Ceará registra em fevereiro maior queda em mortes violentas em dez anos

Com o melhor resultado desde 2009, o Ceará registrou no mês de fevereiro uma redução de 54,8% nos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI), que abrange homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Os números positivos também foram alcançados em todas as regiões do Estado, o que resultou no total de 198 vidas salvas. Em fevereiro de 2018, foram 361 vítimas. Já no mês passado, esse número caiu para 163. No acumulado de janeiro a fevereiro em dez anos, esta é a melhor redução na série histórica do Estado.

A maior diminuição em fevereiro ocorreu na Região Metropolitana da Capital, com uma queda de 65,4%, passando de 104 casos para 36. Em seguida veio Fortaleza, com uma redução de 55,4%, diminuindo de 121 para 54, o que correspondeu a uma média diária abaixo de duas vítimas por dia em Fortaleza.

No Interior Norte, no segundo mês do ano passado, foram registrados 69 CVLIs e esse número baixou para 36, em fevereiro último, o que correspondeu à diminuição de 47,8%. Já no Interior Sul, a queda foi de 44,8%, passando de 67 para 37 crimes. Todas as estatísticas são geradas pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), vinculada à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

“É um resultado que nos anima e é fruto de um trabalho integrado entre várias forças, não somente da segurança pública, mas também do Sistema Penitenciário, Ministério Público e Poder Judiciário. E esses dados nos trazem uma grande responsabilidade também que é continuarmos trabalhando firmemente para manter esses índices ainda mais baixos e cada vez mais aceitáveis”, destacou o secretário da SSPDS, André Costa.

Acumulado do ano

No acumulado dos dois primeiros meses do ano de 2019, a queda nas estatísticas de mortes violentas foi de 57,9%, com 488 vidas salvas. O número que era de 843, na soma de janeiro e fevereiro do ano passado, caiu para 355 neste ano.

Na Região Metropolitana, somando os meses de janeiro e fevereiro, a redução no acumulado dos CVLIs, foi de 65,6%, passando de 256 para 88. Em Fortaleza, o número que era de 285 reduziu para 105, correspondendo à queda de 63,2%. No Interior Norte, janeiro e fevereiro deste ano contabilizaram uma queda de 50,6%, caindo de 156 para 77. Por último, no Interior Sul, a redução foi de 41,8%, indo de 146 vítimas para 85.

Por último, o Estado não contabilizou nenhuma morte violenta no interior de unidades prisionais neste ano de 2019.

“Apesar da grande redução, ainda não estamos satisfeitos. Precisamos melhorar cada vez mais e buscar números ainda mais inferiores. Isso é um grande desafio, mas com muita responsabilidade, respeito às pessoas, e sempre trabalhando de maneira transparente, acredito que proporcionaremos tranquilidade a toda população do Estado do Ceará”, finalizou Costa.

Programa Mais Infância Ceará será apresentado durante seminário internacional em Brasília

A primeira-dama do Ceará e idealizadora do Mais Infância Ceará, Onélia Santana, recebeu convite do Ministério da Cidadania para apresentar o programa no II Seminário Internacional da Primeira Infância – O Melhor Investimento para Desenvolver uma Nação, que será realizado nos dias 12 e 13 de março, em Brasília. “Temos que priorizar a primeira infância e ainda focar nos mais vulneráveis, só assim teremos uma sociedade menos desigual”, destaca.

O evento reunirá especialistas nacionais e do exterior, que vão debater o impacto da atenção nos primeiros anos de vida, com base nos mais recentes estudos científicos sobre o tema. Na ocasião, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, apresentará os resultados e desafios do Programa Criança Feliz – referência mundial na promoção de políticas públicas para o desenvolvimento infantil.

Entre os palestrantes, estão a diretora do Programa de Implante Coclear pediátrico da Universidade de Chicago, Dana Landau Suskind; a assessora do China Development Research Foundation e assessora sênior em desenvolvimento infantil do Center on the Developing Child da Universidade de Harvard, Mary E. Young; a diretora da Fundação Bernard van Leer, Cecilia Vaca Jones, o assessor de economia do Departamento Social do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Norbert Schady, entre outros.

O Programa
Criado em agosto de 2015, o Programa Mais Infância Ceará defende a necessidade de se ter um olhar especial e mais dedicado à infância, a partir de um diagnóstico da situação do Estado na área e do mapeamento das ações voltadas para o segmento nas diferentes secretarias estaduais. A iniciativa, que abrange os 184 municípios cearenses, busca contemplar a complexidade de promover o desenvolvimento infantil, estruturando-se em quatro pilares: Tempo de Crescer, Tempo de Brincar, Tempo de Aprender e Tempo de Nascer.

O Tempo de Crescer contempla a construção de uma rede de fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, por meio de serviços e formações de profissionais. Já o Tempo de Brincar foca nos benefícios do jogo infantil para o desenvolvimento físico, cognitivo e emocional das crianças. No Tempo de Aprender, compreende-se a escola como direito de todos, buscando atender a meta de universalizar a oferta de pré-escola e ampliar a oferta de creches com a construção e a qualificação dos Centros de Educação Infantil – CEIs. Por fim, o Tempo de Nascer que contempla a reestruturação alinhada de cuidado materno-infantil a partir da atenção à gestação de alto risco, visando a redução da morbimortalidade materna e perinatal.

Impacto Social
Os estudos sobre o impacto de programas sociais voltados à primeira infância renderam ao economista americano James Heckman o Prêmio Nobel de Economia. Heckman comprovou que políticas públicas focadas nesse período da evolução humana têm potencial de gerar verdadeiras revoluções sociais. O levantamento envolveu economistas, psicólogos, sociólogos, estatísticos e neurocientistas. O estudo apontou que o investimento em programas de aprendizagem precoce podem impulsionar resultados educacionais, econômicos e de saúde.

Exames gratuitos de mamografia serão realizados em Milagres

Por Rafael Pereira/Agência News Cariri

Exames de mamografia poderão ser realizados a partir dessa segunda-feira (11) até quarta feira (13) em um caminhão que ficará estacionado em frente à biblioteca municipal na cidade de Milagres. O serviço, que faz parte da prevenção ao câncer de mama, será oferecidos às mulheres de 40 a 69 anos.

Os horários para o atendimento será de 7:30h às 11:20 e de 13:30 às 16:30. A secretaria de saúde do município realizará em torno de 200 exames de forma gratuita.

Um agricultor morre e mais duas pessoas saem feridas vítimas de uma descarga elétrica por carregador de telefone em Araripe

Por Rafael Pereira/Agência News Cariri

Um agricultor morreu nesse último domingo (10) vítima de descarga elétrica no Sítio Morro do Cedro, zona rural de Araripe no Cariri oeste.

João Laudimarco Teixeira de Sousa, de 47 anos, estava tentando conectar seu aparelho celular para obter sinal da operadora pela antena rural. Ao tocar na fiação elétrica, o aparelho produziu uma descarga de eletricidade que atingiu o agricultor e mais duas pessoas.

Os atingidos foram levados ao hospital municipal de Araripe. João Laudimarco como foi quem recebeu a descarga elétrica não resistiu aos ferimentos veio à falecer horas depois. O serviço de Rabecão foi acionado e fez o translado do corpo para Juazeiro do Norte a fim de ser necropsiado.

Brejo Santo está com inscrições abertas para concurso público

Por Rafael Pereira/Agência News Cariri

Edital de concurso público para a prefeitura de Brejo Santo foi divulgado nessa última semana e as inscrições começam a partir dessa quarta-feira (13) e vai até 8 de abril.

Há oportunidades para os níveis fundamental, médio e superior com 179 vagas disponíveis e carga horaria que varia de 20 a 40 horas semanais.

As inscrições serão feitas no site da Universidade Regional do Cariri até 8 de abril. O valor da taxa de inscrição varia de R$ 100,00 a R$ 150,00 dependendo do nível e da vaga escolhida.

As provas objetivas serão feitas na cidade de Brejo Santo, no dia 5 de maio, com o local de realização do exame a ser divulgado após o período das inscrições. A avaliação do concurso se dará por meio da prova objetiva, análise de títulos e alguns cargos exigirão avaliação física. O certame terá validade de até 2 anos podendo ser prorrogado

Confira o edital clicando aqui

Alarme dispara e frustra assalto a agência da Caixa Econômica Federal em Timon; suspeito fugiu

Uma tentativa frustrada mobilizou o Corpo de Bombeiros e Polícia Militar até agência da Caixa Econômica Federal em Timon, Maranhão. Por volta das 20h30 desse domingo (10), o sistema de alarme do banco disparou durante uma nova tentativa de arrombamento. Esta é terceira ação registrada em menos de seis meses.

Em 2017, um morador de rua foi morto a tiros pelos criminososdurante a explosão dos caixas eletrônicos da agência. Segundo a polícia, pelo menos cinco homens participaram da ação e foram presos no ano seguinte durante a Operação Metalon.

Segundo o sargento Giovani, do Corpo de Bombeiros de Timon, o sistema de segurança disparou quando um suspeito tentou violar o caixa eletrônico e no momento em que a equipe estava dentro da agência.

Com receio de uma nova explosão, bombeiros entraram mascarados dentro do banco. Contudo, a equipe não conseguiu detectar o problema, que só foi identificado pela Polícia Militar ao encontrar um chupa cabra no caixa eletrônico.

“O gerente e a empresa de segurança foram acionados. A Polícia Militar detectou um suspeito tentando violar o caixa eletrônico usando um chupa cabra, por esse motivo o sistema de segurança disparou”, informou o sargento.

A Polícia Militar fez diligências na região, mas não conseguiu prender o suspeito.

Fonte: Noticias ao minuto

Menino que voltou a falar e andar motivado por amor ao Fluminense e Fred recebe promessa de ídolo

O título brasileiro de 2010 é inesquecível para os torcedores do Fluminense. E nem mesmo a perda de memória, em decorrência de uma meningite, fez aquela conquista se apagar do cérebro do paraibano Gabriel Varandas. Essa é a única lembrança que o garoto de 13 anos tem antes da doença.

Neste domingo, o Esporte Espetacular contou a história desse pequeno torcedor, que há cinco anos iniciou a luta para vencer o maior drama de sua vida sempre tendo a paixão pelo Tricolor como motivação para superar as inúmeras sequelas deixadas pelas doenças (tumor no cérebro e meningite) que o afetaram.

Gabriel reaprendeu andar e falar vendo reportagens do clube de coração, especialmente do ídolo Fred. Recuperado, o garoto, inclusive, pratica futebol hoje em dia. E, num encontro emocionante, teve oportunidade de contar toda sua saga de recuperação para o atual atacante do Cruzeiro, que fez até uma promessa para o menino: jogar ao menos um jogo pelo Fluminense por ele.

Tudo começou quando Gabriel tinha 8 anos. Ele relatou fortes dores de cabeça para os pais, Marcus Varandas e Yanna Varandas, e foi diagnosticado com um tumor no cérebro. Após a cirurgia para a retirada do tumor, teve alta e passou muito mal em casa. E veio o novo diagnóstico: meningiteGabriel deu uma nova entrada no hospital com parada cardiorrespiratória,chegou a ser declarado como morto, mas sobreviveu – num caso inexplicável até mesmo para os médicos.

Ele voltou pra casa sem andar, sem falar, sem memória, mas ainda apaixonado pelo Fluminense. E foi ideia do pai, Marcus, colocar na televisão de casa reportagens sobre o Tricolor e sobre o ídolo Fred para tentar estimular o pequeno Gabriel. A tentativa foi um sucesso.

Nos últimos cinco anos, Gabriel foi progredindo nos tratamentos de fisioterapia e fonoaudiologia até que em outubro de 2018 foi declarado curado. Em fevereiro deste ano, o Esporte Espetacular levou menino para encontrar com seu grande ídolo, em Belo Horizonte, na Toca Raposa. O encontro foi emocionante, regado a muitas lágrimas do hoje atacante Cruzeiro, que fez uma promessa surpreendente para Gabriel.

– Você tem esse sonho? Acho que nem que seja pra eu fazer apenas um jogo lá, mas tá aqui a promessa. Pelo menos um jogo eu faço lá por você. E você vai jogar comigo um jogo. Fechou? Então treina – disse Fred, que é o terceiro maior artilheiro da história do Fluminense, com 172 gols em 288 jogos, e deixou o clube em 2016 após atrito com a diretoria da época.

Fonte: Noticias ao minuto

Mais dois açudes no Ceará atingem 100% do volume máximo, aponta Cogerh

Com as chuvas dos primeiros dias de março, subiu para 12 o número de açudes no estado que estão com 100% do volume. O açude Cauhipe, no município de Caucaia, e o Açude Diamantino II, em Boa Viagem, sangraram nesta segunda-feira (11), segundo dados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

Os açudes que estão com 100% de sua capacidade são: Acaraú Mirim, no município de Massapê; São José I, em Boa Viagem; Diamantino II, em Marco; Itaúna na cidade de Granja; Tucunduba, em Senadro Sã; Gameleira, em Itapipoca; Batente, em Ocara; Cauhipe, em Caucaia; Cocó, em Fortaleza; Germinal, em Palmácia; Maranguapinho, em Maranguape e Tijuquinha no Macicço de Baturité.

Dezessete açudes do Ceará estão com capacidade acima de 90%.

Situação dos principais açudes

Os maiores açudes do Ceará, no entanto, seguem em situação crítica. O Castanhão, principal reservatório a abastecer a Grande Fortaleza, tem apenas 3,57% da capacidade máxima. Já o Orós, segundo maior açude do estado, tem 5,32% do volume máximo.

Fonte: G1.com

Bebê recém-nascido morre após ser abandonado em bolsa e jogado em contêiner de lixo em Salvador

Um bebê recém-nascido morreu após ser abandonado dentro de uma bolsa e ser jogado em um contêiner de lixo, na manhã de domingo (10), no bairro de Paripe, em Salvador.

Conforme informações da Polícia Militar (PM), policiais da 19ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) foram acionados por meio do Centro Integrado de Comunicações (Cicom), por volta das 10h, para verificar registro de abandono de um feto na BA-528.

De acordo com a PM, o bebê foi encontrado por populares e colocado em um papelão no chão, antes da chegada da polícia. A vítima foi socorrida para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu.

A polícia ainda não tem informações sobre os pais do bebê e nem sobre os responsáveis por abandonar a vítima no contêiner de lixo.

Fote G1.com

Força-tarefa acompanhará demandas judiciais da reforma da Previdência

O grupo terá o nome de “Força-Tarefa de Defesa da Nova Previdência Social – PEC 6/2019” e sua atuação será preventiva. De acordo com a portaria, o grupo foi criado “considerando a necessidade de um trabalho jurídico preventivo e eficiente para conferir acompanhamento especial à judicialização de temas relativos à PEC nº 06/2019.”

Coordenará a força-tarefa o representante do gabinete do advogado-Geral da União, André Mendonça. Os integrantes serão designados pelos órgãos respectivos e terão atividades específicas.

Em fevereiro, o governo encaminhou a reforma da Previdência ao Congresso. As negociações estão intensas e a primeira etapa de debates será na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na Câmara.

Atuação

A força-tarefa será formada por representantes do gabinete do Advogado-Geral da União e dos órgãos responsáveis pelas funções de consultoria e assessoramento jurídico, de defesa judicial da União, autarquias e fundações.

No grupo estão um integrante do gabinete do advogado-geral da União, dois da  Consultoria-Geral da União, dois da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, cinco da Procuradoria-Geral da União e o mesmo número da Procuradoria-Geral Federal e da Secretaria-Geral do Contencioso.

A força-tarefa vai atuar na sistematização e disponibilização de subsídios, estudos, pareceres e notas técnicas. Os profissionais vão trabalhar também na organização das teses para subsidiar as manifestações e defesas em juízo, assim como no monitoramento do ingresso de ações judiciais, acompanhado da respectiva atuação em juízo, independentemente de citação, intimação ou notificação.

De acordo com a portaria, o grupo vai atuar na coordenação e supervisão dos respectivos órgãos de execução no acompanhamento das ações judiciais e consolidação dos dados de judicialização.

Fonte: Noticias ao minuto

Governo estuda reduzir aperto em benefício para idoso pobre

A equipe econômica discute uma proposta alternativa para as regras do BPC -Benefício de Prestação Continuada, destinado a deficientes e idosos em situação de miséria. O objetivo é amenizar resistências do Congresso às mudanças incluídas no projeto de reforma da Previdência. Integrantes do governo estudam ajustar o valor e a idade de acesso ao pagamento.

Uma das versões debatidas prevê um benefício de R$ 600 por mês a cidadãos de baixa renda a partir dos 62 anos e de um salário mínimo a partir dos 68 anos. A ideia representa uma flexibilização do plano original do Ministério da Economia. O projeto de reforma enviado ao Congresso prevê pagamentos de R$ 400 a idosos a partir dos 60 anos e de um salário mínimo só a partir dos 70 anos.

O endurecimento das regras do BPC foi um dos pontos mais atacados da reforma por deputados e senadores de diversos partidos. Atualmente, o benefício de um salário mínimo é pago aos cidadãos com 65 anos ou mais e renda por pessoa da família inferior a 1/4 do salário mínimo (equivalente a R$ 250 neste ano). O principal receio da equipe econômica é que as regras mais duras sobre um benefício destinado a idosos miseráveis contaminem a reforma. Diante da reação dos congressistas, o time do ministro Paulo Guedes já admite internamente ajustes que podem ser feitos na medida.

Integrantes da cúpula do ministério consideram pouco significativa a economia gerada pelo endurecimento das regras do BPC. Alguns deles já admitem descartar essas mudanças de uma vez.

De acordo com cálculos da IFI (Instituição Fiscal Independente), ligada ao Senado, a proposta original do governo de mudanças nas regras do BPC representa economia de R$ 28,7 bilhões em dez anos -ou 2,7% da economia de R$ 1,072 trilhão estimada para toda a reforma.

A apresentação de um plano B para o benefício, ainda em fase inicial de discussão, seria uma primeira contraoferta do governo. Parte da equipe envolvida nas negociações da reforma aposta em um meio-termo para evitar que as mudanças no BPC sejam derrubadas por completo.

Qualquer ajuste no texto ainda dependeria de um processo de negociações com o Legislativo. A reforma poderá passar por alterações na Câmara e do Senado. O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, é um dos defensores do endurecimento das regras do BPC. Em discussões internas e alguns pronunciamentos públicos, ele costuma dizer que o pagamento de um salário mínimo a idosos miseráveis carrega distorções.

Marinho argumenta que os trabalhadores que contribuem com a Previdência e se aposentam com um salário mínimo são desfavorecidos nesse modelo, porque passam a receber o mesmo valor que é pago aos idosos de baixa renda que não fazem nenhuma contribuição.

Em entrevista à rádio Jovem Pan na sexta-feira (8), o secretário disse que a proposta do governo beneficia cidadãos que, já aos 60 anos, teriam acesso a um valor maior do que o pago pelo Bolsa Família.

“O cidadão que tem 60 anos tem dificuldade de se inserir no mercado de trabalho e recebe em média R$ 129 [pelo Bolsa Família]. Se perguntar se essa pessoa gostaria de ganhar R$ 400, três vezes mais do que ganha hoje, não tenho dúvida da reposta”, declarou.

Marinho e Paulo Guedes já tiveram ao menos uma conversa sobre a possibilidade de apresentação de uma proposta alternativa para o benefício.

O presidente Jair Bolsonaro já disse publicamente que o projeto inicial do governo em relação ao BPC pode ser revisto. Em um encontro com jornalistas convidados pelo Palácio do Planalto no fim de fevereiro, ele incluiu as mudanças no benefício entre os pontos de gordura que poderiam ser cortados do texto. Alterações no BPC são consideradas uma fonte preocupante de resistências à reforma da Previdência, principalmente no Norte e no Nordeste -que têm 216 das 513 cadeiras da Câmara dos Deputados e 48 dos 81 assentos no Senado. As duas regiões concentram pouco mais de 40% dos idosos que recebem o benefício.

Segundo o boletim da Previdência de dezembro de 2018, há 4,7 milhões de beneficiários do BPC, dos quais 56% são deficientes, e 44%, idosos. A despesa calculada no ano passado com o pagamento foi de R$ 52,6 bilhões.

BPC (Benefício de Prestação Continuada)

COMO É HOJE

O BPC/Loas, que é o Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social, paga um salário mínimo para:

Idosos a partir dos 65 anos

Deficientes de qualquer idade

Requisitos

Comprovar renda por pessoa menor do que um quarto do salário mínimo

Valor

Um salário mínimo, hoje em R$ 998

O QUE A PEC PREVÊ

Para quem tem entre 60 e 69 anos, o valor do benefício será de R$ 400

Para quem tem 70 anos ou mais, o benefício será de um salário mínimo

Para os deficientes, nada muda

O QUE PASSOU A SER DEBATIDO COMO ALTERNATIVA

A partir dos 62 anos, benefício de R$ 600 por mês

A partir dos 68 anos, um salário mínimo

R$ 28,7 bi

é a economia em dez anos -ou 2,7% do total estimado para toda a reforma- com as mudanças no BPC previstas no projeto original do governo, segundo cálculos da IFI (Instituição Fiscal Independente)

Com informações da Folhapress.

Fonte: Noticias ao minuto