Servidores reivindicam permanência de carga horária

Na noite de segunda-feira (12) durante sessão ordinária, os vereadores receberam no plenário da Câmara servidores públicos municipais, representados pelo vice-presidente do Sindicato dos servidores municipais do Crato (Sindsmcrato), Oldack César, que utilizou a tribuna. Eles reivindicaram o apoio da casa para que a jornada de trabalho dos concursados do ano de 2002 permaneça em 30 horas semanais, conforme solicitado em um ofício que foi entregue à gestão municipal. As solicitações aconteceram após o executivo sinalizar que os servidores teriam que passar a cumprir as 40 horas semanais previstas.

O líder do prefeito, Renan Almeida (PATRIOTAS), explicou que na época do concurso o edital não previa uma jornada de trabalho e os servidores estariam sujeitos a cumprir a carga horária da Lei municipal, de 30 horas, mas que foi modificada em 2003 para 40 horas, porém, nunca foi cumprida. O vereador explicou que a gestão apenas quis cobrar o que está previsto em Lei e o prefeito José Ailton está disposto a dialogar com a classe desde que sejam estabelecidos alguns critérios a serem acertados como a utilização do ponto eletrônico.

O presidente Florisval Coriolano (PRTB) informou que conversou com Zé Ailton que afirmou que iria dialogar com o sindicato para solucionar este problema. O vereador destacou que a casa estará a disposição para aprovar um projeto de Lei, de autoria do prefeito municipal, em caráter de urgência para que seja fixado o horário de 6 horas diárias para os concursados de 2002.

Estado do RN é condenado a indenizar mais uma família de preso morto e decapitado no ‘Massacre de Alcaçuz’

O Estado do Rio Grande do Norte foi condenado a pagar R$ 80 mil de indenização à família de um detento morto e decapitado durante o ‘Massacre de Alcaçuz’, como ficou conhecida a rebelião que terminou com 26 presos mortos em janeiro de 2017 na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (12) pelo Tribunal de Justiça do RN.

A sentença é do juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal. Segundo o magistrado, a viúva e três filhos menores de idade do preso devem receber R$ 20 mil cada por danos morais, mais juros e correção monetária.

O caso

A autora da ação, que é dona de casa, relatou nos autos que, antes do falecimento do seu companheiro, recebia auxílio-reclusão perante o INSS, e, após a sua morte, tanto a mãe como os seus filhos vivem em grandes dificuldades, a mercê da ajuda de parentes, amigos e vizinhos.

Ao julgar o caso, o juiz ressaltou que o preso foi decapitado por outro detento durante a rebelião, tendo sido violado o seu direito constitucional à integridade física, cuja proteção caberia ao Estado. Para o magistrado, o fato lesivo decorreu de ato omissivo do ente estatal, que negligenciou a proteção da integridade física do detento.

“Com efeito, resta evidente que a conduta do ente estatal em não se precaver, de modo a evitar uma rebelião dentro do recinto prisional, em face da integridade física dos detentos, fora determinante para ocasionar a morte do presidiário”, citou Bruno Montenegro.

“O dever de custódia dos apenados impõe ao Estado a preservação da integridade física daqueles, possibilitando-lhes a segurança e o gozo do direito à vida, para o digno cumprimento da pena à qual foram condenados”, salientou o magistrado, concluindo que o Estado é responsável pela morte do detento.

Outros casos

Em dezembro de 2018, o Estado do RN já havia sido condenado em ação semelhante, no qual a família de um outro detento morto no massacre também deveria ser indenizada pela morte ocorrida dentro da penitenciária. Na ação, o juiz determinou o pagamento de R$ 40 mil à mãe do detento.

Fonte: g1.com

Jovem tem couro cabeludo arrancado em acidente durante corrida de kart no Recife; pista foi interditada

Uma jovem de 19 anos que participava de uma corrida de kart na tarde do domingo (11) sofreu escalpelamento, quando o couro cabeludo é arrancado. O acidente ocorreu no estacionamento do Walmart localizado na esquina da Avenida Fernando Simões Barbosa com a Rua Padre Carapuceiro, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. A pista foi interditada pelo Procon.

A vítima foi identificada como Débora Stefanny Dantas de Oliveira e mora no bairro de Engenho do Meio, na Zona Oeste da capital. Ela foi levada ao Hospital da Restauração (HR), no Derby, no Centro da capital, onde chegou com ferimentos na cabeça.

Débora passou por uma cirurgia no setor de neurologia ainda no domingo (11). Nesta segunda-feira (12), a paciente está na sala de recuperação do HR e não tem previsão de alta, pois o estado de saúde dela é considerado grave.

De acordo com o tio da vítima, Douglas Nascimento, ela estava com o namorado participando de uma corrida de kart pela primeira vez quando o cabelo dela prendeu na engrenagem do veículo.

“Na hora, o namorado ficou nervoso e ela ficou em estado de choque. A revolta é porque o pessoal do kart, os administradores foram totalmente omissos e negligentes, não prestaram nenhum tipo de socorro. É um brinquedo muito perigoso, então, no mínimo, deveria ter uma equipe de bombeiro para prestar socorro”, afirma Douglas Nascimento.

Ainda segundo o tio da vítima, ela e o namorado não receberam ajuda no local do acidente.

“Não foi chamada nenhuma viatura para prestar socorro. Até os seguranças se afastaram e não fizeram nada. O namorado dela teve que prestar o socorro, mesmo em estado de choque. Eles passaram 30 minutos esperando socorro. Isso não pode ficar assim. Da forma que aconteceu com ela, pode acontecer com qualquer outra pessoa”, diz.

Interdição

O Procon-PE informou que interditou a pista após uma fiscalização realizada no local, no início da tarde desta segunda-feira (12), com a presença do namorado da vítima. A gerente de fiscalização do órgão, Danyelle Sena, afirmou que, apesar de não caber ao Procon verificar alvará de funcionamento, o representante do estabelecimento “verbalizou” que não tem o documento.

Por isso, o local foi interditado por tempo indeterminado, por questões de segurança. O Procon-PE informou, ainda, que o local terá 10 dias para apresentar defesa, mas será autuado e multado. O Walmart também será notificado para também prestar esclarecimentos, já que foi quem locou o espaço.

Na autuação, o órgão de defesa do consumidor informou que vai quer que a empresa informe a quantidade de funcionários, quais estavam habilitados para passar as instruções corretas de uso e segurança, contrato do espaço, regularidade para funcionar como pista de kart, placas informativas sobre quem pode usar o carro, horário de funcionamento e formas de pagamento.

Nenhuma dessas placas foram vistas no local. O carrinho utilizado pela jovem também foi interditado.

Respostas

Em nota, o Walmart informou que, até as causas do acidente serem esclarecidas, está suspenso o serviço de corrida de kart oferecido no estacionamento da loja através de um espaço locado para a empresa Adrenalina Kart.

“Lamentamos o ocorrido e estamos em contato com a família para prestar a assistência necessária à vítima”, diz o Walmart no texto.

Por telefone, o dono da empresa Adrenalina Kart Racing, Fábio Dreyer, disse que está se inteirando da situação. Ele, que mora em São Paulo, afirmou que viajará para o Recife para acompanhar o caso e que vai prestar toda a assistência à vítima.

Fábio disse que está acompanhando a situação de Débora no hospital e que ela estava com o cabelo amarrado, com coque, e usava capacete, mas o cabelo se soltou. Ele também disse que vai apurar o acidente para saber o que houve de errado.

“Todas as pessoas de cabelos compridos usam uma touca balaclava, que cobre parte do rosto e o cabelo. Essa orientação foi passada e ela usou a proteção, mas achamos que, por ser liso, o cabelo dela escapou. Estamos realizando os trâmites junto ao Procon para saber como iremos proceder”, afirma.

G1 também procurou a Polícia Civil para saber sobre a investigação do acidente e espera retorno.

Fonte: g1.com

Cantor Paulynho Paixão é preso após denúncia de agressão contra a esposa no MA

A Polícia Militar prendeu na madrugada deste domingo (11) o cantor Francisco de Paula Moura, o ‘Paulynho Paixão’, em um hotel na cidade de Bacabal, a 247 km de São Luís. Segundo a PM, ele foi enquadrado na Lei Maria da Penha após uma denúncia de agressão por parte de sua esposa.

De acordo com o registro policial, uma mulher apareceu na Delegacia de Bacabal pedindo ajuda porque teria sido agredida fisicamente pelo seu marido. Ela alegou que Paulo arremessou uma cadeira na altura de sua cabeça e também teria a espancado com chutes e socos.

“Estávamos fazendo a apresentação de um assaltante e esse hotel fica próximo a delegacia. Uma senhora adentrou na delegacia pedindo socorro. Ela estava lesionada na cabeça e se queixou que foi muito agredida pelo marido. Fomos até o hotel e encontramos o apartamento todo revirado. Encontramos o Paulo, foi dado a voz de prisão, e ele foi levado para a delegacia”, declarou o tenente Marcone Matos, do 15º Batalhão de Polícia Militar.

“Ela narrou que há dias vinha sofrendo essas agressões. Hoje, por causa de uma discussão banal, após um show, ele teria agredido ela. Ela estava com tanto sangramento na cabeça que tivemos que mandá-la para o hospital e fazer um curativo”, completa o policial.

Ao G1, a assessoria do cantor informou que, por enquanto, Paulynho Paixão não irá se pronunciar sobre o assunto. A assessoria afirmou ainda que o cantor pagou fiança e já saiu da delegacia para responder ao processo em liberdade.

Paulynho Paixão é piauiense e conhecido no país – principalmente na região norte-nordeste – por sua músicas com letras românticas ligadas especialmente ao ritmo brega.

Fonte: g1.com

Alagoas tem primeiro caso de sarampo em 19 anos, diz Sesau

A Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau) confirmou o primeiro caso de sarampo nos últimos 19 anos. Mesmo com o caso confirmado, não haverá campanha de vacinação em Alagoas para o público em geral. A princípio, quem não tem o calendário vacinal em dia deve tomar a vacina.

O caso registrado foi de um homem de 27 anos que mora em Arapiraca, no Agreste alagoano, e que viajou para Salvador recentemente. Ele retornou para Alagoas no dia 31 de julho já com os sintomas da doença. A Sesau não sabe se o homem foi vacinado contra o sarampo.

A secretaria reforça ainda que, por ser uma doença infecciosa e de alto contágio, todo caso suspeito de sarampo deve ser informado de imediato, por telefone, em até 24 horas do atendimento do paciente.

Outro alerta feito pela Sesau é da necessidade da vacinação dos grupos de risco, como os profissionais da saúde, profissionais do ramo do turismo, setor hoteleiro e de transporte.

Vacinação

A vacinação contra o sarampo ocorre dentro do calendário anual de vacinas, sendo a primeira dose aos 12 meses de vida, com a tríplice viral; e a segunda com 1 ano e três meses, com a tetra viral.

Quem não se vacinou ou tomou apenas uma dose, pode se vacinar até os 49 anos, ficando protegido do sarampo, caxumba e rubéola.

Doença altamente contagiosa

O sarampo é uma doença altamente contagiosa que pode evoluir para complicações e levar à morte;

Os principais sintomas são febre, manchas avermelhadas na pele do rosto e tosse persistente;

A prevenção da doença é feita por meio da vacinação, e os especialistas reforçam que não há relação entre a vacina e o autismo.

Quem deve tomar a vacina contra o sarampo?

Quem ainda não tomou as duas doses da vacina na infância e na adolescência

Quem não tem certeza se já tomou as duas doses deve tomar uma dose extra

Para quem a vacina é contraindicada?

As pessoas que se encaixem em um dos perfis abaixo devem consultar seu médico antes de tomar a vacina:

Gestantes

Pessoas com baixa imunidade ou gripadas

Pacientes em tratamento contra o câncer

Pacientes portadores de doenças que derrubam o sistema imunológico, como a Aids

 Fonte: g1.com

Barça dá ultimato e quer Neymar dizendo que só jogaria no clube

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O Barcelona deu um ultimato a Neymar e quer uma manifestação do jogador apontando que só aceitaria uma transferência para o clube catalão, informa nesta segunda (12) o jornal “Sport”.

A publicação diz que a atual postura do atacante, que tem o Barcelona como prioridade apesar de não deixar essa intenção clara publicamente, abre as portas para o Real Madrid tentar a sua contratação junto ao PSG e trava a negociação que os catalães têm em curso com os franceses.

Na avaliação do Barcelona, uma manifestação clara de Neymar dizendo que só gostaria de jogar pelo clube afastaria o Real Madrid e faria com o que o PSG destravasse o negócio.Atualmente, segundo o “Sport”, o time francês está irredutível em aceitar jogadores do Barcelona como forma de abater o preço esperado para a venda de Neymar. O time catalão quer envolver atletas na negociação, com Philippe Coutinho e Ivan Rakitic como opções mais ventiladas pela imprensa espanhola.

A situação de Neymar no PSG se complicou ainda mais neste fim de semana. O jogador não foi relacionado pelo técnico Thomas Tuchel para o duelo contra o Nîmes no domingo, mas a torcida fez protestos pedindo a sua saída do clube.

Enquanto o “Sport” diz que o Barcelona espera um posicionamento de Neymar, a emissora francesa “RMC Sport” revela que o PSG aceitará a inclusão de jogadores do Barcelona na negociação. Philippe Coutinho seria o preferido da diretoria parisiense.

Segundo a “RMC”, uma reunião realizada na semana anterior entre as duas partes já sinalizou este caminho para destravar a transferência. Porém, será necessário convencer o meio-campista brasileiro a trocar o Barcelona pelo PSG.

Outro jornal espanhol, o “AS”, aponta que uma outra reunião entre os clubes deve ocorrer nesta semana em Liverpool, onde será realizado um encontro da associação dos principais clubes europeus (ECA, na sigla em inglês). Os presidentes de PSG e Barcelona são esperados na cidade inglesa.

Fonte: globo esporte

Ceni se emociona em despedida do Fortaleza: “Meu querido Tricolor de Aço”

No comando do Fortaleza desde novembro de 2017, o técnico Rogério Ceni anunciou a saída do clube neste domingo (11), com o Cruzeiro como novo destino. No mesmo dia, ele usou as redes sociais para homenagear o time cearense. Nas declarações, o treinador confessa que o Tricolor do Pici foi responsável por transformar a carreira dele como comandante.

À frente do Tricolor do Pici, Rogério Ceni mudou o patamar do Fortaleza, dando maior visibilidade ao Leão do Pici e trazendo títulos inéditos para o clube, como a Copa do Nordeste e a Série B do Brasileirão. Ao todo, foram 94 jogos oficiais, com 51 vitórias, 18 empates e 25 derrotas, tendo aproveitamento de 60,63%.

Para a partida desta segunda-feira (12), às 20h, contra o CSA, em Maceió, quem estará no comando do Tricolor do Pici será o treinador do Fortaleza sub-20 Marconne Montenegro, que assume interinamente o clube.

Para o resto do Brasileirão, o nome mais forte para assumir o comando do Leão é o de Zé Ricardo, que agrada a diretoria.

Fonte:  globo esporte.com

Médico da Família Ceará: 150 médicos iniciam trabalho em postos de Saúde nas comunidades de Fortaleza

Na manhã desta segunda-feira (12), uma solenidade na Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE) marcou o início das atividades de 150 médicos no Programa Médico da Família Ceará em Fortaleza. Os profissionais trabalharão em postos de saúde localizados em comunidades da Capital, como parte de uma política de fortalecimento da atenção primária e das equipes de Estratégia da Saúde da Família. Com investimento de quase R$ 10 milhões do Tesouro Estadual, a ação faz parte do programa Juntos de Fortaleza, conjunto de investimentos públicos pactuados entre Governo do Ceará e Prefeitura de Fortaleza.

A cerimônia contou com a presença do governador Camilo Santana, do prefeito Roberto Cláudio, do secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, do superintendente da Escola de Saúde Pública, Salustiano Gomes de Pinho Pessoa, da secretária da Saúde de Fortaleza, Joana Maciel, além de médicos, servidores da Saúde e lideranças políticas locais.

O Programa Médico da Família Ceará foi regulamentado pelo Governo do Ceará por decreto assinado em março de 2019, com o objetivo de estimular a qualificação e valorização de profissionais da Saúde no âmbito da atenção primária. Os médicos integrantes da política pública são qualificados por meio de curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Atenção Primária à Saúde (APS), ofertado pela ESP/CE.

“Estamos aqui em uma parceria inovadora para garantir o atendimento às famílias de Fortaleza. Quando todo o programa estiver funcionando, mais de 179 médicos vão atender toda a população de Fortaleza. É uma parceria inovadora para que a gente possa garantir saúde de qualidade para a população e ainda vamos servir de modelo para outros estados e municípios que queiram seguir o exemplo adotado no Ceará”, explicou o governador Camilo Santana durante o evento.

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, enfatizou que logo após a cerimônia todos os profissionais passam a integrar as equipes do programa, uma conquista importante para a população mais necessitada da Capital. “Esta é uma parceria histórica entre o Estado e a Prefeitura, apenas com recursos dessas duas instituições e sem recursos do governo federal. Além disso, é uma oportunidade acadêmica porque os profissionais estão aprendendo e vão sair daqui com o título de especialista em saúde da família. Vários postos de saúde dos bairros serão atendidos”, disse.

A formação dos médicos em serviço pelo programa terá duração máxima de um ano, com pagamento de uma bolsa mensal no valor de R$ 11.865,00, além de carga horária que contemplará 1.920 horas distribuídas entre atividades práticas de treinamento em serviço, atividades didáticas presenciais e/ou a distância, que inclui a elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e outras definidas pela coordenação do Programa.

Fazendo a diferença

A médica Laís Bressan, 25, veio de Criciúma-SC para a qualificação por meio da Escola de Saúde Pública. A catarinense sempre sonhou em trabalhar dentro da realidade comunitária e prestar serviços na atenção primária. Nesta segunda, ela inicia a experiência profissional no Posto César Cals, no bairro do Pici. Cheia do sentimento de honrar a profissão em seu papel social mais fundamental.

“Esse programa é super importante. O meu foco é medicina de família, então estar aqui para mim só vai agregar na minha carreira. Realizei a prova pensando em vir para cá fazer a diferença. Estou confiante e estimulada a iniciar o trabalho”, contou.