LOGO-NEWS-CARIRI

Várzea Alegre: Ex-servidora municipal será denunciada no MPE

Segundo a denúncia a ex-servidora Cinthia Ferreira de Alcântara da Costa, teria recebido a quantia de R$ 24.421,46, referente aos meses de: Setembro, outubro, novembro e dezembro sem trabalhar.

Publicidade

 Tramita na Câmara Municipal de Várzea Alegre, requerimento da bancada de situação, solicitando ao Ministério Público, a investigação contra a ex-servidora pública, Cinthia Ferreira de Alencar, que atuava como coordenadora das equipes de PSF da secretaria de saúde do município de Várzea Alegre.

nova mesa VA 2

Entenda o desligamento

 Durante a gestão do ex-prefeito Vanderlei Freire (PSD), Cinthia Costa teria supostamente deixado o governo no mês de setembro. O desligamento da enfermeira da gestão foi para que ela se empenhasse na coordenação da campanha do candidato a prefeito de Várzea Alegre, Homero Fiúza (SD), apoiado por Vanderlei Freire.

O trabalho

O trabalho de Cinthia Ferreira de Alencar foi desenvolvido no bairro Riachinho, coordenando as campanhas do candidato a prefeito Homero Fiúza (SD) e do candidato a vereador Michael Martins (PT), apoiado pelo seu pai, o então vereador Antônio Sebastião (PT).

A derrota

Com a derrota do candidato Homero Fiúza, Cinthia Ferreira de Alencar foi convidada por Vanderlei Freire a trabalhar em sua empresa de jogos Rio Cap, na cidade de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro.

Fantasma

   O problema é que a enfermeira não foi desligada de suas funções na Prefeitura de Várzea Alegre em nenhum momento e neste período em que estava ausente, trabalhando na campanha e na empresa do ex-prefeito Vanderlei Freire, recebeu seus vencimentos normais, porém de forma indevida.

Valores

Demonstrativo financeiro de Cinthia Costa
Demonstrativo financeiro de Cinthia Costa

Cinthia Costa teria recebido da Prefeitura de Várzea Alegre, somente no mês de setembro, quando já estava ausente das suas funções, horas extras em equivalente a R$ 1.000,00, além do seu salario base correspondente a R$ 5.038,14. No mês de outubro, ela continuou recebendo seu salário de R$ 5.038,14, mesmo estando no Rio de Janeiro. Não parou por aí. No mês de novembro, a enfermeira recebeu indevidamente seu salário e as férias, totalizando R$ 8.307,04. Cinthia Costa recebeu ainda seu salário referente ao mês de dezembro de 2016.

A enfermeira, Cinthia Ferreira de Alencar recebeu indevidamente da Prefeitura de Várzea Alegre o total de R$ 24.421,46.

Devolveria o dinheiro

Usando a tribuna, o vereador petista, Michael Martins já havia informado que a ex-servidora devolveria o dinheiro que recebeu de forma indevida, reconhecendo seu erro. Mas, a bancada da situação, pediu, por requerimento que o caso fosse apurado pelo Ministério Público.

Oposição rejeita requerimento

Na sessão ordinária desta quinta-feira (2) o requerimento foi colocado em votação, sendo reprovado com os votos de todos os vereadores da bancada da oposição.

Denúncia direta para o MPE

dra luciana pede

Com a rejeição do requerimento pelo vereadores de oposição, não será impedimento para que o Ministério Público tome conhecimento do fato criminoso. A vereadora Dra. Luciana Rolim (PV), declarou que irá entrar com a denúncia no Ministério Público, cobrando o ressarcimento do dinheiro ao Município, e denunciando o ex-prefeito Vanderlei Freire, o ex-secretário de Saúde, Fernando Fernandes e a ex-servidora, Cinthia Ferreira de Alencar, por atos de improbidade administrativa.

Estranheza

O fato foi analisado com estranheza por parte dos vereadores da situação, pois, a bancada de oposição vinha fazendo um trabalho de rígida fiscalização das ações do governo do prefeito Zé Helder (PMDB), cobrando transparência e punição para todos os fatos por eles apontados como suspeitos.

Mais estranho ainda é que a veterana vereadora Professora Dedê (PC do B), cunhada do ex-prefeito Vanderlei Freire, votou, em parceria com o ex-vereador Antônio Sebastião, em 13 de março de 2015, pela aprovação de um requerimento que pedia ao Ministério Público para apurar denúncia contra o então vereador e médico, atualmente, vice-prefeito da cidade, Dr. Fabrício Rolim (PV), por suas atividades em outras cidades.

A defesa

A defesa da ex-servidora Cinthia Ferreira Costa foi articulada pelo petista Michael Martins, que é o sucessor de Antônio Sebastião na Câmara Municipal. A defesa de Michael faz todo o sentido, pois ele, teme que essa onda de investigação acabe chegando à sua própria pessoa, já que também ocupou cargo fantasma na gestão do ex-prefeito Vanderlei Freire.

Fantasma II

contra cheque michael 13

 

Michael Martins teria se desvinculado da gestão Vanderlei Freire, onde foi nomeado como gerente do Núcleo de Agropecuária Junto à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrário e Econômico, somente em primeiro de abril de 2016 para concorrer nas eleições.

portaria michael ok

Autor: Rogério Ribeiro/Foto: Divulgação

fonte:rrinterativo

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas