Administração Mano Morais atinge 84% de aprovação

Por Agência News Cariri

A aprovação do Prefeito Mano Morais, em Mauriti é de 84%. Os dados são pesquisa realizada pelo Instituto Tiradentes.
Essa aprovação se deve ao trabalho desenvolvido pelo governo desde que recebeu o município em verdadeiro abandono e sucateamento em todos os setores.

Para o prefeito o reconhecimento é fruto das realizações da gestão, feito diariamente por toda a equipe de governo, que trabalha para melhorar Mauriti cada vez mais. E a honraria da aprovação, segundo Mano, só aumenta a responsabilidade em continuar trabalhando e prestando bons serviços à população. “São muitas as conquistas durante esse primeiro ano de gestão e o resultado da pesquisa só veio a comprovar a satisfação dos mauritienses com o nosso trabalho”, declara o prefeito Mano Morais.

A pesquisa foi realizada entre os dias 23 de outubro a 10 de novembro. De acordo com os números, a gestão atual de Mauriti foi considerada “Ótima” por 54% dos entrevistados e 30% avaliaram como “Boa”, o que é considerado alto índice de aprovação nos primeiros 330 dias de mandato.
O total de eleitores que desaprovam a gestão somaram 16%, com 9% classificando como “Regular e outros 7% considerando o governo como “Ruim”.
O Instituto Tiradentes que tem sede no Estado de Minas Gerais, homenageará os prefeitos que se destacaram com bons índices de aprovação no 123º Seminário Brasileiro de Prefeitos, Vice-prefeitos, Vereadores e outras autoridades civis, que acontecerá nos dias 14 e 15 de dezembro em Recife-PE.

O Instituto Tiradentes institui a medalha Alferes Tiradentes – Colar de Ouro, e é conferida apenas aos políticos que obtiverem aprovação na mencionada enquete e que possuem ilibada idoneidade moral e relevantes serviços prestados em prol da comunidade.

Exercício físico protege contra o glaucoma

Cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, avaliaram mais de 11 mil pessoas a partir dos 40 anos e descobriram que, entre os mais ativos fisicamente, a incidência de glaucoma era significativamente menor. Sim, exercício faz bem até para os olhos.

Para ter ideia, a cada dez minutos a mais de práticas entre moderadas e intensas por semana, o perigo de sofrer com esse problema caía 25%. O achado é interessante principalmente porque, até pouco tempo atrás, não se acreditava que o estilo de vida exercia qualquer influência positiva contra o avanço dessa condição.

Mais: o glaucoma atinge até 1 milhão de brasileiros, não tem cura e é uma das principais causas de cegueira no mundo. E detectá-lo cedo é um desafio, uma vez que ele não manifesta muitos sintomas.

“A doença vai aos poucos prejudicando a visão periférica até que chega ao centro. Mas essa perda gradual é difícil de ser notada antes de atingir um estágio avançado”, comenta Lisia Aoki, oftalmologista do Hospital das Clínicas de São Paulo.

É malhar para ver

O elo entre exercício físico e uma boa visão é novidade e ainda carece de mais estudado. Mas já se suspeita de alguns mecanismos por trás dele.

“Sabemos que um dos fatores importantes para desenvolver o glaucoma é o fluxo de sangue que o nervo óptico recebe”, explica Lisia. “A partir daí, concluímos que quadros que alterem a circulação nessa região, como pressão alta ou diabetes, podem aumentar o risco de a doença aparecer”, conclui a médica.

As passadas constantes, por sua vez, combatem males crônicos como esses. Ou seja, ela afastaria os problemas por trás do glaucoma.

Para derrotar o glaucoma

Além de ficar de olho no condicionamento físico, o ideal é fazer exames preventivos regularmente a partir dos 40 anos. “Quem tem casos na família deve ficar mais atento”, orienta Lisia. Os testes medem a pressão intraocular – é quando ela está elevada que há um aumento no risco de lesão do nervo óptico – e avaliam o estado do nervo em si.

Nos últimos anos, outras condições foram associadas à doença, como apneia do sono, hipertensão arterial noturna e o uso indiscriminado de colírios.

Fonte: Editora Abril

Prefeitos de Jaguaretama e Jaguaruana apresentam projetos para Eunício

Em mais uma iniciativa de diálogo e aproximação com os municípios, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) esteve reunido na tarde desta terça-feira (28), com os prefeitos das cidades de Jaguaretama, Francisco Glairton; de Jaguaruana, Roberto Barbosa; o ex-prefeito de Jaguaretama, Bena e o deputado estadual, Antônio Granja.

Eunício conversou com as lideranças sobre projetos voltados para a região, principalmente àqueles que buscam reduzir o impacto da estiagem no Ceará, como a conclusão das obras do projeto de Transposição das Águas do Rio São Francisco, como também o Cinturão das Águas do Ceará (CAC). De acordo com o senador, novo recurso foi liberado, esta semana, para que as obras do CAC sejam agilizadas. “Essa semana comemoramos mais uma liberação de recurso, no valor de R$ 33 milhões, para o Cinturão das Águas. É fundamental a conclusão da obra para que as águas do Rio São Francisco possam chegar aos municípios cearenses”, disse.

O prefeito de Jaguaruana ainda apresentou ao presidente do Senado projeto para construção de uma passagem molhada na localidade. Já o gestor da cidade de Jaguaretama solicitou apoio para projetos na área de esporte e turismo, como a construção de uma quadra coberta e projeto de modernização e ampliação da entrada da cidade.

Para eles, a liderança de Eunício é positiva para os municípios cearenses já que muitos investimentos têm chegado à população através do trabalho do parlamentar. “A gente fica agradecido com esse apoio e sabe do carinho especial que ele tem por todo o Ceará e também por Jaguaretama, disse Glairton.

O deputado Antônio Granja confia na atuação de Eunício para que mais projetos dos sejam contemplados. “Sabemos da influência que tem o senador junto aos ministérios, órgãos e autarquias. Ele já está liberando volumes muito grandes para obras do Ceará, para prefeitura de Fortaleza e para muitos municípios do estado”, afirmou.

O presidente do Senado solicitou a formalização dos projetos para que possa articular recursos federais e assim beneficiar a população dessas localidades.

Em 1º trabalho solo, Leo Chaves viverá Sérgio Reis em musical

O artista conversou com a imprensa sobre as expectativas com o novo momento

O primeiro trabalho solo de Leo Chaves, da dupla com Victor, será em grande estilo: o cantor viverá Sergio Reis no musical ‘Coração Escudeiro’, que conta a vida do sertanejo que inspira gerações até hoje. O musical marca a primeira vez que Leo não se apresentará com o irmão.

Animado, o artista conversou com a imprensa sobre as expectativas com o novo momento: ‘Esse trabalho vai marcar uma

Sergio Reis também se mostrou contente com a escolha do protagonista que contará sua história no teatro: “Depois de tanta estrada, ser vivido por um artista como o Leo é muito gratificante”, contou o veterano.

Fonte: Notícias ao Minuto

Samsung prevê criar baterias que recarregam em 12 minutos

A solução está no uso de grafeno em vez de lítio, material que está presente na grande maioria das baterias de dispositivos móveis e carros elétricos

Uma investigação publicada recentemente pela Samsung indica que a tecnológica conseguiu criar baterias que podem ser recarregadas em apenas 12 minutos sem correr risco de sobreaquecimento, uma vez que é capaz de se manter a 60º Celsius.

A solução para estas novas baterias está na substituição do lítio (material que costuma ser aplicado em baterias para smartphones e carros elétricos) por grafeno. Tal como conta o The Next Web, este material é conhecido pela sua força e condutividade, qualidades que o tornam ideal para ser usado em baterias de smartphones.

Por enquanto ainda não são conhecidos os planos da Samsung para lançar estas baterias no mercado mas, tendo em conta que a empresa sul-coreana já submeteu duas patentes para esta tecnologia, crê-se que o momento tenha lugar nos próximos anos.

fonte: Notícias ao Minuto

Pacientes denunciam ‘engarrafamento de macas’ no Hospital Getúlio Vargas

Parentes de pacientes denunciam que existe um ‘engarrafamento de macas’ nos corredores do Hospital Getúlio Vargas (HGV), na Zona Oeste do Recife. Imagens enviadas para o WhatsApp da TV Globo mostram a superlotação da unidade, referência em traumas. Doentes ficam um do lado do outro, independentemente do tipo de diagnóstico. Muitos esperam em cadeiras, porque não há leito disponível. A Secretaria Estadual de Sáude (SES) justificou que os problemas são motivados por obras no prédio. (Veja vídeo acima)
O vídeo foi enviado por um acompanhante de um doente, que preferiu não ser identificado. Ele conta que não aguenta mais ver essa situação. Pelas imagens, é possível ver que o espaço é tão limitado que os acompanhantes circulam com dificuldade. A quantidade de pessoas é tanta que a enfermaria se confunde com a recepção. É quase impossível distinguir onde começa uma e termina a outra.

Resposta
Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde disse que a unidade de saúde passa por uma reforma e ampliação da emergência. Segundo a pasta, as obras, que têm prazo de conclusão para o início de 2018, vão trazer maior conforto para os pacientes, acompanhantes e profissionais de saúde. As informações, segundo a SES, foram repassadas pela direção do Getúlio Vargas.

A direção do HGV reconheceu que a procura de pacientes pela emergência da unidade é grande por ser referência no atendimento de diversas especialidades, inclusive trauma. A nota ainda ressaltou que o hospital, mesmo com uma grande quantidade de pacientes, não recusa ninguém e garante a assistência de todos que dão entrada na emergência.
A direção ainda afirmou que o serviço está funcionando em plena capacidade com todos os leitos disponíveis, bem como os blocos cirúrgicos. Ela também alegou que vem trabalhando com a SES para tornar mais rápido a realização de exames, cirurgias e demais atendimentos para aumentar a rotatividade dos leitos.

Fonte: G1