A baixa se deu pela morte de 145 mil peixes. Ainda não se sabe a razão do desastre

Os produtores de peixes da localidade do Distrito de Quitaiús, em Lavras da Mangabeira (434 km de Fortaleza), perderam 95% de sua produção na manhã desta quarta-feira (31). Os animais eram criados em viveiros na margem do Açude do Rosário. A porcentagem equivale à morte de 145 mil peixes.

A causa do desastre ainda não foi definida. Entretanto, a Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh) diz que, na maioria das vezes, as mortes estão associadas com a baixa concentração de oxigênio dissolvido na coluna de água.

O tesoureiro da associação do açude, Osmar, estima que os prejuízos dos produtores podem chegar a R$ 500 mil. O prefeito de Lavras da Mangabeira, Ildsser Alencar, esteve no local e deu apoio na retirada dos peixes.

Com informações do blog; na boca do povo

 

COMENTAR