Acidente mata quatro pessoas na BR-135, região oeste da Bahia

Quatro pessoas morreram em uma batida frontal entre dois veículos na manhã desta terça-feira (26), no km-156 da BR-135, região oeste da Bahia.

Duas das vítimas estavam em uma caminhoete. Outras duas morreram carbonizadas no segundo veículo envolvido no acidente, que acabou destruído pelo fogo.

A caminhonete seguia no sentido Piauí, enquanto o outro carro trafegava em direção a Barreiras. Tudo aconteceu entre 10h30 e 11h desta terça-feira.

Um dos carros envolvidos na batida foi destruído pelo fogo na BR-135 (Foto:  Jadiel Luis/Blog Sigivilares)

Um dos carros envolvidos na batida foi destruído pelo fogo na BR-135 (Foto: Jadiel Luis/Blog Sigivilares)

Uma pessoa sobreviveu e foi levada em estado grave para o Hospital do Oeste, em Barreiras.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) não confirmou a causa da batida. Atuaram na ocorrência equipes do Samu, bombeiros, além dos policiais rodoviários.

Houve congestionamento de pelo menos dois quilômetros nos dois sentidos da BR-135. O trânsito foi liberado com a chegada da perícia, por volta de 12h20.

Caminhonete bateu de frente com outro carro, que acabou pegando fogo (Foto:  Jadiel Luis/Blog Sigivilares)Caminhonete bateu de frente com outro carro, que acabou pegando fogo (Foto:  Jadiel Luis/Blog Sigivilares)

Caminhonete bateu de frente com outro carro, que acabou pegando fogo (Foto: Jadiel Luis/Blog Sigivilares)

Fonte: G1

GPS de smartphones terá precisão de 30 centímetros em 2018

Se você às vezes se assusta com a precisão do GPS, saiba que ele está para ficar ainda mais certeiro. Em evento realizado em Oregon, nos Estados Unidos, a empresa Broadcom revelou que sua nova versão de posicionamento global trará uma precisão de 30 centímetros – as gerações atuais possuem uma precisão de 3 a 5 metros.

O novo chip da Broadcom, de nome industrial BCM47755, vai consumir até 50% a menos de bateria dos smartphones, segundo informações do site Olhar Digital. A empresa garantiu que seu lançamento irá constar já nos smartphones em 2018. Vale ressaltar que, tanto o iPhone quanto o Galaxy S8 utilizam sensores de GPS da Qualcomm, ou seja, a novidade ainda deve demorar um pouco para chegar aos smartphones.

Fonte: Noticias ao Minuto

Xuxa lamenta baixa audiência na Record: ‘Ainda não consegui’

Amargando baixos índices de audiência na Record, apesar do sucesso do ‘Dancing Brasil’, Xuxa conversou com Fábio Porchat e comentou os resultados na emissora.

“Queria dar para essa casa tanto Ibope, tanta alegria, e eu ainda não consegui. Estou muito feliz aqui, mas queria dar muita alegria para eles. Tenho muito tempo de televisão, 33 anos, e nunca tive uma equipe tão redonda como essa”, disse Xuxa.

Com terceira temporada do reality show confirmada, a apresentadora celebra os constantes aprendizados: “Na primeira eu não sabia nada, nunca tinha feito um programa como esse. Estou um pouco mais segura, mas quero fazer ainda melhor. É um dos programas mais bonitos que já fiz”, celebra a rainha dos baixinhos.

Na final do ‘Dancing Brasil’ que aconteceu na noite desta segunda-feira (25), Xuxa “coroou” o cantor e apresentador Yudi. A vencedora da primeira edição foi Maytê Piragibe.

Fonte: Noticias ao Minuto

Exercite-se parado: as vantagens dos treinos isométricos

Vamos a uma brevíssima aula de grego: “isos” e “metron” são dois vocábulos que significam, respectivamente, “igual” e “tamanho”. Juntos, dão origem à palavra “isometria“, conceito que representa um equilíbrio de forças ou dimensões. Aplicado à sala de ginástica, ele designa um conjunto de práticas que, em comum, não alteram o comprimento dos músculos.

Para entender mais fácil, façamos um rápido exercício: una a palma das mãos em frente ao peito e pressione uma contra a outra. Sentiu a força e a tensão, mesmo sem fazer um movimento sequer com os braços? Pois aí que está: você trabalhou alguns músculos sem precisar se mexer. Pura isometria.

O princípio é velho conhecido do Oriente. Ioga e tai chi chuan trabalham a isometria. No Brasil, a técnica se popularizou com o pilates e treinos montados em academia. O exercício mais icônico por aqui é a prancha (que está logo abaixo). É tão potente que, enquanto movimentos tradicionais usam até 50% da capacidade de ativação do tônus muscular na região abdominal, ela demanda quase 100%. “Os músculos do abdômen são estabilizadores, e a prancha é uma posição instável. Assim, exige uma carga de trabalho muito maior que os exercícios isotônicos, aqueles mais tradicionais e que se valem de movimentos”, explica Júlio Serrão, professor da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (USP).

Outra vantagem dos exercícios isométricos é que não dependem exclusivamente de aparelhos de ginástica. Dá pra montar treinos eficazes só usando o peso do corpo. “Um dos principais atrativos da modalidade é que ela pode ser realizada em qualquer tempo ou lugar”, observa a fisiologista Andreza Fragoso, do Centro de Estudos de Fisiologia do Exercício e Treinamento (Cefit), em São Paulo. Na sala de ginástica, por sua vez, dá pra recrutar as mais diversas máquinas e halteres para trabalhar a isometria. “Basta manter a contração na posição indicada”, diz Andreza.

Fonte: Editora Abril