© pixabay

Você conhece algum casal que contratou um serviço para o casamento, mas ele não foi prestado? Esta prática esta se tornando cada vez mais comum na capital paulista. De acordo com dados do Procon SP, o número de registros do golpe aumentou 38% entre 2016 e 2017 – indo de 103 para 143 casos.

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Eventos Sociais (Abrafesta), Ricardo Dias, a dica é procurar referências de serviços prestados com sucesso em outros casamentos. Além disso, os noivos devem sempre duvidar de ofertas muito abaixo do preço de mercado.

“A melhor coisa é buscar a associação para receber as informações. Outra coisa importante é desconfiar do preço baixo. Preço baixo é um problema, porque de repente o cara tá fazendo um preço muito baixo e ele já não tá conseguindo gerir a empresa. E isso vai ter um problema na entrega do evento. Então tudo tem que ser muito claro”, disse Dias ao G1.

Fonte: notícias ao minuto

COMENTAR