LOGO-NEWS-CARIRI

Câmara do Crato construirá nova sede

Publicidade

A Câmara Municipal do Crato planeja construir uma nova sede e já mantém R$ 350 mil reais em caixa economizados durante os cinco primeiros meses de gestão da atual Mesa Diretora.

“Estamos fazendo toda a economia possível em relação a ter essa verba para que, assim que adquirirmos o terreno, que está bem pertinho, comecemos a construção”, revela o presidente Florisval Coriolano (PRTB).

Uma das medidas tomadas para economizar visando a construção da nova sede é diminuir o número de cargos comissionados do Poder Legislativo. Neste sentido, a Mesa Diretora deu entrada a Projeto de Lei que reduz 15 cargos.

“Tem cargos que não são preenchidos ou não tem a função que a Câmara tanto deseja e nós estamos dando entrada hoje para serem diminuídos. Ficaremos com aqueles cargos que realmente a Câmara precisa”, explica o presidente.

A construção da nova sede objetiva dar melhores condições de trabalho do Poder Legislativo para que os vereadores possam receber, da melhor forma, as demandas da população cratense.

Vereadores defendem gestão de Florisval Coriolano na Câmara do Crato

Vereadores demonstraram apoio ao presidente da Câmara Municipal do Crato, Florisval Coriolano (PRTB), durante a sessão desta terça-feira (6). O Ministério Público do Ceará apura denúncia de irregularidades em licitações feitas pelo Poder Legislativo cratense, ao passo que a presidência reafirma que o processo foi feito em observância às leis.

“Tudo o que fazemos na Câmara Municipal é com total transparência. Não escondemos nada”, reitera Florisval Coriolano. “Compramos um lápis e ele automaticamente é registrado. Temos toda transparência possível, e a tendência é ficarmos na história da política do Crato por essas ações e pela construção da sede do Poder legislativo Municipal”.

Para os parlamentares, a Mesa Diretora tem sido alvo de uma trama por ter dado estabilidade e segurança financeira ao Poder Legislativo cratense. Roberto Anastácio (PRTB) relembrou não ter votado na chapa encabeçada por Florisval, porém disse estar orgulhoso de tê-lo como gestor.

“O que está havendo é um verdadeiro complô para tirar Vossa Excelência da cadeira do Poder Legislativo”, disse Bebeto durante a sessão. “Estão tentando utilizar meios como levando informações erradas para o Ministério Público e para a imprensa para ver se tiram a estabilidade política que vossa excelência dá ao Poder Legislativo”.

Outros vereadores também se posicionaram em favor do presidente, a exemplo de Fernando Brasil (PP). “Como é difícil trabalhar. Presidente que está cortando gastos, que vem organizar a casa e vem essas coisas porque querem acabar com a imagem de quem conhece muito essa Câmara Municipal”, ponderou.

Pedro Lobo (PT) parabenizou o presidente Florisval Coriolano pelo zelo administrativo e ressaltou que a Câmara tem em caixa mais de 300 mil reais planejados para a construção de uma nova sede para as atividades legislativas.

Para Adil Sampaio (PSC) meios de comunicação devem ser pautados pela seriedade e pela verdade em suas publicações. Ele se refere à publicação de jornal impresso com edição semanal no Cariri que publicou matéria com alguns dados equivocados sobre a apuração do MP.

O vereador Amadeu de Freitas (PT) lamentou que alguns veículos de comunicação dão por condenadas pessoas cujos processos ainda estão em averiguação e sugeriu que a Mesa Diretora apresente prestação de contas mensalmente.

A vereadora Vicência (PMN) e Tico da Serrinha (PSC) também demonstraram solidariedade ao presidente Florisval Coriolano, certos de que as investigações não apontaram irregularidades.

Licitações

Para Florisval Coriolano, o bom funcionamento da Câmara tem incomodado e motivado “denúncias inúteis” como a recentemente feita ao Ministério Público. Em sessão, ele explicou que a licitação foi feita “dentro da transparência e da legalidade, porque todos os requisitos legais de uma licitação foram observados para que a Câmara funcione”, reitera Florisval.

Ainda conforme o chefe do Poder Legislativo, as empresas contratadas em licitações possuem atribuições semelhantes àquelas contratadas em gestões passadas e servem ao bom andamento das atividades legislativas.

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas