Milicianos presos no Rio podem passar por audiência virtual

Publicidade

 

Cento e cinquenta e três do 164 presos pela Polícia Civil em ação contra milicianos no Rio de Janeiro podem ter audiências de custódia virtuais. Os detidos participariam, assim, de uma videoconferência, a ser realizada em três salas do Complexo Penitenciário do Gericinó, nesta segunda-feira (9).

A ação, que substituiria as audiências presenciais, estão à espera de uma confirmação do Tribunal de Justiça. A ideia, segundo a administração de Complexo de Gericinó, é evitar a necessidade de um segundo deslocamento de um grande número de suspeitos.

Os detentos, que estavam na Cidade da Polícia, no Jacaré, foram submetidos a triagem na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, e transferidos em caminhões de transporte da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) para a Penitenciária Bandeira Stampa, no Gericinó.

A transferência envolveu agentes penitenciários e da Coordenadoria de Recursos Especiais. Segundo a Seap, um helicóptero foi destacado para a escolta.

Fonte: notícias ao minuto

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *