LOGO-NEWS-CARIRI

Aeroportos Regionais do Estado movimentam mais de 16 mil passageiros em julho

43119C65-2F0F-4B70-878E-36E42C545E0A

Publicidade

Balanço de julho dos aeroportos regionais do Ceará, feito pela Superintendência de Obras Públicas (SOP), aponta movimentação de 16.742 passageiros nesses equipamentos no último mês. Jericoacoara é o que registra maior movimentação, com mais de 14 mil passageiros no último mês, entre embarques e desembarques operados pelas empresas GOL Linhas Aéreas Inteligentes e Azul Linhas Aéreas Brasileiras S.A, além de aviação privada.

Segundo o gerente de Programas e Operações Aeroportuárias da SOP, Cel. Claudio Sampaio, a próxima meta para o Aeroporto de Jericoacoara é obter a certificação de internacionalização, para que ele comece também a poder operar ligação com outros países. Esse terminal regional recebe voos regulares de Recife (PE), Campinas (SP) e Belo Horizonte (MG) pela companhia Azul. Pela Gol chegam aviões vindos de Guarulhos (SP) e Congonhas (SP). “Os indicadores só tendem a crescer, principalmente com a melhoria da infraestrutura aeroportuária, bem como com o processo de internacionalização do Aeroporto de Jericoacoara. Todo o trabalho, no final, só tem um grande objetivo, que é melhorar a qualidade de vida do nosso povo”, destaca o gerente.

O Aeroporto de Aracati, em Canoa Quebrada, é outro equipamento com circulação de voos comerciais. Em julho, registrou 1.077 passageiros nas operações da Azul. Atualmente, há três frequências semanais: às terças-feiras, quintas-feiras e aos domingos, com voos saindo de Recife e escala em Mossoró (RN). Já a partida de Aracati rumo a Recife é sem escalas. O terminal trouxe nova dinâmica de turismo ao Litoral Leste dando apoio aos empreendimentos da região, principalmente nos municípios de Aracati, Beberibe, Icapuí e Fortim.

Os outros oito aeroportos regionais de gestão do Governo do Estado, sob responsabilidade da SOP, se localizam em Sobral, Iguatu, Quixadá, São Benedito, Camocim, Crateús, Tauá e Campos Sales. Eles tiveram, somados, 1.370 embarques e desembarques no período.

O Ceará, com o hub aéreo, é hoje um dos principais centros de conexão de voos do Brasil com o exterior. Esse status é gatilho para outros investimentos no Estado e o setor de aviação se mostra como eixo de crescimento estratégico. Os resultados positivos do setor são fruto de planejamento que contempla uma série de ações estruturais executadas para dotar o Ceará de equipamentos capazes de impulsionar o turismo e a geração de negócios. “O transporte aéreo é um fator que desenvolve social e economicamente todas as regiões do interior do Estado, principalmente onde estes equipamentos estão localizados”, ressalta Cel. Claudio Sampaio.

Leia também