadora do projeto, o trabalho dos moradores da comunidade já terá início com esta obra, pois eles atuarão diretamente na reforma. A faculdade está encarregada do planejamento e supervisão, como também do material – obtido por meio de doações e parcerias. Serão arrecadados materiais como tijolo, cimento, areia, tinta, janelas, portas, etc.

Após a fase de reformas, as máquinas serão instaladas, possibilitando a capacitação e os primeiros passos para o funcionamento da fábrica. Serão ofertados ainda à comunidade cursos de costura e gestão de produção, para a total capacitação e independência da fábrica.

Fonte: g1.com

Maior pá eólica do hemisfério sul é fabricada no Complexo do Pecém

A Aeris, localizada na área industrial do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), acaba de bater um recorde. A empresa finalizou no último mês de agosto a fabricação da primeira pá eólica de 74 metros de comprimento, a maior pá eólica já produzida no hemisfério sul.

A Aeris é pioneira no processo de fabricação desse modelo de pá eólica. Para desenvolver o novo produto foram aplicadas modernas ferramentas de gestão de projetos. Ao longo de 11 meses mais de 30 profissionais da empresa foram capacitados e participaram do processo de fabricação da nova pá eólica.

“A produção dessa pá é um marco para nós da Aeris. Um projeto que se iniciou há pouco mais de um ano. Foi pensado e trabalhado nos mínimos detalhes. Ainda temos muitos desafios pela frente, mas isso mostra que nós brasileiros somos capazes de enfrentar e entregar qualquer desafio”, disse o Presidente da Aeris, Sr. Alexandre Negrão.

No projeto da pá eólica de 74 metros foram investidos aproximadamente R$ 100 milhões em infraestrutura, equipamentos e desenvolvimento de processos com alto padrão de qualidade. As pás produzidas pela Aeris serão embarcadas para diversos parques eólicos no Brasil e em outros países através do Porto do Pecém. Hoje as pás são exportadas, principalmente, para os Estados Unidos. Nesse mês de agosto a empresa atingiu a marca de 1500 pás exportadas desde o início de sua operação.

“A conquista da Aeris coloca um sorriso no rosto dos colaboradores da empresa e de todos os profissionais que trabalham nessa região do Ceará. Uma das maiores pás eólicas do mundo acaba de ser construída aqui dentro do Complexo do Pecém. E quando você reflete sobre esse feito, percebe o tamanho do potencial das empresas instaladas aqui”, disse Danilo Serpa, presidente do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP).

A Aeris foi fundada em 2010 e produz pás eólicas para o mercado nacional e internacional combinando processos eficazes e profissionais treinados para desenvolver produtos de última geração (“state-of-the-art”). Em 2016 a empresa ampliou sua fábrica e hoje emprega 3500 pessoas diretamente dentro do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP).

Jovens encenam e gravam novela inspirada na realidade do bairro onde moram no Recife

Desde agosto, as ruas estreitas do bairro dos Coelhos, no Centro do Recife, se transformaram em um set de gravação. Com um drone, câmeras de celular e a energia para gravar de segunda a domingo, um grupo de 15 pessoas traz orgulho aos moradores da comunidade, que esperam ansiosos pela estreia da novela “Sem limites para sonhar”, em 16 de setembro.

Idealizada para retratar os sonhos, desafios e problemas de jovens da periferia, a trama a ser exibida no YouTube é dirigida por Michael Douglas, de 21 anos.

“Eu sempre quis ser ator e, desde os 10 anos, venho estudando para isso. Com essa novela, estou indo atrás do meu sonho e dando oportunidade às pessoas do meu bairro. Esse aqui é o meu Projac [estúdios da TV Globo onde são gravados programas e novelas]”, diz o diretor.

Consagrado na comunidade pelo Big Brother Brasil dos Coelhos, reality show criado na comunidade e publicado em janeiro de 2019 na internet, Michael Douglas aproveita a popularidade para caprichar ainda mais na produção, com a ajuda de empreendedores e profissionais do bairro.

“As pessoas nos deixam gravar nos locais e algumas costureiras fazem roupas para os personagens. É muito bom porque temos o apoio de muitas pessoas”, afirma o jovem.

Apesar de se inspirar em atrizes como Bruna Marquezine e Juliana Paes, o diretor da novela conta que busca no dia a dia do bairro os temas a serem abordados na trama, como tráfico de drogas, preconceito e busca por um futuro melhor. “O nosso objetivo é abordar o nosso cotidiano, mostrando a nossa realidade”, diz.

Ficção e vida real se misturam no caso de Vivian Andreara Lacerda, de 14 anos, que interpreta uma jogadora de futebol. “Quando Michael me procurou para fazer a novela, eu fiquei muito surpresa. Eu ficava meio tímida no início, mas depois me acostumei. Já passei por muito preconceito jogando bola”, conta.

A realidade também se confunde com a história criada para Bruna Cicarelly, que interpreta uma mulher trans que busca ser respeitada. “Não é fácil, porque muita gente tem preconceito, mas temos que lutar pelos nossos direitos”, declara.

Quando os atores e a equipe de gravação circulam pelas ruas, não faltam cumprimentos e elogios dos moradores.

“É inovador ver uma ideia brilhante saindo de uma comunidade carente. Moro há 47 anos aqui e dá orgulho de ver um menino tão inteligente pensando em coisas como essa para os outros jovens”, diz a agente de saúde Janete Batista.

Fonte: g1.com

Motoristas de transporte alternativo bloqueiam rodovias em protesto no Grande Recife

Motoristas de transporte alternativo realizaram um protesto na manhã desta segunda-feira (9) e bloquearam a BR-101, em Goiana, e a PE-60, em Ipojuca, ambos municípios do Grande Recife. O ato foi para pedir a regularização do transporte alternativo de pequeno porte.

Por volta das 5h, um grupo interditou a PE-60 colocando fogo em pneus. A rodovia foi liberada por volta das 8h30. Equipes do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) estiveram no local do ato, que aconteceu na divisa entre Ipojuca e Sirinhaém.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os manifestantes colocaram fogo em entulhos e fecharam a BR-101, na altura do quilômetro 22, em Goiana, por volta das 5h. O trecho foi completamente liberado por volta das 8h. A rodovia é uma das principais ligações entre os estados de Pernambuco e Paraíba. Mais cedo, o engarrafamento chegou a 3,5 quilômetros.

De acordo com Márcio Manoel, representante do protesto em Pernambuco, eles são contra a Lei 13.885/2019, aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) no dia 8 de julho deste ano, que endurece a multa para transporte irregular.

“Nossa única reivindicação é que regularizem os transportes alternativos de pequeno porte, mesmo sabendo que vamos pagar mais impostos”, afirma Márcio Manoel.

A nova legislação passou a classificar o transporte pirata, seja de ônibus ou van escolar sem autorização e que cobram passagens das pessoas, como infração gravíssima, com multa (multiplicada por cinco, no caso do transporte escolar) e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação, além da remoção do veículo.

A lei se baseou no Projeto de Lei da Câmara (PLC) 109/2017, apresentado pelo deputado Daniel Coelho (Cidadania-PE), e aprovado no Senado em junho.

Fonte: g1.com

Barracas da Praia do Futuro, em Fortaleza, devem ter tamanho reduzido após concurso de ideias

O termo de referência que contém as bases de um projeto urbanístico para a Praia do Futuro, na orla de Fortaleza, prevê que as barracas de praia sejam diminuídas em tamanho e passem a ocupar uma área máxima de 1.500 m², dos quais apenas 40% podem conter área construída. Os outros 60% podem ser utilizados para a colocação de equipamentos móveis, como cadeiras e guarda-sóis.

O documento, finalizado no mês de aniversário de dois anos da decisão judicial que determinou a retirada de barracas com documentação irregular, foi elaborado com a participação de cerca de 25 instituições, públicas e privadas, e está em análise pela Advocacia-Geral da União (AGU) desde abril deste ano.

“O restante todo deve ser de praia livre. Achamos que, assim, estamos conciliando os interesses”, explica o procurador da República no Ceará, Alessander Sales. Segundo ele, o termo de referência deve ser remetido “brevemente”. Em nota, a AGU afirmou que a proposta também “será submetida à Procuradoria-Geral da União (PGU) para apreciação”.

A presidente da Associação dos Empresários da Praia do Futuro, Fátima Queiroz, estima que o projeto deve ter adesão de cerca de 95% das 65 barracas que funcionam hoje no espaço.

“Uma ou outra talvez não queira se adequar e vai ficar no litígio, mas a expectativa é a melhor possível. É o caminho pra gente realmente definir essa ocupação, normatizar, criar regras e disciplina. Estamos bastante confiantes”, comenta. Os empresários dispostos a acatar o projeto deverão assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para adequar seus equipamentos.

Discussão judicial

O resultado do parecer da AGU será encaminhado à Prefeitura de Fortaleza e ao Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) para a promoção de um concurso nacional de ideias, como aconteceu para o reordenamento da Avenida Beira-Mar, também na orla da capital cearense. “Aqueles que não quiserem aderir vão continuar na ação, mas não haverá mais concessão nenhuma ou qualquer negociação”, explica Alessander Sales. Por isso, conforme o procurador, há necessidade de se manter a discussão também no âmbito judicial.

O Tribunal Federal da 5ª Região (TRF-5), em Recife, informou que o processo da Praia do Futuro chegou à vice-presidência do órgão em 21 de agosto, para analisar recursos especiais para o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dos recursos extraordinários para o Supremo Tribunal Federal (STF), movidos tanto por comerciantes como pelo Ministério Público Federal (MPF) e pelo governo federal. A avaliação levará em conta se os recursos atendem aos requisitos exigidos pelas cortes superiores. Ainda não há prazo para o exame.

Barracas abandonadas

O impasse judicial entre os donos de barracas e o governo federal, legalmente proprietário dos terrenos de praia, vai completar 14 anos em dezembro deste ano. Há dois anos e cinco meses, em abril de 2017, o TRF-5 decidiu pela remoção de estabelecimentos irregulares e a diminuição das regulares para o tamanho do registro original.

Em maio de 2017 foi instituído o Fórum da Praia do Futuro para discutir o melhor plano para a região. No decorrer das reuniões, o prazo de dois anos dado pelo TRF-5 para o cumprimento da sentença expirou, e empreendimentos abandonados continuam sendo corroídos pelo tempo e pela maresia. Uma Execução Provisória que tramita na 4ª Vara Federal no Ceará pediu, ainda em 2017, a destruição de 18 delas. “Não foram interpostos recursos no tocante à efetivação das remoções”, declarou a AGU.

Numa das barracas em ruínas, José Airton, que trabalha perto da Praia fo Futuro há 30 anos, explicou que “hoje, ninguém pode nem ficar por aqui muito tempo, senão tem assalto”. Segundo ele, há pessoas desconhecidas que se escondem nas ruínas, como atestam portas arrombadas e indícios de ocupação recente, como a presença de chinelos e colchonetes.

Retomada da “Praia Velha”

“A gente sabe da situação, mas e os turistas que vêm pra cá, não conhecem nada?”, questiona. Segundo a presidente da Associação dos Empresários, há vontade de se retomar o setor, conhecido como “Praia Velha”, porque foi onde começou a atividade turística da Praia do Futuro e por ser a entrada da área a partir da Avenida Abolição.

“Ainda temos alguns resistentes por lá, mas a partir do momento que deixou fechada por muito tempo, surgiram invasões e isso ficou sem controle. É um setor que merece cuidado especial. Acredito que, até outubro, a gente tenha conhecimento das ações concretas”, espera Fátima Queiroz.

Fonte: g1.com

Estudante fica presa por duas horas em cemitério em Maceió

Uma jovem ficou presa no cemitério da Nossa Senhora da Piedade, no bairro do Prado, no final da tarde de sábado (7) e foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros cerca de 2 horas depois.

A estudante de jornalismo Rebecka Carmo, 24, estava panfletando próximo a Feira da Reforma Agrária na Praça da Faculdade, quando ela e mais dois amigos decidiram entrar no cemitério.

“Um dos meus amigos é de Pernambuco, e fui contar a ele a estória da Mulher da Capa Preta, e entramos pra ver o túmulo. Vimos o coveiro perto de onde a gente tava. Demos uma volta no cemitério, e na hora de sair, já estava trancado”, explica Rebecka, que alega que eles tentaram sair por volta das 16h55.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável, órgão responsável pela administração dos cemitérios, confirma o caso e informa que o horário de funcionamento é até as 17 horas.

“Eu e meus amigos tentamos pular, mas o muro é muito alto. Daí ligamos pra quem estava na feira. Também ligamos para a polícia, e nos passaram um número que seria da administração do cemitério, mas só dava mensagem de que não existia. Foi quando resolvi chamar os Bombeiro”, conta a jovem.