LOGO-NEWS-CARIRI

Ausência de carimbo em atestado de óbito impede pais de enterrar criança que ficou 3 meses sumida na BA

Publicidade

Um erro no atestado de óbito impediu os pais da garota Gabrielly Gomes Santana, de 7 anos, encontrada morta após ficar desaparecida por três meses na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, de enterrar os restos mortais da criança nesta quinta-feira (27). Por causa do problema, o sepultamento foi adiado para a sexta-feira (28).

O enterro nesta quinta estava marcado para ocorrer às 15h, no Cemitério São Jorge, mas o fórum de Feira de Santana não liberou a guia de sepultamento porque a declaração de óbito que o pai de Gabrielly recebeu do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Salvador estava sem o carimbo de um médico.

Familiares e amigos acompanharam velório, mas não puderam realizar enterro de criança em Feira de Santana (Foto: Reprodução/TV Subaé)
Familiares e amigos acompanharam velório, mas não puderam realizar enterro de criança em Feira de Santana (Foto: Reprodução/TV Subaé)

Os restos mortais da menina estava sendo velado desde o início da tarde no Hospital Dom Pedro, onde familiares, amigos e outras pessoas que se comoveram com o caso se reuniram para despedir da garota. O problema no atestado, no entanto, só foi descoberto no momento de realizar o enterro.

Os pais lamentaram o adiamento do enterro. “Faz 97 dias que minha filha desapareceu e eu estou em estado de choque até hoje, eu e minha família. E na hora de sepultar a minha filha, dá um problema desse aqui”, disse o pai da menina, Joilson Santana, bastante emocionado.

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas