LOGO-NEWS-CARIRI

Maceió tem mais de 70 mil moradores em áreas de risco, aponta IBGE

Moradores de áreas de risco temem tragédias durante período de chuvas em Alagoas (Foto: Jonathan Lins/ G1)

Publicidade

Um levantamento inédito feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) aponta que Maceió tem 70.343 moradores vivendo em áreas de risco.

O levantamento divulgado nesta quinta (28) tem como base informações de 2010, quando moravam 932.748 pessoas na capital.

A pesquisa também trouxe dados dos estados. Dos 3,1 milhões moradores de Alagoas, 146.637 vivam em situação de risco nos municípios monitorados naquele ano.

São pessoas que convivem diariamente com o medo de perder tudo o que eles têm, de ver a barreira próximo às suas casas deslizar, ou de ter a moradia invadida por uma enxurrada.

A dona de casa Geni Matias até hoje passa por isso. Ela vive com o marido e as duas filhas em uma casa no Canaã, e precisa ir pra casa de parentes nos dias de chuva forte.

“Aqui tem cobra, lagarto, tem de tudo. A gente sente tristeza, dá vontade da pessoa chorar, porque se tivesse onde morar, a gente não estava aqui arriscando a minha vida e a das minhas filhas”, lamenta Geni.

Em todo o país, 8,3 milhões de pessoas viviam em áreas de risco no ano da pesquisa. O Nordeste foi a segunda região com o maior número de moradores em locais sem segurança, 2,9 milhões o que representava 11,4% da população total dos 294 municípios monitorados pelo IBGE.

Na região, Bahia e Pernambuco foram os estados que tiveram o maior número e o maior percentual de pessoas vivendo dessa maneira, 1,3 milhão (26,7%) e 8,2 mil (14,1%) respectivamente.

 Fonte: G1

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas