Sesc lança campanha de solidariedade à população de Assaré

O Sesc*, braço social do Sistema Fecomércio-CE, através da sua Unidade Crato, está em campanha para receber doações de alimentos, vestimentas e acessórios de cama e banho para a população atingida pela enchente em Assaré, na região do Cariri. A unidade está em plantão 24h para facilitar as contribuições.

O material arrecadado é distribuido diariamente na Secretaria de Ação Social de Assaré e na paróquia da cidade. Até o momento, foram obtidos 500 kg de alimentos, mais de 1.500 peças de vestuários, como roupas e calçados, além de toalhas e lençóis.

A enchente aconteceu por conta do rompimento na barragem do Açude dos Montes, devido às fortes chuvas do dia 17 de março. Na cidade, várias casas e prédios públicos desmoronaram, deixando mais de 200 famílias desabrigadas.

SERVIÇO

Campanha de doação de alimentos e itens de vestuário para a população de Assaré

Local: Unidade Crato do Sesc (Rua André Cartaxo, 443)

Informações: (88) 3586.9150

*Entidade mantida pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo.

www.sesc-ce.com.br

Facebook: /sescceara

Twitter: @sesc_ce

Instagram: sescce

Jornalistas Responsáveis: Jardeline Santos – (85) 3452.9060 / 99652.8097 / Ingrid Freitas – (85) 3464.9323 / 99662.9165 / Filipe Dutra – (85) 98707.3064 /
Manuella Cysne – (85) 98595.0505 / Carla Pinto – (85) 98802.6181

Gerência ASCOM Sesc Ceará: Tábata Alencar

Aterro sanitário será implantado em Juazeiro do Norte

Juazeiro do Norte. O Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (COMDEMA) deste município, aprovou por unanimidade a emissão da carta de anuência para a empresa REVERT Soluções Ambientais instalar e operar um aterro sanitário na cidade. O empreendimento visa atender a iniciativa privada, ajudando na redução de resíduos sólidos no meio ambiente e contribuindo na geração de emprego e renda na cidade.

A localização apresentada pela empresa para a implantação do aterro sanitário fica na rodovia Padre Cícero, próximo ao antigo lixão da cidade, no local já havia degradação da mata nativa com extração de material para construção civil, o terreno é plano e próprio para a instalação do empreendimento.

Membros do conselho, deliberados em reunião anterior para avaliar a área e os possíveis impactos para a população e o meio ambiente, relataram de forma positiva a instalação do empreendimento na localidade. De acordo com o Ambientalista e Técnico de Meio Ambiente, representante da sociedade civil no conselho, Pedro Torquato, todo equipamento de aterro sanitário já é uma grande vantagem para o município, por ter como característica minimizar os impactos ambientais que os lixões causam.

O Engenheiro Florestal da REVERT, StephensonRamalho, garante que a empresa tem a intenção de reduzir ao máximo os impactos gerados pelos resíduos sólidos, realizando um trabalho ambiental e social para o município. “Estamos trazendo uma proposta de trabalhar o resíduo de forma que não gere impacto, através da construção de uma célula onde serão compactados poluentes como o chorume, através de uma manta, de material impermeável, que é apropriada para evitar qualquer tipo de contaminação do nosso lençol freático”, afirma o engenheiro. Na instância social, a empresa pretende inserir o trabalho dos catadores de resíduos sólidos da região, além de promover trabalhos voltados à educação ambiental em escolas das comunidades vizinhas ao aterro.

A Autarquia Municipal de Meio Ambiente de Juazeiro do Norte (AMAJU) ressalta a importância de ter mais um aterro sanitário para a cidade e toda a região do Cariri. Segundo o Superintendente da AMAJU, Sidney Kal-Rais, fiscalização e monitoração do empreendimento será intensa, acompanhando toda a implantação do aterro, para que ele atenda toda as normas técnicas de segurança ambiental.

DIÁRIO CARIRI

Crato – Presidente da Câmara reafirma parceria entre Executivo e Legislativo

O presidente da Câmara Municipal do Crato, Florisval Coriolano (PRTB) reafirmou a parceria entre Executivo e Legislativo. Ele relembrou a independência entre os dois poderes, mas acredita que a colaboração entre gestão municipal e Câmara é fundamental “para a construção de um Crato melhor”.

Publicação em blogs locais afirmavam que o presidente da Câmara estaria descontente com a gestão do prefeito Zé Aílton Brasil, ao passo que ele descarta.

“O que me chateou e eu fui a público e disse, foram as podas de árvores no bairro Seminário onde o andor de São José passaria e eu achei um pouco infeliz de as pessoas não se preocuparem com isto porque existiam milhares de pessoas nessa procissão”, afirmou. “Foi uma opinião não como vereador, mas como cratense e seguidor daquela procissão há anos”.

O presidente da Câmara negou haver divergências entre os dois poderes. “Aqui estamos em parceria”, declara. “São poderes diferenciados, mas estamos trabalhando em parceria para que o Crato se torne uma cidade melhor, mais agradável e isso só vem a acontecer se existir a união entre os dois poderes”, finaliza.

Resumo da sessão desta terça-feira, 21 de março

A Câmara Municipal do Crato voltou a se reunir nesta terça-feira, 21. Somados aos requerimentos, os vereadores discutiram o possível fechamento de escola, transporte escolar e a situação de pacientes que tratam transtornos psíquicos em Crato.

Confira resumo da sessão desta terça-feira:

Roberto Anastácio (PTN) voltou a citar o possível fechamento da escola Presidente Vargas ao afirmar que alunos daquela instituição foram aprovados em concurso público, “indicativo de que a escola não deve ser fechada”.

Alegou, também, que os vereadores têm sido cobrados pela população com assuntos relacionados “a problemas causados pela gestão municipal anterior”.

Pedro Alagoano (PSD) comentou a possível nucleação de escolas no Romualdo e no Sítio Currais. Dessa forma, alunos seriam transferidos para estudar noutras localidades.

A medida pode acontecer, segundo o vereador, devido a gestão municipal passada não ter se preocupado com as rematrículas dos estudantes e manutenção de servidores.

Amadeu de Freitas (PT) prestou homenagem à arqueóloga Roseane Limaverde, uma das fundadoras da Fundação Memorial do Homem Kariri. Ela morreu na madrugada desta segunda-feira, 20.

Maurício Almeida (PDT) comentou que o prédio do Hospital Manoel de Abreu poderá ser demolido. Ela conta que, segundo informações que recebeu, três empresas desejam comprar o terreno e demonstrou preocupação quanto a uma possível demolição do prédio histórico.

Adil Sampaio (PSC) levou à pauta discussão sobre o transporte escolar no município, especialmente na Zona Rural. Conforme o parlamentar, é preciso rigor na licitação de empresa para este setor.

“O que se vê são ônibus quebrados e que passam cerca de cinco dias parados e não são tomadas providências não são tomadas”, disse Adil, acrescentando existir atraso de salários e, por consequência, alunos ficam sem transporte escolar em alguns dias.

Thiago Esmeraldo (PP) comentou o assunto ao argumentar que caso seja selecionada uma empresa de outra cidade, ela precisa conhecer antes o Crato e a realidade de estradas e da zona rural.

O ano letivo da rede pública municipal começará na próxima segunda-feira, 27. Segundo a vereadora Vicência (PMN) nenhuma escola promoveu a semana pedagógica com planejamento de atividades. A vereadora ainda informou que os profissionais aprovados em seleção pública ainda não foram lotados nos colégios.

Líder do prefeito na Câmara, Renan Almeida (PEN) informou que o secretário de Saúde do Crato, André Barreto, participará da sessão da próxima terça-feira, 28, para comentar assuntos relacionados à pasta.

De acordo com Renan Almeida, empresas que desejarem concorrer à seleção para transporte escolar precisam ter faturamento de R$ 11 milhões. “Isso evita a chegada de empresas de fachada”, avalia.

Participação popular
Ainda durante o Pequeno Expediente, a Câmara abriu espaço para Valéria Carvalho. Por ter um parente que recebe assistência psicológica e médica no CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), revelou problemas na unidade.

“Falta tudo”, diz Valéria. “Humanização dos profissionais que permaneceram, não tem receituário e medicação”. A vereadora Vicência sugeriu que a Prefeitura deveria disponibilizar receituário em todos os postos de saúde da cidade.

Comissão de Vereadores
Uma comissão de vereadores visitará o CAPS em busca de melhorias para o equipamento, assim como fiscalizar assuntos ligados a receituário e medicações.

Robson Roque – Diretor de Imprensa – Câmara Municipal do Crato
Contato: (88) 3523-2749

Mídias Digitais:
* Facebook: https://www.facebook.com/CamaraDoCrato/
* Instagram: https://www.instagram.com/camaradocrato/

Violência armada no Ceará já deixou 833 pessoas assassinadas em 79 dias de 2017

Os registros de Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs) apontam uma média de 10,5 homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte por dia

Nos primeiros 20 dias de março, nada menos, que 215 pessoas foram assassinadas no Ceará, conforme levantamento do cearanews7.com.br baseado no acompanhamento diário dos Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLI) registrados no estado. No acumulado do ano, totalizando 79 dias, já são 833 homicídios, latrocínios (roubos praticados com morte das vítimas) e lesões corporais seguidas de óbito. A média se mantém neste trimestre de 10,5 casos/dia.

Entre os dias 1º e 20 de março, a capital cearense, composta por seis Áreas Integradas de Segurança (AIS 1,2,3,4,5 e 6) registrou um total de 100 assassinatos.

Já na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), dividida em três AIS (7, 8 e 9) e formada por com 14 municípios (Caucaia, São Gonçalo do Amarante, Maracanaú, Maranguape, Itaitinga, Pacatuba, Guaiúba, Horizonte, Pacajus, Chorozinho, Eusébio, Aquiraz, Pindoretama e Cascavel), foram praticados 45 homicídios.

Sertão

No Interior Norte, composto por 89 municípios distribuídos em quatro Áreas Integradas de Segurança (AIS 12, 13, 14 e 17), nas regiões Litoral Oeste, Sertões de Canindé, Vale do Curu, Vale da Ibiapaba e Norte, foram registrados 28 assassinatos.

No Interior Sul, formado por 80 Municípios em cinco AIS (10, 11, 15, 16 e 18), nas regiões do Litoral Leste, Vale do Jaguaribe, Cariri, Inhamuns e Sertão Central, a Polícia contabilizou 42 CVLIs no período.

Veja a seguir, os números de homicídios no Ceará em 2017:

POR PERÍODO:

Janeiro …….. 349 assassinatos

Fevereiro …. 269 assassinatos

Março* ……. 215 assassinatos

TOTAL ……… 833 assassinatos

(*) ATÉ O DIA 20/3

POR REGIÃO PESQUISADA:

Capital …. janeiro (123), fevereiro (90), março* (100) TOTAL = 313

RMF …….. janeiro (88), fevereiro (57), março* (45) TOTAL = 190

Interior Norte … janeiro (45), fevereiro (58), março* (28) TOTAL = 131

Interior Sul …….. janeiro (93), fevereiro (64), março* (42) TOTAL = 199

TOTAL ……… 833 assassinatos

Cearnews7

Farias Brito – Prefeito Zé Maria busca atrair investimentos em Brasília

Na sua vigem a Brasília o prefeito Zé Maria após reunião no Ministro da Integração para cobrar novamente recursos para o saneamento básico da sede município esteve com o Senador Eunicio Oliveira, sendo que o senador prometeu defender o pleito do saneamento junto ao Ministro Helder Barbalho.

Prefeito Zé Maria com Nicolle Barbosa Presidente da ADECE (Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceara)

Reunido com Nicolle Barbosa presidente da ADECE (Agencia de Desenvolvimento do Estado do Ceará) objetivando atrair investimento para o município de Farias Brito, onde a mesma já agendou a visita de um técnico para avaliar a possibilidade de instalar alguma unidade de fabricação de componente calçadista.

 

 

Juazeiro do Norte – Prefeitura continua com obras de melhoria da infraestrutura na cidade

A Prefeitura de Juazeiro do Norte, por meio da Secretaria de Infraestrutura (SEINFRA) realiza na cidade várias obras para solucionar os problemas do Município. O prefeito Arnon Bezerra acompanha diariamente os serviços e ouve a população desses bairros a fim de saber quais são as suas necessidades no que se refere a infraestrutura.

Nessa terça-feira, 21, os trabalhos se concentraram em várias localidades do Bairro Jardim Gonzaga. Algumas das ruas onde estão concentrados os serviços são: rua Padre Manoel Germano, rua Francisca Leila Fontes Boaventura Paulino, rua Professor Walter Menezes de Barbosa, bem como a rua Domingos Rodrigues Barbosa, Hilda Maria de Lima, Rua Trinta e Um de Março, rua Moacir Gondim Lóssio, entre outras que também serão atendidas em seguida.

Nas localidades está acontecendo um processo de terraplanagem com várias máquinas, inclusive com o rolo compactador que deixa o solo mais fixo e resistente. O mesmo irá acontecer nos próximos dias nas imediações onde se encontra a penitenciária Industrial e Regional do Cariri (PIRC) e também a Cadeia Pública Municipal. Isso já havia sido acordado em reunião da Secretária Gizele Menezes com o Chefe de Equipe da PIRC, Hermes Junior; com o Diretor da Cadeia Pública, Aécio Luiz Filho; e com o Coordenador Regional do Sistema Penal, Wanderson Pereira de Souza,

SAAEC realiza hoje lançamento de 10 mil mudas na Floresta do Araripe

A SAAEC vem desenvolvendo o Programa Hidroambiental que visa reflorestar as áreas degradadas pelos recentes incêndios na Floresta do Araripe. Nesse contexto será realizado hoje o lançamento de cerca de 10 mil bombas de sementes na nascente da Caiana, ao sopé da Serra do Araripe, nas proximidades do Clube Recreativo Grangeiro.

As bombas são feitas com argila, composto orgânico e sementes e essas que serão espalhadas por meio de um helicóptero foram confeccionadas durante uma oficina que aconteceu na Praça da Sé na abertura da Semana da Água e da Arvore

A concentração desse momento será no Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcanti as 8h.

Segundo o presidente da SAAEC Yarley de Brito, esse projeto vem agregar as ações relacionadas à recomposição do equilíbrio do ambiente o que consequentemente irá ocasionar a preservação da Floresta Nacional do Araripe e mais qualidade de vida.

IML confirma abuso sexual em menina de 2 anos em AL; suspeito foi linchado

O Instituto de Medicina Legal (IML) confirmou, nesta terça-feira (21), que uma menina de 2 anos foi vítima de abuso sexual. O crime aconteceu na última segunda, quando o suspeito de praticar o crime foi linchado pela população na Cidade Universitária.

A criança fez exame de conjunção carnal, realizado pela perita médica-legal Magda Palmeira, que identificou vestígios de ato libidinoso e confirmou que a menor sofreu ruptura himenal recente.

O pai da criança relatou que, no dia do crime, ela apresentou sangramento na genitália após abuso sexual supostamente cometido por um homem que frequentava a casa onde ela estava com a mãe.

A menor dormia quando foi agredida. A vítima foi levada para o Hospital Geral do Estado (HGE) para atendimento médico e, após sua recuperação, encaminhada ao órgão de Medicina Legal.

No IML, a menina e seu pai foram atendidos inicialmente pelo Núcleo de Atendimento Psicossocial para crianças vítimas de violência física e sexual. Em seguida, foi realizado o exame de corpo de delito que, além da ruptura do hímen, detectou sinais flogísticos na genitália da criança.

O suspeito de ter cometido o crime foi espancado por populares e morreu. Seu corpo permanece no IML como não identificado, aguardando o reconhecimento por parte dos familiares para ser liberado para sepultamento. Caso isso não ocorra, ele será sepultado como indigente.

g1

Mercados suspendem venda de produtos de empresas investigadas

Grandes redes de supermercado anunciaram nesta terça-feira (21) a decisão de retirar de suas gôndolas produtos das fábricas envolvidas na Operação Carne Fraca da Polícia Federal.

As bandeiras Pão de Açúcar, Extra e Assaí, do grupo GPA, informam que “suspenderam preventivamente” a compra das três fábricas interditadas na operação -duas unidades da Peccin e uma da BRF, em Mineiros (GO). O grupo não informou a quantidade de produtos que recebia desses fornecedores.

Por meio de nota, o GPA disse que, para os itens in natura, “todos os lotes de produtos de fornecedores recebidos em suas centrais de distribuição passam por processos internos próprios de auditoria, por amostragem”.

A empresa não informou se já havia encontrado alguma inconformidade nos testes dos produtos das fábricas fornecedoras que agora suspende.

O Carrefour também diz ter retirado “preventivamente” das suas lojas os produtos vindos dos frigoríficos citados. A rede também diz que realiza análises laboratoriais periódicas nos perecíveis que recebe, mas não entra em detalhes.

A operação Carne Fraca desencadeou decisões semelhantes no varejo regional. O paranaense Grupo Muffato informou que cancelou a parceria que tinha com o Peccin.

“Alguns produtos que tiveram comprovadamente a qualidade afetada foram retirados definitivamente da área de vendas, como é o caso daqueles fornecidos pelo Frigorífico Peccin, cuja parceria foi inclusive cancelada pela rede. Alguns produtos de outros fornecedores foram retirados preventivamente da área de vendas até que os fatos sejam devidamente esclarecidos”, disse a rede, em nota.

Questionado sobre se também decidiu suspender a venda de produtos das marcas citadas na investigação, o Walmart não respondeu.

Procurada, a Apas (associação de supermercados) não quis comentar. Com informações da Folhapress.

Petrobras fecha 2016 com prejuízo de R$ 14,8 bilhões

Ainda sob forte impacto das baixas contábeis feitas ao longo do ano, a Petrobras fechou 2016 com prejuízo de R$ 14,824 bilhões. Foi o terceiro ano seguido com perdas bilionárias em seu balanço -em 2015, o prejuízo foi de R$ 34,836 bilhões.

No quarto trimestre de 2016, a empresa registrou lucro de R$ 2,510 bilhões, provocado pelo aumento das exportações de petróleo e redução das despesas financeiras.

O resultado, porém, foi insuficiente para reverter as perdas de R$ 17,334 bilhões acumuladas nos primeiros nove meses do ano.

No terceiro trimestre, a empresa havia anunciado baixas contábeis de R$ 15,7 bilhões, referentes a efeitos do aumento do risco-país, do câmbio e da postergação de alguns projetos.

Em entrevista para detalhar o balanço, o presidente da companhia, Pedro Parente, defendeu que a empresa vem apresentando evolução em seu desempenho operacional, mas que ainda não pode perder o foco em medidas para reduzir o elevado endividamento.

“Pelo sétimo trimestre seguido, apresentamos um fluxo de caixa livre (isto é, a empresa gerou mais dinheiro do que gastou”, disse ele. No trimestre, o fluxo de caixa livre foi de R$ 11,953 bilhões. No acumulado do ano, foram R$ 41,572 bilhões.

O resultado foi obtido com o aumento da produção e das margens de lucro na venda de combustíveis. Mas também sofrem impacto de uma redução nos investimentos, que foram 32% menores do que os realizados em 2015.

Parente citou, entre os avanços, o recorde na produção de petróleo no país, de 2,144 milhões de barris por dia, e o fato de a empresa ter se tornado, ao final do ano, exportadora líquida de petróleo e derivados -a empresa vendeu no exterior uma média de 168 mil barris por dia a mais do que comprou.

Com maior produção do pré-sal, a companhia tem reduzido as compras de óleo leve no exterior, que antes eram necessárias para a produção de diesel e querosene de aviação. Em 2016, o petróleo nacional representou 92% do suprimento às refinarias da Petrobras, contra 84% no ano anterior.

Isso gera uma grande economia logística”, disse o diretor de abastecimento da companhia, Jorge Celestino. “Praticamente, estamos importando óleo leva apenas para a produção de lubrificantes”.

A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros e impostos) foi de R$ 88,693 bilhões, contra R$ 73,859 bilhões no ano anterior.

Beneficiada pela valorização do real frente ao dólar e por pagamentos antecipados de empréstimos, a dívida líquida da companhia caiu de R$ 391,962 bilhões, ao fim de 2015, para R$ 314,120 bilhões. Em dólares, caiu de US$ 100,425 para US$ 96,381 bilhões.

O indicador de dívida líquida sobre Ebitda, que é uma das prioridades do plano de negócios da companhia, caiu de 5,11 vezes para 3,54 vezes. A meta é chegar a 2,5 vezes em 2018. Parente não descartou, porém, buscar um número inferior a esse.

“Não achamos que 2,5 vezes realmente é o número final. O número que é mais confortável é 1,5 vezes”‘ disse, frisando que “nenhum relaxamento, nenhum refresco” será dado se a meta for atingida antes do prazo.

A Petrobras fechou 2016 com uma receita de R$ 282,589 bilhões, queda de 12% com relação aos R$ 321,638 registrados em 2015.

TCU

Parente disse que a empresa ainda prevê atingir sua meta de venda de ativos, apesar das mudanças que terá que fazer para dar maior transparência ao processo por exigência do TCU (Tribunal de Contas da União).

Considerando que faltaram US$ 1,5 bilhão para atingir a meta de US$ 15,1 bilhões para o período entre 2015 e 2016, o presidente da estatal disse que a expectativa agora é vender US$ 21 bilhões até o fim de 2018.

Questionado sobre a possibilidade de atrasos no processo, o diretor financeiro da companhia, Ivan Monteiro, afirmou que a empresa já passou por uma “curva de aprendizado” e que agora as negociações serão mais rápidas. Entre os ativos afetados, está a BR Distribuidora.

Parente disse, porém, que as liminares que vêm sendo obtidas por sindicalistas contra venda de ativos têm atrapalhado a entrada de recursos do programa de venda de ativos. Ele citou especificamente o caso da malha de gasodutos vendida à Brookfield por US$ 5,2 bilhões, fechada no ano passado, mas suspensa até que a liminar foi derrubada, no início deste mês. Com informações da Folhapress.