Balanço: Governo amplia rede escolar e lança ações para garantir qualidade e acesso ao Ensino Superior

O ano de 2017 foi especial para a Educação cearense. Além de dar continuidade à implementação de políticas voltadas à melhoria do ensino e da aprendizagem, o Governo do Ceará desenvolveu novos projetos possibilitando que os alunos da rede pública estadual de ensino concluam o Ensino Médio com sucesso e garantam acesso ao Ensino Superior.

Ampliação do parque escolar, ações de incentivo ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), entrega de notebooks, concessão de auxílio financeiro e da Carteira Nacional de Habilitação para os alunos da rede pública estadual de ensino. Estas foram algumas das ações realizadas pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc). ao longo do ano.

A rede é responsável pela oferta do Ensino Médio, enquanto compete aos municípios a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, este último, compartilhado com o Estado, onde o município solicitar colaboração. Atualmente, são atendidos 450 mil alunos e mais de 13 mil professores efetivos estão em atividade.

Estrutura

Com o objetivo de propiciar um melhor desempenho aos profissionais das escolas e aos alunos, foram entregues 05 Escolas de Educação Profissional e 17 Escolas de Ensino Médio Regulares, com um investimento de R$ 133,4 milhões, provenientes dos Governos Federal e Estadual para construir, mobiliar e equipar as unidades de ensino. Houve ainda a entrega de 17 ginásios e quadras poliesportivos, com recursos federais e estaduais, no valor de R$ 9,2 milhões.

Para apoiar a educação infantil, ofertada pelos municípios, foi inaugurado 01 Centro de Educação Infantil (CEI) em Itaitinga. Com um investimento de R$ 1,1 milhão, o espaço pode atender até 208 crianças que estão na faixa de 0 a 5 anos. O prédio é composto por quatro salas de aula, laboratório de informática, refeitório, cozinha, berçário, fraldário, dormitório, copa, recepção e playground.

O governador Camilo Santana também assinou a ordem de serviço para construção de mais dois CEIs: em Frecheirinha, com investimento de R$ 1,3 milhão; e em Jucás, com um aporte de R$ 1,1 milhão. Os valores são provenientes de recursos estaduais, convênio do contrato de empréstimo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e contrapartida do município.

Para expandir a rede estadual, serão construídas mais 30 Escolas Profissionais, sendo 12 para substituir prédios reformados que receberam o programa e outras 55 Escolas de Ensino Médio. As atividades físicas e culturais ganharão reforço com 27 Ginásios e Quadras Poliesportivos de escolas localizadas no Interior, que também receberá 82 CEIs para ampliar o atendimento infantil.

Tempo Integral

Em 2017, o Programa de Ensino Médio Integral do Ceará passou a contar com mais 45 novas unidades, totalizando 71 escolas de ensino regular com a jornada prolongada, somadas às 117 Escolas Estaduais de Educação Profissional. Com isso, o Estado passou a ter mais de 26% das escolas funcionando em tempo integral, beneficiando 63,5 mil alunos com essa modalidade.

Foram investidos R$ 108,8 milhões a mais na ampliação, adaptação e aquisição de novos equipamentos, contas públicas, além da alimentação escolar, custos com salários de professores e contratação de terceirizados em todas as 71 escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. As estruturas passaram por processos de adequação essenciais para conversão ao modelo de ensino, como a climatização das salas de aula e as reformas de vestiários e refeitórios.

Cada escola oferta uma jornada de nove horas, garantindo três refeições diárias. O currículo é composto por 30 horas semanais de disciplinas da base comum a todos e 15 horas na parte flexível, sendo que 10 são escolhidas pelos alunos.

Enem

Um total de 99,51% dos alunos da 3ª série do Ensino Médio se inscreveu no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. Em 2016, foram 98% de inscritos. Para alcançar estes resultados, a gestão estadual conta com gestores, professores e a comunidade escolar. A preparação acontece no dia a dia, na sala de aula, em todas as disciplinas do currículo.

Durante todo o ano letivo, o Projeto Enem Chego Junto, Chego Bem tem a finalidade de mobilizar, motivar e preparar os alunos da rede pública estadual para a realização Exame. As ações acontecem em seis etapas: auxílio na organização dos documentos necessários para realizar a inscrição; apoio nos dias de inscrição; eventos motivacionais e de orientação vocacional; atividades pedagógicas de estudo para o Enem; #Enemvou2dias, com auxílio no transporte, hospedagem e pontos de apoio aos alunos nos dois dias de prova; orientações para o acesso ao Ensino Superior. Em 2017, o Governo do Ceará investiu R$ 9,8 milhões nas ações do Enem Chego Junto, Chego Bem.

Ingresso no Ensino Superior

O índice de aprovação dos alunos das escolas públicas estaduais no Ensino Superior cresceu 35%, entre os anos de 2015 e 2016. Um total de 13.516 estudantes garantiu o ingresso em instituições públicas e privadas em 2016.

Foram aprovados 5.795 estudantes em universidades públicas. Deste grupo, 4.004 alunos ingressaram no ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que usa como base as notas do Enem, e 1.791 estudantes entraram por meio de vestibulares realizados no ano passado

Com relação à rede privada, 1.924 foram selecionados pelo Programa Universidade para Todos (Prouni), que também usa como base as notas do Enem para conceder bolsas de estudo integrais e parciais (de 50%) em cursos de graduação em instituições privadas.

AvanCE – Programa Bolsa Universitário

Com o objetivo de melhorar as condições de acesso à universidade dos estudantes egressos da rede pública cearense, por meio de auxílio financeiro, o Governo do Ceará lançou, em maio, o AvanCE – Programa Bolsa Universitário.O Programa oferta bolsa de R$ 937,00 durante seis meses, ou R$ 468,50 em 12 meses, no primeiro ano do Ensino Superior, aos alunos que concluíram o Ensino Médio na rede pública e estão matriculados em curso de graduação de instituições credenciadas pelo Ministério da Educação. Em 2017, 1.000 estudantes já foram contemplados com o auxílio financeiro.

CNH para Estudantes

Em dezembro, o governador Camilo Santana lançou a ampliação da CNH Popular, que disponibilizará 4 mil vagas por ano para que os alunos da rede pública estadual de ensino sejam contemplados com a Carteira Nacional de Habilitação. A partir desta ação, estudantes com bom desempenho escolar serão beneficiados com a isenção do pagamento dos serviços e taxas.

Entrega de Notebooks

Em 2017, foram entregues 40.585 notebooks para os estudantes contemplados com o Prêmio Aprender pra Valer nos anos de 2014 e 2015. O investimento é de cerca de R$ 34,5 milhões. A premiação considera a pontuação obtida pelo estudante no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ou o resultado alcançado, em Língua Portuguesa e em Matemática, segundo o Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece).

Outras ações

– O governador Camilo Santana lançou, em janeiro, o #ChegueiEnsinoMédio. A iniciativa faz parte de um conjunto de ações para dar boas-vindas e garantir que todo estudante que terminou o 9º ano nas escolas municipais inicie o Ensino Médio na rede pública estadual de ensino. A ação apresentou aos novos alunos as principais ações voltadas ao Ensino Médio, além de garantir que todos os estudantes ingressem no 1º ano e sejam motivados a concluir a última etapa da educação básica com sucesso. O mesmo gesto do governador também foi repetido em todas as escolas estaduais até o fim de fevereiro.

– A Secretaria da Educação lançou, em junho, o projeto #AprenderViajando, que tem o objetivo de financiar viagens educativas para escolas da rede pública estadual de ensino. A iniciativa visa dar oportunidade aos jovens uma educação integral, levando-os a conhecerem novas cidades, espaços, equipamentos e atrações culturais.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *