Caso Milagres: Vice-prefeito Abraão Sampaio é acusado de fraude processual pelo MPCE

A Vara Única da Comarca de Milagres recebeu nesta segunda-feira (20/05) a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) em desfavor de 19 policiais e do vice-prefeito de Milagres, Abraão Sampaio de Lacerda, acusados de homicídio qualificado e fraude processual no caso Milagres. A peça acusatória foi apresentada pelo MPCE no dia 26 de abril de 2019 e é assinada por uma comissão de promotores de Justiça especialmente destacada para acompanhar o caso. Ao receber a denúncia, a Justiça também levantou sigilo sobre a investigação.

A investigação apurou que as lesões que causaram as mortes de cinco reféns foram provocadas por disparos de fuzil efetuados por policiais. “Não há como negar que, ao efetuarem três dezenas de tiros de fuzis contra pessoas indefesas, num momento em que não existia confronto entre assaltantes e policiais, e em que os reféns tentavam se abrigar por trás de um poste, os denunciados assumiram conscientemente o risco de produzir as suas mortes, devendo, portanto, receber as sanções pela prática de cinco crimes de homicídio por dolo eventual”, conforme citado na ação. A denúncia aponta também a participação de policiais nas mortes de integrantes do bando responsável pela tentativa de assalto.

A peça delatória descreve ainda que um aparelho de DVR de uma câmera de segurança próximo às agências bancárias foi formatado duas vezes pelos policiais na manhã do dia 7 de dezembro de 2018. Além disso, após o término das ações, alguns policiais, auxiliados por terceiros, recolheram projéteis e moveram os cadáveres com o objetivo de induzir a erro os agentes da perícia forense que examinariam a cena do crime.

Além do recebimento da denúncia por homicídio doloso e fraude processual, o MPCE solicitou à Justiça a suspensão do exercício das funções públicas de todos os representados. Os acusados receberam prazo de dez dias para responder, por escrito, às acusações.

Acesse aqui a denúncia do MPCE na íntegra.

denuncia_milagres_

 

Adotado por policiais da BA após ser atropelado, cão vira ‘xodó’ de PMs e se recusa a andar no fundo de viatura: ‘Quer distância’

Um cão vira-lata que foi socorrido por um Policial Militar, após ser atropelado, foi adotado por uma companhia inteira da Polícia Militar, localizada no bairro de Vila Laura, em Salvador. Além dos policiais, um aposentado vizinho a companhia também ajuda nos cuidados com o bichinho.

Em homenagem ao cabo Jailton Nepomuceno, policial que o salvou, o cão é chamado carinhosamente de Nepon. O vira-lata foi atropelado em Vila Laura e o policial, ao ver a cena, não pensou duas vezes: salvou o bichinho.

“Juntamos com um sargento que já está aposentado, trouxemos ele para dentro do quartel e começamos a cuidar da perna dele com mastruz, tala e atadura”, relembrou o cabo Jailton.

O vira-lata Nepon retribui o carinho com lealdade. Quando a companhia mudou de endereço ele foi fiel e seguiu o caminhão de mudança até o novo endereço, onde a unidade policial funciona atualmente.

Nepon até anda ao lado dos policiais pelas ruas do bairro, mas segurança já não é mais o forte do cão de 10 anos. Ele é mesmo atencioso, disciplinado, mas participa de ações policiais. Entretanto, se Nepon precisa seguir na viatura com os policiais, ele se recusa a ficar no fundo do carro, onde os presos são colocados.

“Nepon quer distância. Ele só anda no lugar onde os policiais militares andam”, relatou o Major Washington de Jesus, comandante da companhia.

Além dos policiais, quem também cuida de Nepon é o aposentado Nelson Luiz França. Ele garante as vacinas e os banhos que ocorrem uma vez na semana.

O aposentado também deixa o café de Nepon prontinho e foi responsável por fazer uma casinha especial para ele, com a ajuda de três policiais. Tudo foi pensado para o conforto de cachorro. Se o sol está batendo é possível abaixar uma cortininha instalada na casa, e quando chove, um plástico, semelhante a uma capa, protege a casa o vira-lata.

“Fica no conforto. Além de ter o colchonete, toda semana ou duas vezes por semana, trocamos a toalha dele’, disse o aposentado, Nelson França.

Fonte: G1.com

Porto Alegre se prepara para ‘invasão argentina’ na Copa América

Levantamento feito pelas autoridades revela que mais de 6 mil argentinos já estão com reservas confirmadas em hotéis de Porto Alegre para o período da Copa América. Como muitos torcedores ficarão hospedados em residências de amigos e familiares e até em motorhomes, a estimativa é de que 20 mil argentinos “invadam” a capital gaúcha.

Por isso, o policiamento será reforçado na fronteira do Rio Grande do Sul com o país vizinho e a partida Argentina x Catar, dia 23 de junho, na Arena do Grêmio, coloca as autoridades do Estado em alerta.

“Já estamos trabalhando fortemente nessa questão. Nossa geografia nos traz alguns desafios por causa da fronteira com Uruguai e Argentina, o que acaba estimulando a entrada de torcedores desses países no Brasil. Assim, vamos fazer um monitoramento mais detalhado”, explica o delegado Leonel Carivali, coordenador do escritório da Copa América montado pela Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul. O órgão conta com dez profissionais responsáveis pelo planejamento operacional do torneio.

Outro jogo que tem merecido atenção especial das forças de segurança é Uruguai x Japão, dia 20 de junho. Porto Alegre vai receber cinco partidas da Copa América. Se o Brasil se classificar na liderança do Grupo A, disputará as quartas de final na cidade. Cada jogo deverá ter mais de mil homens na segurança, de acordo com Carivali. Para efeito de comparação, em São Paulo serão destacados 800 policiais por partida.

Para ajudar no esquema de segurança, 500 agentes baseados no interior gaúcho deverão ser transferidos para Porto Alegre durante o torneio.

No próximo dia 9, a seleção brasileira disputa no estádio Beira-Rio amistoso contra Honduras. Será o último jogo do time de Tite antes da estreia na Copa América. “Aproveitaremos essa partida para mobilizar todo o aparato de segurança como preparativo final para a Copa América”, diz Carivali.

Fonte: Noticias ao minuto

PSG garante que Mbappé continuará no clube na próxima temporada

As declarações de Kylian Mbappé ao receber dois prêmios em uma cerimônia da União Nacional de Jogadores Profissionais (UNFP, na sigla em francês), que elege os melhores do Campeonato Francês, no domingo, forçaram uma posição da diretoria do Paris Saint-Germain. Nesta segunda-feira, o clube francês divulgou uma nota em suas redes sociais para garantir que o atacante continua na equipe para a próxima temporada.

“Laços fortes unem o PSG e Mbappé há dois anos, e a história em comum continuará na próxima temporada. Com uma ambição compartilhada de fazer história no futebol europeu, o ano em que o PSG completa 50 anos, um momento muito esperado para escrevermos juntos uma grande página na história do nosso clube em que cada ator principal terá de fazer a sua parte, sempre trabalhando para o coletivo”, publicou o PSG.

No domingo, Mbappé, que foi eleito o melhor jogador e o melhor jovem atleta do Campeonato Francês, deixou claro uma possibilidade de deixar o PSG. “Sinto que é o momento de eu ter mais responsabilidades. Talvez aqui em Paris, e isso seria ótimo, ou então em algum outro lugar, com um novo projeto”, afirmou.

A declaração pegou mal em Paris. O nome do atacante está sendo bastante especulado do Real Madrid. A contratação de Mbappé, segundo os jornais espanhóis, é prioridade do técnico Zinedine Zidane para a formação da equipe da próxima temporada.

Fonte: Noticias ao minuto

Morre o tricampeão de F1 Niki Lauda

austríaco Niki Lauda, tricampeão de Fórmula 1, morreu nesta segunda-feira (20) aos 70 anos, informou na noite de hoje sua família em um comunicado divulgado pelos meios de comunicação britânicos.

Lauda travou grandes duelos e manteve uma grande rivalidade nas pistas com o piloto britânico James Hunt, retratado no filme “Rush”,  dirigido por Ron Howord e lançado em 2013.

No ano passado, ele concordou em vender o controle de sua companhia aérea Laudamotion para a Ryanair e era acionista da equipe Mercedes de Formula 1.

Fonte: Noticias ao minuto

MPF pede que Justiça suspenda licitação de novo autódromo no Rio

Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça para suspender liminarmente a licitação da Prefeitura do Rio de Janeiro para a construção de um novo autódromo na zona oeste da cidade. A prefeitura afirmou que ainda não foi notificada oficialmente da ação.

Hoje (20), data marcada para a entrega das propostas, uma única concorrente se apresentou, a empresa Rio Motors. O município informou que está analisando a proposta econômica e a documentação.

O MPF pediu que a licitação seja suspensa até a apresentação e aprovação do Estudo Prévio de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) pelo órgão ambiental licenciador e até que seja expedida licença prévia de viabilidade ambiental do Novo Autódromo do Rio de Janeiro.

O empreendimento deverá ser construído em um local conhecido como Floresta de Camboatá, em Deodoro, que pertence ao Exército Brasileiro. A área verde é único ponto remanescente de grande porte de Mata Atlântica em área plana na cidade, argumenta o MPF, que descreve que são aproximadamente 200 hectares, dos quais 114 cobertos por áreas naturais e regeneradas.O Instituto de Pesquisas Jardim Botânico já catalogou na Floresta do Camboatá 125 espécies diferentes da flora nativa, incluindo ipês, angicos, ingás, cambarás, quaresmeiras e jacarandás. O MPF também descreve que a região serve de abrigo de animais, possui nascentes e pequenas lagoas.A licitação aberta pela prefeitura tem o objetivo de estabelecer uma parceria público-privada para concessão administrativa, implantação, operação e manutenção do autódromo na região de Deodoro. Segundo a prefeitura, o autódromo deve ficar pronto em até sete meses após a conclusão do licenciamento, e todo o dinheiro investido será privado.O ministério argumenta que, em sentença proferida em setembro do ano passado, a Justiça já havia determinado que, até a apresentação do Estudo de Impacto Ambiental, o Inea e o Estado do Rio se abstivessem de realizar qualquer interferência na área ambiental da Floresta de Camboatá. Como o Rio não foi parte da ação, o MPF afirma que o município se aproveitou para lançar o edital, em acordo com as demais esferas de governo. A construção do autódromo foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro,  no início deste mês, ao assinar um termo de cooperação com o governo do estado e a prefeitura do Rio de Janeiro. O presidente estava no Rio para a comemoração do Dia da Vitória na Segunda Guerra Mundial, celebrado em 8 de maio. Ele negou, no entanto, ter participado da decisão de mudar de São Paulo para o Rio de Janeiro o Grande Prêmio (GP) do Brasil da Fórmula 1 (F1).

Atualmente, a prova de automobilismo é disputada em São Paulo, no Autódromo de Interlagos.

Na ocasião, o prefeito Marcelo Crivella disse que as obras deveriam começar em menos de dois meses. O terreno para o empreendimento foi cedido pelo Exército, o que fez com que o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, também assinasse o termo de cooperação.

Fonte: Noticias ao minuto

Morte de árbitro reacende polêmica sobre partidas em altas altitudes

morte do árbitro Víctor Hugo Hurtado na Bolívia, de 32 anos, no último final de semana, volta a levantar a polêmica sobre partidas realizadas em altas altitudes. No domingo, o juiz sofreu um mal súbito no segundo tempo da partida entre Always Ready e Oriente Petrolero pela primeira divisão local. Ele chegou a receber atendimento em campo e foi levado para um hospital em La Paz, mas não resistiu.

O confronto era disputado no estádio Villa Ingenio de El Alto, na cidade de El Alto, inaugurado em 2018, e considerado um dos mais altos do mundo por ficar a mais de quatro mil metros de altura. A Federação Boliviana de Futebol (FBF, na sigla em espanhol) divulgou em um comunicado que a fatalidade ocorreu por “causas ainda não determinadas” e evitou fazer qualquer relação entre o falecimento e a altitude.

“A Federação Boliviana de Futebol lamenta comunicar o falecimento do árbitro da primeira categoria, Víctor Hugo Hurtado Ogeda, por causas ainda não determinadas. O juiz se encontrava arbitrando a partida entre Always Ready e Oriente Petrolero. A federação expressa à família do profissional sua solidariedade e apoio neste momento de dor. A tempo de fazer conhecer o seu pesar, a Federação Boliviana de Futebol decreta luto no futebol nacional por sete dias”, disse a nota.

Orlando Herrera, parente de Hurtado, disse à imprensa local que o juiz estava habituado com as condições do local. “Ele viveu por um tempo em El Alto antes de iniciar sua carreira como árbitro trabalhou em muitas coisas, ele nunca reclamou de problemas cardíacos”, afirmou.

Em entrevista ao jornal boliviano Los Tiempos, o presidente da Comissão de Arbitragem da Bolívia, Pedro Saucedo, pediu mais atenção para a categoria, que está atuando sem seguro de saúde. “Isso tem que exigir uma reflexão (…) Temos que nos preocupar com o ser humano, com os árbitros a partir de agora, ninguém tem certeza da vida, o árbitro era jovem e com muito futuro pela frente”, desabafou.

Em suas redes sociais, o presidente boliviano Evo Morales disse que o futebol do país está em luto. “Lamentamos a morte do árbitro Víctor Hugo Hurtado, enquanto ele dirigia a partida entre Always Ready e Oriente Petrolero. Enviamos nossas condolências e solidariedade à sua família, amigos e colegas. O futebol boliviano está de luto”, lamentou.

Em 2008, a Fifa resolveu suspender a proibição que vetava partidas internacionais 2.750 metros acima do nível do mar. “É uma discriminação com a Bolívia e o direito de as pessoas jogarem onde nascem e vivem” argumentou o vice-ministro de Esportes da Bolívia, Milton Melgar, na época.

Fonte: Noticias ao minuto

Desigualdade de renda no Brasil atinge o maior patamar já registrado, diz FGV/IBRE

A desigualdade de renda dos brasileiros atingiu o maior patamar já registrado no primeiro trimestre de 2019. Segundo pesquisa do estudo do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/IBRE), o índice que mede a desigualdade vem subindo consecutivamente desde 2015, e atingiu em março o maior patamar desde o começo da série histórica, em 2012.

O indicador estudado pela pesquisa é o índice de Gini, que monitora a desigualdade de renda em uma escala de 0 a 1 – sendo que, quanto mais próximo de 1, maior é a desigualdade. O do Brasil ficou em 0,627 em março.

A pesquisa também demonstra que as pessoas que ganham menos sofreram mais os efeitos da crise que os que possuem renda maior. Além disso, os mais pobres estão demorando mais para se recuperar na comparação com os mais ricos.

Os números que revelam isso são os da variação da renda média acumulada pelos 10% mais ricos da população e os 40% mais pobres:

Antes da crise, os mais ricos tiveram aumento de 5% da renda acumulada; os mais pobres, de 10%

Após a crise, a os mais ricos tiveram aumento de 3,3% da renda acumulada; os mais pobres, queda de mais de 20%

em 7 anos, a renda acumulada dos mais ricos aumentou 8,5%; a dos mais pobres caiu 14%

Em nota, o pesquisador da área de Economia Aplicada do FGV IBRE, Daniel Duque, explicou que os mais pobres sentem mais o impacto da crise pela própria dinâmica do mercado de trabalho em tempos de economia fraca. “Há menos empresas contratando e demandando trabalho, ao passo que há mais pessoas procurando. Essa dinâmica reforça a posição social relativa de cada um. Quem tem mais experiência e anos de escolaridade acaba se saindo melhor do que quem não tem”.

Fonte: G1.com

Polícia Civil lança campanha “Abuso sexual não é brincadeira” em Seminário Estadual

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) lançou a campanha “Abuso sexual não é brincadeira”, que traz um guia explicativo sobre como proceder em casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. A ação é desenvolvida pela Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca), que pertence ao Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV). A campanha foi lançada na última sexta-feira (17), durante a abertura do II Seminário Estadual sobre Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, promovido pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), no Hotel Romanos, em Messejana.

A delegada Aline Moreira, titular da Dceca, explicou que o material serve como um guia explicativo voltado para o público adulto. “Tem algumas dicas de como iniciar a conversa, como abordar, como explicar o que é a violência sexual. Ele traz também alguns dos principais sinais de violência”, afirmou Aline.

Ela explicou ainda que, por falta de conhecimento, o adulto que recebe a primeira informação da vítima, em muitos casos, acaba a expondo por não ter conhecimento de como proceder. “O adulto deve ter o conhecimento que está ali para proteger a criança. Em muitas vezes, ele prejudica (a vítima) quando a expõe, divulga o caso em redes sociais ou conta o fato pela rua. Isso piora ainda mais a violência sofrida. Esse guia vai orientar tanto os profissionais quanto o adulto que recebe a notícia” ressaltou.

Já a delegada Rena Gomes, diretora do DPGV, ressaltou os esforços da Polícia Civil em atender cada vez melhor as vítimas que procuram uma delegacia no Ceará. “Nós estamos trabalhando junto ao Ministério Público e ao Tribunal de Justiça na implantação das salas especiais, onde vamos iniciar o cumprimento da lei nº 13.431, que é a lei que organiza o sistema de garantia e direitos de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual”, disse Rena.

A delegada adjunta da Dceca e conselheira do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ceará (CEDCA/CE), Yasmin Ximenes, ressaltou sobre o guia lançado no evento. “Essa cartilha foi pensada de uma forma bem didática, numa linguagem acessível. Ela explica para o cidadão comum que não tem necessariamente o conhecimento jurídico, o que é abuso sexual e exploração sexual e o que se deve fazer. Há muitas situações em que a falta de informação atrapalha”, finalizou Yasmin.

Cerca de 400 pessoas que compõem a rede de assistência social em todo o Estado – técnicos dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), prefeituras e secretarias municipais de assistência social de todos os municípios cearenses – receberam o material gráfico.

18 de Maio – Histórico

O dia 18 de Maio é uma conquista que demarca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro. Esse dia é instituído pela Lei Federal nº 9.970/2000 e demarca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes em todo território brasileiro. A proposta do “18 de maio” é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. O dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o País e ficou conhecido como o “Caso Araceli”.

Quer estagiar? Essas são as empresas que oferecem os melhores salários!

Todo mundo tem que começar de algum lugar… Mas já pensou receber até 8 mil de dólares no estágio e ter oportunidades de crescimento em uma corporação? Parece sonho, mas isso existe na realidade! Há algumas companhias que oferecem salários tentadores para seus estagiários, especialmente se você mora no exterior.

Na galeria, conheça as 25 empresas que oferecem as melhores remunerações para seus estagiários, segundo lista do Glassdoor, baseada em dados do início de 2019.

Fonte: Noticias ao minuto

Governo deveria apresentar agenda de reformas para 2 anos, diz Pastore

economista Affonso Celso Pastore, ex-presidente do Banco Central (BC), criticou nesta segunda-feira, 20, a falta de uma estratégia do governo para enfrentar a estagnação econômica, classificada por ele como “depressão” em relatório divulgado recentemente.

Para Pastore, o governo deveria apresentar uma agenda de reformas para os próximos dois anos, capaz de reduzir as incertezas em torno da política econômica.

“O que eu gostaria de ver era que o governo, em vez de discutir se o Olavo tem razão, se quem tem razão é o 01 ou o 02, mostrasse a estratégia para tirar o País dessa situação”, afirmou Pastore, em seminário promovido pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) e pelo jornal Valor Econômico, no Rio, se referindo ao escritor Olavo de Carvalho e aos filhos do presidente Jair Bolsonaro.

Para Pastore, se os economistas ficarem “discutindo se dá pra cortar 0,25 ponto da Selic ou não, vamos ficar patinando no mesmo lugar”.

Fonte: G1.com

Taurus afirma que decreto de Bolsonaro libera venda de fuzil

fabricante de armas brasileira Taurus informou nesta segunda-feira, 20, que o decreto sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, que facilitou o acesso de civis a armamentos, também inclui a possibilidade de a população comprar um fuzil, o T4 semiautomático de calibre 5,56.

À TV Globo, a empresa disse aguardar a entrada em vigor da regulamentação para “imediatamente atender os clientes”. “Temos uma fila de 2 mil clientes”, informou a empresa, que tem sede no Rio Grande do Sul. “Estamos preparados para atender em até três dias as demandas dos nossos clientes.”

A reportagem contatou a fabricante na noite de segunda-feira, mas não obteve resposta sobre o assunto. A Casa Civil, ligada ao Palácio do Planalto, disse que o decreto não enquadra o fuzil T4 como arma de uso permitido. Segundo o órgão, a arma “é de uso restrito e, por isso, o cidadão comum não consegue adquiri-la”. “A informação não procede”, declarou.

Em 2017, quando Bolsonaro já se apresentava como candidato à Presidência, ele esteve em um stand da Taurus durante uma feira de produtos de segurança e disse que o T4 seria liberada para alguns grupos. “Se eu chegar lá, você, cidadão de bem, vai ter num primeiro momento isto aqui em casa (e aparece segurando uma pistola). E você, produtor rural, no que depender de mim, vai ter isto aqui também (e aparece segurando um fuzil T4). Cartão de visita para invasor tem que ser cartucho grande mesmo, com excludente de ilicitude, obviamente.”

Potência

O decreto do presidente aumentou o limite da energia cinética das armas permitidas para 1.620 joules; a Taurus diz que a energia cinética do seu T4 é de 1.320 joules. Bolsonaro assinou o decreto no dia 7 e, entre as mudanças, o documento liberou o uso de armamento restrito. Além disso, o texto prevê que 19 categorias não tenham de comprovar a efetiva necessidade para portar armas.

O texto é contestado pelo Ministério Público Federal na Justiça e por partidos no Supremo Tribunal Federal.

Fonte: Noticias ao minuto