LOGO-NEWS-CARIRI

Crato – Presidente da Câmara reafirma parceria entre Executivo e Legislativo

Publicidade

O presidente da Câmara Municipal do Crato, Florisval Coriolano (PRTB) reafirmou a parceria entre Executivo e Legislativo. Ele relembrou a independência entre os dois poderes, mas acredita que a colaboração entre gestão municipal e Câmara é fundamental “para a construção de um Crato melhor”.

Publicação em blogs locais afirmavam que o presidente da Câmara estaria descontente com a gestão do prefeito Zé Aílton Brasil, ao passo que ele descarta.

“O que me chateou e eu fui a público e disse, foram as podas de árvores no bairro Seminário onde o andor de São José passaria e eu achei um pouco infeliz de as pessoas não se preocuparem com isto porque existiam milhares de pessoas nessa procissão”, afirmou. “Foi uma opinião não como vereador, mas como cratense e seguidor daquela procissão há anos”.

O presidente da Câmara negou haver divergências entre os dois poderes. “Aqui estamos em parceria”, declara. “São poderes diferenciados, mas estamos trabalhando em parceria para que o Crato se torne uma cidade melhor, mais agradável e isso só vem a acontecer se existir a união entre os dois poderes”, finaliza.

Resumo da sessão desta terça-feira, 21 de março

A Câmara Municipal do Crato voltou a se reunir nesta terça-feira, 21. Somados aos requerimentos, os vereadores discutiram o possível fechamento de escola, transporte escolar e a situação de pacientes que tratam transtornos psíquicos em Crato.

Confira resumo da sessão desta terça-feira:

Roberto Anastácio (PTN) voltou a citar o possível fechamento da escola Presidente Vargas ao afirmar que alunos daquela instituição foram aprovados em concurso público, “indicativo de que a escola não deve ser fechada”.

Alegou, também, que os vereadores têm sido cobrados pela população com assuntos relacionados “a problemas causados pela gestão municipal anterior”.

Pedro Alagoano (PSD) comentou a possível nucleação de escolas no Romualdo e no Sítio Currais. Dessa forma, alunos seriam transferidos para estudar noutras localidades.

A medida pode acontecer, segundo o vereador, devido a gestão municipal passada não ter se preocupado com as rematrículas dos estudantes e manutenção de servidores.

Amadeu de Freitas (PT) prestou homenagem à arqueóloga Roseane Limaverde, uma das fundadoras da Fundação Memorial do Homem Kariri. Ela morreu na madrugada desta segunda-feira, 20.

Maurício Almeida (PDT) comentou que o prédio do Hospital Manoel de Abreu poderá ser demolido. Ela conta que, segundo informações que recebeu, três empresas desejam comprar o terreno e demonstrou preocupação quanto a uma possível demolição do prédio histórico.

Adil Sampaio (PSC) levou à pauta discussão sobre o transporte escolar no município, especialmente na Zona Rural. Conforme o parlamentar, é preciso rigor na licitação de empresa para este setor.

“O que se vê são ônibus quebrados e que passam cerca de cinco dias parados e não são tomadas providências não são tomadas”, disse Adil, acrescentando existir atraso de salários e, por consequência, alunos ficam sem transporte escolar em alguns dias.

Thiago Esmeraldo (PP) comentou o assunto ao argumentar que caso seja selecionada uma empresa de outra cidade, ela precisa conhecer antes o Crato e a realidade de estradas e da zona rural.

O ano letivo da rede pública municipal começará na próxima segunda-feira, 27. Segundo a vereadora Vicência (PMN) nenhuma escola promoveu a semana pedagógica com planejamento de atividades. A vereadora ainda informou que os profissionais aprovados em seleção pública ainda não foram lotados nos colégios.

Líder do prefeito na Câmara, Renan Almeida (PEN) informou que o secretário de Saúde do Crato, André Barreto, participará da sessão da próxima terça-feira, 28, para comentar assuntos relacionados à pasta.

De acordo com Renan Almeida, empresas que desejarem concorrer à seleção para transporte escolar precisam ter faturamento de R$ 11 milhões. “Isso evita a chegada de empresas de fachada”, avalia.

Participação popular
Ainda durante o Pequeno Expediente, a Câmara abriu espaço para Valéria Carvalho. Por ter um parente que recebe assistência psicológica e médica no CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), revelou problemas na unidade.

“Falta tudo”, diz Valéria. “Humanização dos profissionais que permaneceram, não tem receituário e medicação”. A vereadora Vicência sugeriu que a Prefeitura deveria disponibilizar receituário em todos os postos de saúde da cidade.

Comissão de Vereadores
Uma comissão de vereadores visitará o CAPS em busca de melhorias para o equipamento, assim como fiscalizar assuntos ligados a receituário e medicações.

Robson Roque – Diretor de Imprensa – Câmara Municipal do Crato
Contato: (88) 3523-2749

Mídias Digitais:
* Facebook: https://www.facebook.com/CamaraDoCrato/
* Instagram: https://www.instagram.com/camaradocrato/

Leia também

TV News Cariri

Publicidade

D11A263B-75AC-4AE9-BD5D-7AF9BC13F183
9FCD55DA-241A-4142-B7BD-393AC64E7B57

Contatos:

E-mail : nnewscariri@gmail.com

Últimas