Eunício celebra avanço da Transposição das Águas do Rio São Francisco

Após serem abertas as comportas da Barragem de Tucutu, em Cabrobó (PE), as águas do Rio São Francisco passaram a avançar 45 km pelo Eixo Norte da Transposição. A cerimônia foi realizada nesta segunda-feira (11), e contou com as presenças do presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho.

Antes, ambos acionaram os serviços da primeira estação de bombeamento (EBI-1), que eleva o nível da água em 36 metros, permitindo que encha o reservatório de Tucutu, o primeiro do Eixo Norte. Três estações de bombeamento são responsáveis por elevar o nível das águas em 181 metros ao longo do eixo.

“Essa obra representa a determinação do povo nordestino. Depois 155 anos, estaremos com as águas do Velho Chico chegando ao Ceará em janeiro de 2018. Estou muito feliz por estar aqui, nesse ato integrado de brasilidade, que traz um conjunto de benefícios para a população, especialmente a mais carente”, declarou Eunício.

Para o ministro Helder Barbalho, a Transposição pertence a todos os brasileiros que sonham em ter acesso à água. “Essa é a obra mais importante do Governo Federal. Ela renova a esperança de uma melhor qualidade de vida para a população”, destacou.

Com a abertura das comportas de Tucutu, o Velho Chico passa a chegar ao reservatório de Terra Nova, ainda em Cabrobó. A expectativa é de que todas estruturas do trajeto sejam preenchidas em até 15 dias, atravessando quatro aquedutos implantados entre as duas barragens.

A comitiva ainda sobrevoou mais 100 km da chamada etapa da Meta 1 Norte, descendo para uma vistoria na frente de serviço da Transposição concentrada no município de Penaforte (CE). No momento, há 1.000 trabalhadores atuando na finalização da obra, com previsão de duplicação desse contingente até outubro.

Ao serem concluídos, os dois eixos da Transposição vão garantir o abastecimento de água a cerca de 12 milhões de pessoas em 390 municípios dos estados de Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. São 477 km de extensão, 260 km dos quais no Eixo Norte e 217 km no Eixo Leste.

Safra brasileira deve fechar o ano com crescimento de 30,4%, diz IBGE

A safra brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar 2017 com um crescimento de 30,4% em relação ao ano passado. Segundo a estimativa de agosto deste ano, do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, divulgado hoje (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o ano deve ser encerrado com uma safra de grãos de 240,9 milhões de toneladas.

A estimativa de agosto é, no entanto, 0,5% inferior ao levantamento de julho, ou seja, 1,2 milhão de toneladas a menos do que o IBGE previu na ocasião.

Com alta esperada de 19,6% em relação a 2016, a produção de soja deve ter safra recorde de 115 milhões de toneladas. Para o milho, que deverá ter aumento de 54,7% na produção, também é esperado resultado recorde, de 98,4 milhões de toneladas.

É estimada ainda alta na produção do arroz (16,2%). Vinte dos 26 produtos pesquisados pelo IBGE devem ter crescimento, entre eles o café canephora (33,3%), as três safras de feijão (40%, 26,9% e 7,2%, respectivamente), a laranja (6,9%), o algodão herbáceo (10,5%), a cebola (7,8%), cana-de-açúcar (1,3%) e as três safras de batata-inglesa (5,1%, 7,2% e 2,8%).

Entre os seis produtos com queda estimada na produção aparecem o trigo (-18,8%), café arábica (-13,1%) e a mandioca (-12,6%).

Área colhida

O IBGE estima aumento de 7% na área colhida, em relação a 2016. O total deve chegar a 61,1 milhões de hectares, área 0,05% inferior à estimativa de julho. Entre as três principais lavouras, são esperados acréscimos na área colhida da soja, de 2,3%, do milho, de 18,1%, e do arroz, de 4%. Com informações da Agência Brasil.

Vendas no comércio ficam estáveis no mês de julho, aponta IBGE

O comércio varejista registrou no mês de julho variação nula (0,0 %) no volume de vendas em relação ao mês anterior, na série livre de influências sazonais. O resultado ocorre após três meses seguidos de aumento. Nesses período o varejo acumulou ganho de 2,2%.

Os dados fazem parte da Pesquisa Mensal do Comércio divulgada nesta terça (12) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). As informações são da Agência Brasil.

A pesquisa mostra que em comparação a julho de 2016, na série sem ajuste sazonal, o volume de vendas subiu 3,1%, deixando a variação acumulada nos sete primeiros meses de 2017, em 0,3%.

De acordo com a gerente da PMC, Isabella Nunes, o resultado é o melhor em meses de julho desde 2013.

O setor de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo está entre os três que mais avançaram nas vendas e teve variação de 0,7%, entre junho e julho. Os outros destaques foram tecidos, vestuário, calçados( 0,3%), equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (4,4%).

O setor de combustíveis e lubrificantes registrou queda (-1,6%) na mesma comparação, como também artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (-0,4%) e artigos de uso pessoal e doméstico (-0,2%). Os três pressionaram negativamente o indicador do comércio varejista de julho. Com informações da Folhapress.

7 de setembro em Mauriti – Desfile cívico marca a passagem do aniversário da Independência do Brasil

Por Agência news Cariri

Na última quinta-feira (7), foi realizado o desfile cívico em comemoração ao dia da independência do Brasil, o evento organizado pela Secretaria de Educação do Município reuniu escolas das redes municipal e estadual de ensino, além de escolas particulares, que desfilaram pelas principais ruas da cidade, com concentração na praça Dr. Cartaxo.

Centenas de alunos puderam exerceu seu civismo em um brilhante desfile, escolas se organizaram e fizeram diversas homenagens com caracterização específica. Foram representados no desfile a cena que retrata o momento em que D. Pedro I proclamou a independência do Brasil, simbologias, homenagens ao esporte, a cultura, a religiosidade, a dança e a fatos históricos do Brasil e do Município.

O resgate do patriotismo e do evento cívico que há alguns anos não mais era representado no município levou além dos alunos ao desfile uma enorme quantidade de pessoas para assistirem ao evento.

Autoridades municipais também estiveram presentes no ato, entre elas o prefeito Mano Morais(PDT), o vice-prefeito Vitor Martins (PTB), a presidente da Câmara Municipal Fernanda Cartaxo (PSDB), o ex-prefeito Marcio Martins, além de secretários, vereadores, representações da sociedade civil organizada e outras personalidades.

Na oportunidade, o prefeito Mano Morais, que acompanhou todo o evento, comentou que a data simbólica é muito importante para manter vivo o valor pátrio e cívico, afirmou que o resgate dos desfiles em nossa cidade trará de volta o espirito cívico, e que o município ira se preparar para que no próximo ano o espetáculo seja maior e mais participativo. A Secretaria de Educação Creuza Milcharek, agradeceu a participação de todas as escolas inclusive as que saíram de suas localidades e contribuíram para o embelezamento da festa.