Amigdalite: quando tem que operar

Antes de falarmos na cirurgia contra a amigdalite, vale dizer que as amígdalas, localizadas no fundo da boca, têm sua função. “Elas são receptoras de germes e auxiliam na proteção contra eles quando o sistema imune ainda está se desenvolvendo”, explica Fausto Nakandakari, otorrinolaringologista do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Justamente por isso, não é raro que essas estruturas infeccionem e inchem – é a tal amigdalite. Geralmente o problema dá as caras a partir de uma bactéria ou vírus que já está provocando uma gripe ou resfriado. Daí porque o paciente também reclama de febre, dores no corpo e por aí vai.

Mais comum nas crianças até por causa daquela imaturidade das defesas, o quadro é tratado com remédios que combatem o micro-organismo propagador do incêndio. E é quando o fogo se alastra com frequência que surge a indicação de cortar o mal pela raiz com a cirurgia.

Outra situação que leva ao procedimento envolve um crescimento anormal das amígdalas. Esse chabu provoca desconforto para respirar, o que chega a comprometer o desenvolvimento da criança. “Isso acontece graças às infecções recorrentes e também por propensão genética”, aponta Cícero Matsuyama, otorrinolaringologista do Hospital Cema, em São Paulo, onde o número de procedimentos sobe 30% no verão.

Como assim? É que, como a cirurgia exige recuperação à base de sorvetes e bebidas geladas, além de dez dias de repouso, as férias escolares são consideradas um momento propício para operar.

Mas, se essas glândulas são parte do sistema de defesa, não farão falta? “Não. Elas são apenas uma dentre muitas estruturas que protegem as vias aéreas superiores”, conta Matsuyama.

Ah, e os problemas na região não são exclusivos dos pequenos. “Há um segundo ciclo de piora da amigdalite no final da adolescência e começo da vida adulta”, destaca o médico.

Para confirmar se é caso de cirurgia

Não há um exame laboratorial que bata o martelo. “É preciso pelo menos três infecções ao ano. Só que não avaliamos apenas a quantidade, como também a intensidade das ocorrências”, diferencia Matsuyama. E a operação é sempre a última opção, utilizada quando os tratamentos não-invasivos já falharam.

Se a questão é o tamanho, o médico analisa quanto a glândula aumentada está atrapalhando o cotidiano. Grande demais, ela obstrui as vias aéreas e causa ronco, apneia do sono ou dificuldades para respirar – são esses, aliás, os principais sintomas do problema.

Aí a cirurgia provavelmente terá que ser feita, mesmo que as amígdalas diminuam depois, o que tende a acontecer conforme a criança cresce. Isso porque, como já dissemos, o quadro prejudica o desenvolvimento infantil. “Há repercussões negativas na formação do céu da boca e os dentes acabam ficando tortos”, aponta Nakandakari.

Como é feita a cirurgia

Não tem segredo. Uma espécie de pinça é inserida pela própria boca e retira as amígdalas em um procedimento que dura de 30 e 90 minutos. A operação é de baixo risco e, na maioria das vezes, o indivíduo tem alta no mesmo dia. Em casa, bastam dez dias de molho para que a cicatrização ocorra e muito sorvete para aliviar dores e acelerar a recuperação do tecido. Viu?! Até mesmo a cirurgia tem seu lado positivo…

E as adenoides?

Talvez você já tenha ouvido esse nome. Pois bem: as adenoides são espécies de amígdalas localizadas atrás do nariz. Como suas primas, elas também possuem a função de frear a invasão de agentes infecciosos – e podem ser removidas com uma cirurgia muito parecida.

Fonte: Editora Abril

Traje com retorno automático ajuda a recuperar astronautas perdidos

Por conta da gravidade zero, é comum os astronautas saírem das naves espaciais para realizar tarefas no espaço e perderem os sentidos ou ficarem desorientados. Pensando nisso, a companhia de engenharia Draper está desenvolvendo um sistema de “retorno automático” integrado aos trajes dos astronautas para casos de emergências.

“Os trajes espaciais atuais não contam com recursos de navegação automática, tudo é puramente manual. Isso representa um desafio para nossos astronautas se eles tiverem uma emergência”, explica Séamus Tuohy, Diretor de Sistemas Espaciais da Draper.

Para que este projeto seja viabilizado, uma série de desafios está sendo superado, como a determinação da localização específica em um local onde o GPS não funciona e a melhor forma de orientar uma pessoa sem a menor noção de localização.

Como funciona

O traje usa propulsores a jato autônomos e oferece direções com uma combinação de sinais visuais, auditivos e sensoriais, por meio de uma rede de sensores e um display no visor do capacete, explica o ‘TecMundo’. Se algum imprevisto acontecer durante uma caminhada espacial, por exemplo, o equipamento de auto-retorno poderia ser iniciado pelo próprio astronauta, por um tripulante da estação espacial ou do controle da missão.

O sistema de localização poderia ser utilizado também aqui na Terra, seja para um mergulhador isolado em uma localização desconhecida ou para um bombeiro em meio a um edifício em chamas.

O site pontua que o trabalho ainda está em andamento e é pouco provável que ele se torne realidade em pouco tempo. Enquanto isso, a NASA já informou que deve melhorar o design das roupas espaciais.

Fonte: Noticias ao Minuto

Cantora Melanie Martinez é acusada de estuprar a ex-melhor amiga

Acantora norte-americana Melanie Martinez, de 22 anos, foi acusada de estupro pela ex-melhor amiga, Timothy Heller, que divulgou uma carta aberta na noite desta segunda-feira (4) em seu Twitter.

Heller relata que tinha um relacionamento abusivo com a cantora. “Quando eu me abria sobre quanta ajuda eu precisava, ela me fez sentir culpada. Eu tive que me desculpar com ela sobre um ataque de pânico que tive e tinha arruinado a noite dela”, escreveu.

Ela relatou que o estupro teria acontecido numa noite durante a qual “repetidamente disse não” aos avanços sexuais de Martinez, e acusa a cantora de forçadamente penetrá-la com um brinquedo sexual, entre outros atos.

Ver imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no Twitter

When I wrote this story about my assault, I initially wasn’t going to make the abuser. But I think it’s important for you all to know this is about Melanie Martinez

O nome de Melanie Martinez entrou para os trending topics do Twitter logo após a publicação do desabafo. A cantora respondeu a acusação em suas redes sociais, dizendo que está horrorizada e triste com o relato da ex-amiga. “Ela nunca disse não para aquilo que escolhemos fazer juntas”, escreveu.

Estoques de sangue no Grande Recife estão em estado crítico, diz Hemope

Com a proximidade das festas de fim de ano, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope) pede ajuda da população para manter o estoque de sangue. Nesta terça-feira (5), todos os sangues com fatores negativos (O-, A-, B- e AB-) estão em estado crítico. Isso significa que, se nenhuma bolsa de sangue for coletada, o estoque desses tipos sanguíneos chega ao fim em apenas três dias, segundo o hemocentro.
Segundo a diretora de hemoterapia do Hemope, Anna Fausta Cavalcante, a campanha do Dia Nacional do Doador, comemorado na última quinta-feira (30), não foi suficiente para manter o estoque na Região Metropolitana do Recife.
“O estoque continua abaixo do esperado. Final de ano as coisas ficam mais difíceis por conta das comemorações. Poucas pessoas doam nesse período e, exatamente por causa das festas, precisamos de mais sangue. Precisamos contar com o doador nesse momento”, afirma a diretora.
Os sangues com fatores negativos são menos incidentes na população e, por isso, são os que possuem menor estoque. Além desses, os tipos sanguíneos AB+, B+ e O+ estão em estado de alerta, o que equivale ao suficiente para cinco dias.
O único tipo sanguíneo com estoque considerado estável é o A+. Para suprir a demanda e garantir o estoque de sangue, o Hemope precisa de uma média diária de 300 doações. Atualmente, esse número chega a 130.

Fonte: G1

Acusado de estuprar e matar adolescente é condenado a 22 anos de prisão na Bahia

O julgamento do acusado de estuprar e matar a adolescente de 15 anos, Cassiane Lima, na cidade de Teixeira de Freitas, sul da Bahia, terminou na madrugada desta terça-feira (5). Ismael de Jesus Moraes, de 31 anos, foi condenado a 22 anos e seis meses de prisão em regime fechado, pelo crime cometido em 2014.
O julgamento começou na segunda (4) e durou cerca de 16 horas. Ele matou e escondeu o corpo da vítima em uma plantação de eucalipto nas proximidades da BR-101. O corpo dela foi encontrado seis dias depois do seu desaparecimento, no Rio Itaitinga, próximo da plantação.
Ismael vai responder por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver, no presídio de Teixeira de Freitas. Após o julgamento, a defesa do acusado disse que vai recorrer da decisão.
Caso
A adolescente Cassiane Lima desapareceu no dia 27 de novembro de 2014. A polícia informou, na época, que ela foi atacada dentro de casa por Ismael, que era vizinho da família. No dia do crime, a mãe da vítima e os dois irmãos mais novos saíram da residência pela manhã, e deixaram a adolescente sozinha porque ela estudava no turno da tarde.
A Polícia Civil informou que depois de cometer o crime, o suspeito colocou o corpo de Cassiane no porta-malas do carro e o conduziu até o local onde foi deixado.
Ná época, o pai da vítima, Renevaldo dos Santos, havia pedido ajuda a Ismael para procurar a garota, na tentativa de descobrir onde poderia estar a adolescente que estava sumida de casa.
O acusado chegou a sofrer tentativa de linchamento pela população, quando confessou à polícia ter cometido o crime. A casa dele foi incendiada. O corpo de Cassiane foi sepultado no dia 2 de dezembro de 2014.

Fonte: G1