Por Madson Vagner 

O atraso no repasse do Apoio Financeiro Municipal, prometido pelo Governo Federal, tem causados estragos para alguns prefeitos. O recurso extra de R$ 2 bilhões era esperado para dezembro de 2017.A ideia era fechar as contas do ano. Para a Região Metropolitana do Cariri, a previsão é de R$ 6 milhões.

Segundo informação da Associação dos Municípios do Ceará (Aprece), mais da metade dos municípios tiveram que optar entre pagar o 13º salário ou quitar contas de dezembro. O apoio tinha sido acordado entre os prefeitos e o Governo Federal, como forma de diminuir os impactos ocasionados pela queda nos repasses em 2017.

No Crajubar, as prefeituras lamentam o ocorrido, mas salientam que devem sofrer menos os reflexos da imposição por terem desenvolvido um planejamento financeiro. Em Juazeiro do Norte a previsão de repasse ultrapassa R$ 1,9 milhão. No Crato, a Prefeitura deve receber cerca de R$ 1 milhão e Barbalha deve receber pouco mais de R$ 656 mil.

COMENTAR