LOGO-NEWS-CARIRI

Desembargador que soltou Temer foi investigado por venda de sentença e estelionato

Publicidade

Por Madson Vagner

Antônio Ivan Thié foi investigado por formação de quadrilha, estelionato e venda de sentenças, quando atuava como juiz titular da 4ª Vara Federal do Espirito Santo.

O ex-presidente Michel Temer (MDB), foi solto na noite desta segunda-feira, 25, por decisão do desembargador Antônio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região. A decisão colocou novamente o desembargador no foco das críticas ao judiciário brasileiro. O caso estava agendado para análise da 1ª do Tribunal, nessa quarta-feira, 27, onde Ivan Athié é presidente.

Ivan Thié foi investigado por formação de quadrilha, estelionato e venda de sentenças, quando atuava como juiz titular da 4ª Vara Federal do Espirito Santo. Na época Ivan Athié chegou a ser afastado por 7 anos. Athié é conhecido por libertar acusados de corrupção.

Entre os nomes mais conhecidos colocados em liberdade por Athié estão o bicheiro Carlinhos Cachoeira e o ex-presidente da Construtora Delta, Fernando Cavendish. Athié votou ainda pela liberdade da ex-primeira-dama do Rio de Janeiro, Adriana Anselmo, mulher do ex-governador Sérgio Cabral.

O Ministério Público Federal (MPF) vai recorrer da decisão. Os promotores não descaram, ao menos, pedido de prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica para o ex-presidente. Temer estava na superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro desde a última quinta-feira, 21, e saiu do local sob fortes protestos.

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas